Quinta-feira, 23 de Abril de 2009

Os Livros e o 25 de Abril

 


 

 

Foto: Jean Sebastien Monzani

 
.......

 
 
Porque hoje é o dia do livro ...

 

Nas tuas mãos

Fui livro inteiro

Árvore frondosa, amada

Fruto doce e perfumado

Lágrima silenciosa

Em cada página de paixão

 

Fui escrita dolorosa

Desenganada e saudosa

Rosa desfolhada, no jardim da inquietação

 

Sou, ainda, livro inteiro

Intimista e verdadeiro

Nas asas da imaginação

 

 


 

E porque vou estar de férias

(a realização de um sonho antigo, revisitar uma cidade única e mágica, Veneza)

 

  Deixo-vos antecipadamente 

A Flor Rubra da Liberdade

Para que nunca seja esquecida, neste tempo de fracas memórias 

e de promessas incumpridas

 
 

 

25 de Abril Sempre!

 

Não sei...
Se as flores silvestres de Abril
são Cravos acorrentados dentro de jarras
a desfolhar-se lentamente
em nome da Liberdade
 
[ Excerto de "Este Abril", 25/04/2008 ] 
 
 

 

neste momento estou: feliz por estar de férias

escrevinhado por MT-Teresa às 10:30
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
partilhar
Quinta-feira, 12 de Março de 2009

Sem Título

Salvador Dali

 
 

Não posso apagar a memória.
Poderia, talvez, cerrar os olhos e fingir
que não vivi.
Adormecer. Fechar portas e janelas
e deixar que a solidão me saudasse
novamente.
Ou então, rasgar os rascunhos que fiz.
Provisórios e cheios de ilusão.
Escrever de novo. Num livro diferente.
Sem páginas riscadas.
Sem pontos de interrogação.
Sem paixão.

 

 
 


escrevinhado por MT-Teresa às 19:35
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
partilhar
Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2008

Pergunto ao vento...

 
 

Desfilam por entre os meus dedos, contos de paixão, indiferentes.
E eu...pergunto ao vento:
- Porque será que o amor não é para sempre?
 
[ como nos livros ] 
 

escrevinhado por MT-Teresa às 22:32
link do post | comentar | ver comentários (23) | favorito
partilhar
Sábado, 17 de Novembro de 2007

O sonho da "Quimera"

 

 

 

A minha amiga "Doce Quimera"  daqui, que também é Maria Teresa como eu,  vai hoje concretizar um dos seus sonhos.

 

A apresentação do seu primeiro livro "Cardos e Quimeras"

 é hoje, às 17,00h, no

 Auditório da Assembleia Municipal de Vila Nova de Gaia (Rua General Torres, por detrás do edifício da Câmara Municipal),

 e a sua poesia é assim:

 

Rosa viçosa
Vaidosa…
Altiva naquele jardim
Olhava as outras de lado
E nem ligava ao jasmim.
Que branquinho suspirava
Pelo amor daquela rosa
Chegava-lhe o seu perfume
E ela sempre vaidosa.
Mesmo com altivez!
Não ligava ao companheiro
Que bem pertinho dela
Suspirava o dia inteiro.
Com a chuva da manhã
Mais bela ainda ficou
Mas o sol aqueceu
E a rosa desfolhou.
Ficou, então o jasmim
Ainda na sua alvura...
Com saudades daquela flor
Que nem lhe dera ternura!
 
M. Teresa (Doce Quimera),
In Cardos e Quimeras, Ed.100
 

 

 

Envio-te daqui, amiga das terras do Norte, os meus sinceros parabéns pela concretização do teu sonho, uma vez que não poderei estar presente.

 
Que este dia seja um marco inesquecível na tua vida.

 
 

 


escrevinhado por MT-Teresa às 10:36
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
partilhar
Domingo, 4 de Novembro de 2007

O meu amigo distante

 

Tenho um amigo que gosta do Beija-Flor.

Conheço-lhe o cantar da voz. Conheço-lhe o riso e os lamentos.

O seu lado triste e solitário é quase como o meu.

Nunca estivemos frente a frente, mas conheço-lhe o rosto.

Mais importante que tudo, penso que lhe conheço a alma e a minha também não lhe é desconhecida.

Tenho um amigo que é o meu amigo distante.
Vive do outro lado do oceano e fala a mesma língua que eu.

Disse-me uma vez que não há distâncias e disse-me isso através de um livro que me ofereceu.
Talvez ele tenha razão.

