Domingo, 3 de Maio de 2009

Se eu pudesse...Mãe!

foto de Nicolas Valentin

 

Devolvia-te o teu  reflexo enquanto jovem.

 

[ mas não posso ]

 

 

neste momento estou: meio triste

escrevinhado por MT-Teresa às 16:56
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
partilhar
Terça-feira, 31 de Março de 2009

Mãe

 
 

No mais fundo de ti
Eu sei que te traí, mãe.

 

Tudo porque já não sou
O menino adormecido
No fundo dos teus olhos.

 

Tudo porque ignoras
Que há leitos onde o frio não se demora
E noites rumorosas de águas matinais.

 

Por isso, às vezes, as palavras que te digo
São duras, mãe,
E o nosso amor é infeliz.

 

Tudo porque perdi as rosas brancas
Que apertava junto ao coração
No retrato da moldura.

 

Se soubesses como ainda amo as rosas,
Talvez não enchesses as horas de pesadelos.

 

Mas tu esqueceste muita coisa;
Esqueceste que as minhas pernas cresceram,
Que todo o meu corpo cresceu,
E até o meu coração
Ficou enorme, mãe!

 

Olha - queres ouvir-me? -
Às vezes ainda sou o menino
Que adormeceu nos teus olhos;

 

Ainda aperto contra o coração
Rosas tão brancas
Como as que tens na moldura;

 

Ainda oiço a tua voz:
Era uma vez uma princesa
No meio do laranjal...

 

Mas - tu sabes - a noite é enorme,
E todo o meu corpo cresceu.
Eu saí da moldura,
Dei às aves os meus olhos a beber.

 

Não me esqueci de nada, mãe.
Guardo a tua voz dentro de mim.
E deixo as rosas.

 

Boa noite. Eu vou com as aves.

 

Eugénio de Andrade

 

......

 

85 anos, Mãe!

Agora, que nos olhamos sem sombras a  toldar o nosso amor.

Que a dor se fundiu com a compreensão e deu lugar à paz.

Agora, Mãe...! Posso dizer que caminhamos de mãos dadas num caminho único.

 

" Eu vou com as aves  "  e de vez em quando levo-te comigo.

 
Parabéns, Mãe.

 
 

 

neste momento estou: feliz com a minha mãe

escrevinhado por MT-Teresa às 09:36
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
partilhar
Sábado, 3 de Janeiro de 2009

A minha Mãe

(imagem de autor desconhecido)

 
Chegou com aqueles olhos muito vivos e o sorriso de outrora que me fizeram esquecer os muitos anos de vida e as marcas inegáveis no seu rosto de anciã. A velhice, além das dores de ossos e outras maleitas, trouxera-lhe também alguma serenidade e resignação perante as diversas coisas que ia gradualmente deixando de poder fazer no seu dia-a-dia. 
 
Os últimos anos não tinham sido generosos com ela. Nunca se está preparado para uma velhice repentina, mesmo que a idade já seja avançada Para mim, que a observo em silêncio e sem valorizar aparentemente essa realidade cruel, também é doloroso assistir à galopada infernal da decadência que inevitavelmente vem com a velhice.

Mas naquele dia, ela vinha radiosa e feliz, na sua camisola nova e colar de pérolas, preparada para o jantar de Ano Novo em minha casa. Eu, atarefada com os preparativos, andava de um lado para o outro, cheia de energia, como ela sempre gostou.

 
É pela minha energia e vontade de fazer coisas que ela mede a forma como me sinto.

Ela sabe. Conhece-me como ninguém e confesso que isso muitas vezes me incomodou.  
 
 

Mas, agora, já não me escondo do seu olhar.

Já não fujo. Já não "represento".

Deixou de ter importância desde que a comecei a "ver" de outro modo.

E temo que o que ela sempre diz, em cada Natal e Ano Novo que passa  "Este vai ser o último", possa acontecer de um momento para o outro.

 
 

 


escrevinhado por MT-Teresa às 12:49
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
partilhar
Domingo, 4 de Maio de 2008

Não envelheças, Mãe!

 
Mãe
Não quero ver a velhice a tomar conta
Dos teus gestos, da tua memória, dos teus passos.
 
 
Quando te olho
É o meu reflexo que vislumbro
No espelho do tempo 
De mão dada com a infância
Que já não tenho
 
Passou tão depresa, Mãe...!
O nosso tempo dos risos e das brincadeiras
De meninas.
 
Não sei porquê, Mãe, mas cego
Perante os sinais do tempo
Que te está a levar de mim
Aos poucos, de mansinho.
 
Não envelheças Mãe.
Não assim. Tão de repente.
 
 

neste momento estou: um pouco triste

escrevinhado por MT-Teresa às 21:38
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
partilhar
Quinta-feira, 20 de Março de 2008

"E Deus criou a mulher"

 

 
"Deus não podia estar em todo o lado e por isso criou as mães"

  
R. Kipling

 

 

neste momento estou: com força

escrevinhado por MT-Teresa às 07:21
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
partilhar
Domingo, 6 de Maio de 2007

O Presente que Mais Desejas

 Return de Magritte

.

Querida Mãe, estou a escrever-te porque sei que este é o presente que mais desejas.
Dizes-me sempre que não precisas de nada e que preferes "uma carta". Claro, eu sei porque desejas tanto que eu te escreva no dia da Mãe.Tens saudades de quando eu era pequena e te escrevinhava  "linhas de amor", cheias de erros e que ainda hoje guardas religiosamente.
 .
Durante muitos anos não o fiz e sentia a tua tristeza.
Não compreendias que a vida tinha feito estragos na nossa relação de mãe-filha.
O meu amor por ti nunca esteve em causa.
Apenas falhou a compreensão e a tolerância .
Falhou a tua aceitação à mulher em que me tornei
E esse facto provocou muitas lutas entre nós.
 
