Sexta-feira, 29 de Agosto de 2008

Violetas à Janela

Foto de MTeresaVivências

 
 
... Regressarás, eu sei.

Ao cair da tarde,

com o teu ramo de violetas acenderás o meu

jardim ...
 
 
José Agostinho Baptista  
   
 --------

 
As violetas da Margarida floresceram. Querem saber quando será o seu regresso. Respondi-lhes:  - Breve, Breve...!

 
 

 

 

 

 


escrevinhado por MT-Teresa às 07:22
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
partilhar
Sábado, 12 de Janeiro de 2008

Por vezes escutava os girassóis

00018a22

 

(foto: © MteresaVivências)

 

Sonhava o esplendor. Eu era assim, vulnerável e sombria,
e a morte pousava inteira, no meu ombro.
No terror não havia ninguém que me abraçasse.

Pelos dias fortuitos, talvez as mãos de Deus, onde o silêncio
amainava, aguardando os dias lentos,
porque o tempo era frágil, insaciável e as esferas resplandeciam,
entre plantas mortiças, rodeadas de miasmas perniciosos.

Pelo espaço reduzido consultava Tratados sobre a Espiritualidade
e irremediavelmente, o vento soprava.
A lua recomeçava.

Pela primavera, chegavam os adivinhos.
Era preciso enfrentar o trabalho dos ventos e os domínios do éter,
na luz coberta de dióspiros, dizendo as coisas simples,
coroadas de fragrâncias, profundamente irreais.

Fruia as rosas, a música.
O éter soltava os seus cavalos macios, os seus ritmos langorosos
e a vida constituía-se, entre gaivotas em contraluz,
cabelos soltos, poemas impregnados de areia.

Por vezes, escutava os girassóis e as palavras alteradas
pelo lado dos abismos.
Tudo era incerto, na sua resolução imensa,
as aves eram intermináveis,
os aloendros vergavam-se, leves, carregados de silêncio.
As abelhas zuniam, pelos rios desvelados, a luz ardia

e o verão começava, confirmando a luz do sol. 

Maria do Sameiro Barroso, (in "Idades Sonâmbulas".)
 
.....
Este girassol nasceu das tuas mãos, Margarida.
Recebe-o como uma promessa de Verão a rasgar os cinzas que por  vezes descem sobre nós.
 
 
 
neste momento estou: a abraçar uma amiga
ao som de: Ala dos Namorados (Caçador de Sóis)

escrevinhado por MT-Teresa às 10:16
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
partilhar
Quinta-feira, 29 de Novembro de 2007

"Olhares meus e d' Outros" - O destaque

   

 

 

Hoje, fiquei surpreendida pelo destaque que a equipa do sapo blogs,  deu ao meu blogue de fotografia:

 "Olhares meus e d' Outros" 

(na home page do sapo e aqui)

 

Estou feliz, não posso negar, até porque quem me conhece pessoalmente ou através da escrita, sabe que pequenas coisas me fazem feliz. Sou assim e parece que não vou mudar.

 

Quero agradecer aqui, no Vivências, as visitas dos meus amigos, lá no "Olhares..." e que me conhecem mais pelo que escrevo e menos pelo que capto na minha Olympus. 
 

O meu obrigado, também à minha amiga-irmã, Clara-Margarida, que me ajuda todos os fins de semana no pequeno jardim da nossa Casa das Flores, e com quem dou longos passeios pelo campo, pois sem ela teria sido impossível, fotografar o que quer que fosse.

(Aproveito para cometer uma pequena inconfidência:  Ela está à espera de um presente igual ao meu, para se iniciar nestas lides da fotografia).

 

Agradeço também ao meu amigo JF, uma vez que as fotografias dos Açores, são de sua autoria.

 

Por último, agradeço ao meu filho, que me deu de presente (no último Natal)  a pequena máquina digital com que eu "brinco"  todos os fins de semana.

 

 

Ah!...Já me esquecia:

  
 - Continuo a gostar...de vós!

 

 

 

 

 

neste momento estou: bem

escrevinhado por MT-Teresa às 21:09
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
partilhar
Terça-feira, 13 de Novembro de 2007

Margaridas para a Margarida

 Foto: MT

 

 
Esta Margarida é do nosso "jardim" da Casa das Flores.