Talvez as distâncias não contem, porque afinal "o essencial é invisível aos olhos" e o que importa realmente é o que se sente.
 
O meu amigo é humilde porque é um homem de grande sabedoria e cultura e raramente deixa que isso se perceba.

Também é um homem de sonhos e de grande sensibilidade.

Um lutador pela justiça.

Um resistente..

Um homem que escreve a brincar acerca de coisas sérias, como por exemplo a liberdade.

Também escreve poesia, mas ele acha que não. 

 
No outro dia recebi uma encomenda:

- Era um livro e um convite.

 
É o seu 1º livro " O Porco e a Filosofia "

 

O livro estou a lê-lo, e o seu lançamento será no próximo dia 10 de Novembro, na cidade de Ribeirão Preto, S. Paulo, Brasil.



O Oceano impede-me de estar presente fisicamente. Estarei de outra forma.

Ele tinha razão: "A distância é um lugar que não existe"

 

O nome do meu amigo?

 

   "Jota Há"


 

neste momento estou: grata

escrevinhado por MT-Teresa às 22:02
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
partilhar
Quarta-feira, 9 de Maio de 2007

Os Rituais

 

.

 

Era melhor teres vindo à mesma hora - disse a raposa.
Se vieres, por exemplo, às quatro horas, às três, já eu começo a ser feliz. E quanto mais perto for da hora, mais feliz me sentirei. Às quatro em ponto já hei-de estar toda agitada e inquieta: é o preço da felicidade! Mas se chegares a uma hora qualquer, eu nunca saberei a que horas é que hei-de começar a arranjar o meu coração, a vesti-lo, a pô-lo bonito...São precisos rituais.
 
- O que é um ritual? - perguntou o principezinho.
- Também é uma coisa de que toda a gente se esqueceu - respondeu a raposa. - É o que faz com que um dia seja diferente dos outros e uma hora, diferente das outras.
.
 
Antoine de Saint-Exupéry in O Principezinho
.
neste momento estou: bem

escrevinhado por MT-Teresa às 21:38
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
partilhar
Terça-feira, 5 de Dezembro de 2006

O Triunfo dos Porcos

 

 

"O Triunfo dos Porcos" de George Orwell

Sempre actual...de leitura obrigatória...eles ainda andam por aí... 



" Major, o porco, diz: - Agora, camaradas, vou falar do meu sonho da noite passada. Sonhei como seria a Terra quando o homem desaparecesse..."

" O Homem é a única criatura que consome sem produzir. Não dá leite, não põe ovos, é muito fraco para puxar o arado e não corre o bastante para caçar coelhos. Pois apesar de tudo é o Senhor de todos os animais...

..." Tenho mais uma coisa a dizer-vos. Eu insisto:  - nunca vos esqueçais que é vosso dever serdes sempre e de todas as maneiras inimigos do homem. Tudo o que anda com dois pés é inimigo. Os que andam com quatro pés ou têm asas são amigos"

" Todos os animais são iguais mas alguns, são mais iguais do que outros"

" Mas quanto mais os animais lá fora olhavam, mais lhes parecia que alguma coisa de estranho se estava a passar. O que seria que se tinha alterado na cara dos porcos?....mas o que seria que se estava desvanecendo e alterando?

...Não havia dúvidas agora sobre o que estava acontecendo às caras dos porcos. Os que se encontravam lá fora, olhavam do porco para o homem, do homem para o porco e novamente do porco para o homem, mas era já impossível distinguir uns dos outros."


escrevinhado por MT-Teresa às 20:46
link do post | comentar | favorito
partilhar

Lembrei-me do Principezinho...

  

Ainda bem que me lembrei. É um dos meus livros de cabeceira, desde os 13 anos de idade e é dos livros que costumo oferecer com o maior dos gostos.

Adoro aquele Pequeno Príncipe!

Não se esqueçam... se virem uma criança, com cabelos dourados como o Trigo, é ELE e avisem o Antoine, que ele pediu no fim do livro...







" ... A raposa calou-se e ficou a olhar durante muito tempo para o principezinho.

- Por favor.... Prende-me a ti! - Acabou finalmente por dizer.

- Eu bem gostava - respondeu o principezinho - mas não tenho muito tempo. Tenho amigos para descobrir e uma data de coisas para conhecer...