Finalmente estou em paz contigo.
Uma paz que já dura há algum tempo e que me faz esquecer as nossas diferenças. 
Sempre tive muito medo que partisses e deixasses em mim essa mágoa não resolvida.
Sempre soube que se isso acontecesse a dor de te ver partir seria imensamente maior.
. 
Talvez o Pai, que já nos deixou há tanto tempo, tenha dado uma "mãozinha".
Quem sabe...
 
Quero dizer-te que te admiro. Que és uma mulher cheia de força e uma grande lutadora.
Que nos teus 83 anos continuas a dar uma lição de vida e coragem.
 
Quero dizer-te que te agradeço por finalmente olhares para mim, como um ser único.
A aceitação da minha individualidade é a maior prova de amor que alguma vez me deste.
 
Hoje quando te abraçar e beijar, faço-o de coração leve.  
Ambas merecemos esta paz.
. 
O meu amor por ti está finalmente pacíficado.
.

neste momento estou: em paz
tags: , ,

escrevinhado por MT-Teresa às 07:41
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
partilhar
Sábado, 31 de Março de 2007

Parabéns Mãe

Pintura: Leonardo da Vinci

.

Disseste-me um dia:
 
- O Amor é um caminho de dois sentidos
 
Durante muito tempo, no ínicio, essa regra foi cumprida. Depois, foi um longo percurso solitário em que o "meu" caminho" não encontrou o teu.
 
Nunca duvidei do amor que nos unia. Não era disso que se tratava. O que estava em jogo era a forma e as escolhas.
 
Não sou o teu reflexo ou a imagem que no teu imaginário querias que fosse, e a tua força quase me esmagou.
 
Mas estou aqui e sempre estive, e agora quando olho para ti e te abraço sinto-te mais frágil  e uma enorme paz inunda o meu coração.
 
Encontrei finalmente o sentido certo do caminho que me leva a ti.
 
Parabéns mãe.
 
Amo-te
.

 

neste momento estou: bem
tags: , ,

escrevinhado por MT-Teresa às 09:31
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
partilhar

Bem Vindos



" As ondas quebravam uma a uma. Eu estava só com a areia e com a espuma. Do mar que cantava só para mim

Sophia de Mello Breyner



Esta sou eu

segue-me

. 51 seguidores

Vivências Recentes

Se eu pudesse...Mãe!

Mãe

A minha Mãe

Não envelheças, Mãe!

"E Deus criou a mulher"

O Presente que Mais Desej...

Parabéns Mãe

Vivências Passadas

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Quem visito e me visita


Created by Crazyprofile.com

mais comentados

8 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários

últ. comentários

Eu quase choro com esse texto, é muito emocional. ...
http://relatodeumaborto.webnode.com/ Minha Histori...
Oi GENTE MEU NOME E ROSE TENHO 13 EU SO...
Chocante
oi meu nome é joice e eu to grávida ...
eu sou totalmente contra o aborto... eu tenho 15 a...
Acho o seguinte: todos cometemos erros! Com certez...
tb naum axo certo o aborto...matarem seu proprio f...
Isso e uma falta de ética. Pq... Q na hr q ...
Olá, Tenho 18 anos , minha namorada é mais nova do...
As nuvens passam, as amaçadores também. Desejo que...
JoãoDesistir nunca! Apenas deixei de escrever, mas...
Todos temos dores, sofremos. [Error: Irreparable i...
Aborto uma das piores coisas da vida,um ser apagan...
ESte blog é muito simpatico, Gostei,Miguel

tags

25 de abril(5)

abril(9)

adeus(9)

alegria(5)

amigos(30)

amizade(14)

amor(137)

aniversário(9)

ano novo(3)

arte(7)

ausência(17)

azuis(9)

beleza(7)

blog(41)

blogue(5)

café(3)

casa das flores(3)

cecilia meireles(6)

cinema(4)

cinza(3)

citação(29)

coisas simples(4)

consciência(3)

cores(3)

dança(16)

david mourão ferreira(7)

descoberta(3)

desejos(7)

desencontro(4)

dia do livro(3)

dor(4)

encontro(4)

enganos(5)

escolhas(4)

escrita(3)

espectaculo(3)

eu(12)

eugénio de andrade(5)

fado(4)

férias(5)

fernando pessoa(3)

filho(15)

fim(4)

florbela espanca(5)

flores(17)

fotografia(13)

fotos(11)

fotos minhas(4)

ilusão(3)

inquietação(3)

joaquim sustelo(4)

josé l. santos(3)

lágrimas(3)

liberdade(13)

lisboa(10)

livros(8)

lua(6)

luz(4)

mãe(7)

manhãs(4)

mar(19)

margarida(4)

maria teresa horta(4)

máscaras(5)

memória(18)

miguel torga(7)

morte(6)

mulher(9)

música(19)

natal(8)

noite(19)

olhos(4)

pai(4)

paixão(16)

páscoa(4)

paz(9)

pintura(13)

poema(117)

poemas de amor(8)

poesia(85)

portugal(5)

primavera(6)

rugby(6)

saudade(24)

silêncio(15)

sol(5)

solidão(19)

sonho(9)

sonhos(4)

sophia m breyner(18)

tango(5)

tempo(14)

trabalho(5)

triste(4)

tristeza(15)

tu(4)

veneza(4)

vida(225)

video(17)

zeca afonso(4)

todas as tags

Pesquisa

 

Favoritos

Vivências

1º Aniversário

As nossas almas

Encontro Mágico

Estrela do Mar II

A Carícia do Sol

Parabéns Filho

A Teia

Dia do Livro

O Crepúsculo

subscrever feeds