Se a flor tivesse voz, certamente te diria hoje:

 

PARABÉNS!

 

Que todas as flores que já semeaste, nomeadamente duas, te continuem a dar toda a beleza e alegria deste mundo, em reconhecimento pelo que fizeste por elas;

Que as dores que suportas, pelas flores que já partiram, te sejam leves;

Que não te esqueças que tens amigos;

Que te lembres sempre que és uma Margarida de força.

 

e ainda:

 
Obrigada!

 

 

Pelo carinho com que me tratas;

Pela rega constante para que eu não seque;

Por não me deixares desamparada em dias de tempestade;


 

 
Que sejas feliz,  Margarida, minha amiga-irmã Clara.

 

 
MT-Teresa

 

 

 

 

 

 


escrevinhado por MT-Teresa às 07:24
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
partilhar

Bem Vindos



" As ondas quebravam uma a uma. Eu estava só com a areia e com a espuma. Do mar que cantava só para mim

Sophia de Mello Breyner



Esta sou eu

segue-me

. 51 seguidores

Vivências Recentes

Violetas à Janela

Por vezes escutava os gir...

"Olhares meus e d' Outros...

Margaridas para a Margari...

Vivências Passadas

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Quem visito e me visita


Created by Crazyprofile.com

mais comentados

últ. comentários

Eu quase choro com esse texto, é muito emocional. ...
http://relatodeumaborto.webnode.com/ Minha Histori...
Oi GENTE MEU NOME E ROSE TENHO 13 EU SO...
Chocante
oi meu nome é joice e eu to grávida ...
eu sou totalmente contra o aborto... eu tenho 15 a...
Acho o seguinte: todos cometemos erros! Com certez...
tb naum axo certo o aborto...matarem seu proprio f...
Isso e uma falta de ética. Pq... Q na hr q ...
Olá, Tenho 18 anos , minha namorada é mais nova do...
As nuvens passam, as amaçadores também. Desejo que...
JoãoDesistir nunca! Apenas deixei de escrever, mas...
Todos temos dores, sofremos. [Error: Irreparable i...
Aborto uma das piores coisas da vida,um ser apagan...
ESte blog é muito simpatico, Gostei,Miguel

tags

25 de abril(5)

abril(9)

adeus(9)

alegria(5)

amigos(30)

amizade(14)

amor(137)

aniversário(9)

ano novo(3)

arte(7)

ausência(17)

azuis(9)

beleza(7)

blog(41)

blogue(5)

café(3)

casa das flores(3)

cecilia meireles(6)

cinema(4)

cinza(3)

citação(29)

coisas simples(4)

consciência(3)

cores(3)

dança(16)

david mourão ferreira(7)

descoberta(3)

desejos(7)

desencontro(4)

dia do livro(3)

dor(4)

encontro(4)

enganos(5)

escolhas(4)

escrita(3)

espectaculo(3)

eu(12)

eugénio de andrade(5)

fado(4)

férias(5)

fernando pessoa(3)

filho(15)

fim(4)

florbela espanca(5)

flores(17)

fotografia(13)

fotos(11)

fotos minhas(4)

ilusão(3)

inquietação(3)

joaquim sustelo(4)

josé l. santos(3)

lágrimas(3)

liberdade(13)

lisboa(10)

livros(8)

lua(6)

luz(4)

mãe(7)

manhãs(4)

mar(19)

margarida(4)

maria teresa horta(4)

máscaras(5)

memória(18)

miguel torga(7)

morte(6)

mulher(9)

música(19)

natal(8)

noite(19)

olhos(4)

pai(4)

paixão(16)

páscoa(4)

paz(9)

pintura(13)

poema(117)

poemas de amor(8)

poesia(85)

portugal(5)

primavera(6)

rugby(6)

saudade(24)

silêncio(15)

sol(5)

solidão(19)

sonho(9)

sonhos(4)

sophia m breyner(18)

tango(5)

tempo(14)

trabalho(5)

triste(4)

tristeza(15)

tu(4)

veneza(4)

vida(225)

video(17)

zeca afonso(4)

todas as tags

Pesquisa

 

Favoritos

Vivências

1º Aniversário

As nossas almas

Encontro Mágico

Estrela do Mar II

A Carícia do Sol

Parabéns Filho

A Teia

Dia do Livro

O Crepúsculo

subscrever feeds