- Só conhecemos as coisas que prendemos a nós - disse a raposa - Os homens, agora, já não têm tempo para conhecer nada. Compram as coisas já feitas nos vendedores. Mas como não há vendedores de amigos, os homens já não têm amigos. Se queres um amigo, prende-me a ti!

- E o que é preciso fazer? - Perguntou o principezinho

- É preciso ter muita paciência...

... Foi assim que o principezinho prendeu a si a raposa. E quando chegou a hora da despedida:

Adeus...

Adeus - disse a raposa - Vou-te contar o tal segredo. É muito simples: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos... " 

Antoine de Saint-Exupéry

 

 

 


escrevinhado por MT-Teresa às 19:54
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
partilhar

Bem Vindos



" As ondas quebravam uma a uma. Eu estava só com a areia e com a espuma. Do mar que cantava só para mim

Sophia de Mello Breyner



Esta sou eu

segue-me

. 51 seguidores




Created by Crazyprofile.com


myspace layouts, myspace codes, glitter graphics



RESPEITE OS DIREITOS DE AUTOR

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape





Click for Lisbon, Portugal Forecast

Vivências Recentes

Os Livros e o 25 de Abril

Sem Título

Pergunto ao vento...

O sonho da "Quimera"

O meu amigo distante

Os Rituais

O Triunfo dos Porcos

Lembrei-me do Principezin...

Vivências Passadas

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

CURRENT MOON

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


online
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Quem visito e me visita


Created by Crazyprofile.com

mais comentados

23 comentários
6 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários

últ. comentários

Eu quase choro com esse texto, é muito emocional. ...
http://relatodeumaborto.webnode.com/ Minha Histori...
Oi GENTE MEU NOME E ROSE TENHO 13 EU SO...
Chocante
oi meu nome é joice e eu to grávida ...
eu sou totalmente contra o aborto... eu tenho 15 a...
Acho o seguinte: todos cometemos erros! Com certez...
tb naum axo certo o aborto...matarem seu proprio f...
Isso e uma falta de ética. Pq... Q na hr q ...
Olá, Tenho 18 anos , minha namorada é mais nova do...
As nuvens passam, as amaçadores também. Desejo que...
JoãoDesistir nunca! Apenas deixei de escrever, mas...
Todos temos dores, sofremos. [Error: Irreparable i...
Aborto uma das piores coisas da vida,um ser apagan...
ESte blog é muito simpatico, Gostei,Miguel

tags

25 de abril(5)

abril(9)

adeus(9)

alegria(5)

amigos(30)

amizade(14)

amor(137)

aniversário(9)

ano novo(3)

arte(7)

ausência(17)

azuis(9)

beleza(7)

blog(41)

blogue(5)

café(3)

casa das flores(3)

cecilia meireles(6)

cinema(4)

cinza(3)

citação(29)

coisas simples(4)

consciência(3)

cores(3)

dança(16)

david mourão ferreira(7)

descoberta(3)

desejos(7)

desencontro(4)

dia do livro(3)

dor(4)

encontro(4)

enganos(5)

escolhas(4)

escrita(3)

espectaculo(3)

eu(12)

eugénio de andrade(5)

fado(4)

férias(5)

fernando pessoa(3)

filho(15)

fim(4)

florbela espanca(5)

flores(17)

fotografia(13)

fotos(11)

fotos minhas(4)

ilusão(3)

inquietação(3)

joaquim sustelo(4)

josé l. santos(3)

lágrimas(3)

liberdade(13)

lisboa(10)

livros(8)

lua(6)

luz(4)

mãe(7)

manhãs(4)

mar(19)

margarida(4)

maria teresa horta(4)

máscaras(5)

memória(18)

miguel torga(7)

morte(6)

mulher(9)

música(19)

natal(8)

noite(19)

olhos(4)

pai(4)

paixão(16)

páscoa(4)

paz(9)

pintura(13)

poema(117)

poemas de amor(8)

poesia(85)

portugal(5)

primavera(6)

rugby(6)

saudade(24)

silêncio(15)

sol(5)

solidão(19)

sonho(9)

sonhos(4)

sophia m breyner(18)

tango(5)

tempo(14)

trabalho(5)

triste(4)

tristeza(15)

tu(4)

veneza(4)

vida(225)

video(17)

zeca afonso(4)

todas as tags

Pesquisa

 

Favoritos

Vivências

1º Aniversário

As nossas almas

Encontro Mágico

Estrela do Mar II

A Carícia do Sol

Parabéns Filho

A Teia

Dia do Livro

O Crepúsculo

subscrever feeds