Quinta-feira, 1 de Maio de 2008

Maio, Maduro Maio

 
Maio maduro Maio
Quem te pintou
Quem te quebrou o encanto
Nunca te amou
Raiava o Sol já no Sul
E uma falua vinha
Lá de Istambul
Sempre depois da sesta
Chamando as flores
Era o dia da festa
Maio de amores
Era o dia de cantar
E uma falua andava
Ao longe a varar

Maio com meu amigo
Quem dera já
Sempre depois do trigo
Se cantará
Qu'importa a fúria do mar
Que a voz não te esmoreça
Vamos lutar
Numa rua comprida
El-rei pastor
Vende o soro da vida
Que mata a dor
Venham ver, Maio nasceu
Que a voz não te esmoreça
A turba rompeu 
 
Zeca Afonso

 

neste momento estou:
ao som de: Maio, Maduro Maio - Zeca Afonso

escrevinhado por MT-Teresa às 10:50
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
partilhar
Segunda-feira, 28 de Abril de 2008

Zeca no Coliseu de Lisboa

 
(desligar a música de fundo para ouvir o Zeca)

 
 

ao som de: A morte saíu à rua - Zeca Afonso

escrevinhado por MT-Teresa às 20:47
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
partilhar
Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2007

Canto Moço (Zeca Afonso)

.

Somos filhos da madrugada
Pelas praias do mar nos vamos
À procura de quem nos traga
Verde oliva de flor no ramo
Navegamos de vaga em vaga
Não sabemos de dor nem mágoa
Pelas praias do mar nos vamos
À procura da manhã clara 

Lá no cimo de uma montanha
Acendemos uma fogueira
Para não se apagar a chama 
Que dá vida na noite inteira
Mensageira pomba chamada
Companheira da madrugada
Quando a noite vier que venha
Lá no cimo de uma montanha  

Onde o vento cortou amarras 
Largaremos p´la noite fora 
Onde há sempre uma boa estrela 
Noite e dia ao romper da aurora 
Vira a proa minha galera 
Que a vitória já não espera 
Fresca brisa moira encantada 
Vira a proa da minha barca
.
 

escrevinhado por MT-Teresa às 16:06
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
partilhar

Zeca...sempre

.
Foi há vinte anos.
Todos sabiam que o Zeca estava doente.
Naquele dia 23 de Fevereiro ia de taxi para o emprego e a meio do caminho ouvi na rádio que  ele tinha morrido. Não contive as lágrimas e o motorista olhavando-me pelo espelho retrovisor, fazia uma cara de espanto. Fui assim até ao emprego, sempre com a musica dele a tocar.
Quando cheguei, disse bom dia, sentei-me e telefonei a uma das minhas melhores amigas  que faz anos neste dia.
 
Não lhe dei os parabéns.
Ela do lado de lá da linha quando percebeu que era eu, perguntou apenas:
 
- Já sabes?
 
Ficámos as duas em silêncio. Sei que as lágrimas dela lhe escorriam pela cara tal como a mim.
 
Quando desliguei o telefone e comecei a trabalhar, perguntaram-me se me tinha morrido algum amigo.
 
- Mais ou menos isso, respondi.
.
neste momento estou: hoje, a recordar o Zeca
ao som de: Zeca

escrevinhado por MT-Teresa às 14:50
link do post | comentar | favorito
partilhar

Bem Vindos



" As ondas quebravam uma a uma. Eu estava só com a areia e com a espuma. Do mar que cantava só para mim

Sophia de Mello Breyner



Esta sou eu

segue-me

. 51 seguidores

Vivências Recentes

Maio, Maduro Maio

Zeca no Coliseu de Lisboa

Canto Moço (Zeca Afonso)

Zeca...sempre

Vivências Passadas

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Quem visito e me visita


Created by Crazyprofile.com

mais comentados

últ. comentários

Eu quase choro com esse texto, é muito emocional. ...
http://relatodeumaborto.webnode.com/ Minha Histori...
Oi GENTE MEU NOME E ROSE TENHO 13 EU SO...
Chocante
oi meu nome é joice e eu to grávida ...
eu sou totalmente contra o aborto... eu tenho 15 a...
Acho o seguinte: todos cometemos erros! Com certez...
tb naum axo certo o aborto...matarem seu proprio f...
Isso e uma falta de ética. Pq... Q na hr q ...
Olá, Tenho 18 anos , minha namorada é mais nova do...
As nuvens passam, as amaçadores também. Desejo que...
JoãoDesistir nunca! Apenas deixei de escrever, mas...
Todos temos dores, sofremos. [Error: Irreparable i...
Aborto uma das piores coisas da vida,um ser apagan...
ESte blog é muito simpatico, Gostei,Miguel

tags

25 de abril(5)

abril(9)

adeus(9)

alegria(5)

amigos(30)

amizade(14)

amor(137)

aniversário(9)

ano novo(3)

arte(7)

ausência(17)

azuis(9)

beleza(7)

blog(41)

blogue(5)

café(3)

casa das flores(3)

cecilia meireles(6)

cinema(4)

cinza(3)

citação(29)

coisas simples(4)

consciência(3)

cores(3)

dança(16)

david mourão ferreira(7)

descoberta(3)

desejos(7)

desencontro(4)

dia do livro(3)

dor(4)

encontro(4)

enganos(5)

escolhas(4)

escrita(3)

espectaculo(3)

eu(12)

eugénio de andrade(5)

fado(4)

férias(5)

fernando pessoa(3)

filho(15)

fim(4)

florbela espanca(5)

flores(17)

fotografia(13)

fotos(11)

fotos minhas(4)

ilusão(3)

inquietação(3)

joaquim sustelo(4)

josé l. santos(3)

lágrimas(3)

liberdade(13)

lisboa(10)

livros(8)

lua(6)

luz(4)

mãe(7)

manhãs(4)

mar(19)

margarida(4)

maria teresa horta(4)

máscaras(5)

memória(18)

miguel torga(7)

morte(6)

mulher(9)

música(19)

natal(8)

noite(19)

olhos(4)

pai(4)

paixão(16)

páscoa(4)

paz(9)

pintura(13)

poema(117)

poemas de amor(8)

poesia(85)

portugal(5)

primavera(6)

rugby(6)

saudade(24)

silêncio(15)

sol(5)

solidão(19)

sonho(9)

sonhos(4)

sophia m breyner(18)

tango(5)

tempo(14)

trabalho(5)

triste(4)

tristeza(15)

tu(4)

veneza(4)

vida(225)

video(17)

zeca afonso(4)

todas as tags

Pesquisa

 

Favoritos

Vivências

1º Aniversário

As nossas almas

Encontro Mágico

Estrela do Mar II

A Carícia do Sol

Parabéns Filho

A Teia

Dia do Livro

O Crepúsculo

subscrever feeds