Segunda-feira, 6 de Outubro de 2008

Amália Eterna

 (1920 - 6/Out/1999)
 

Estou a ouvir a Amália...
Fecho os olhos e deixo-me envolver pelo som das guitarras e pela sua voz que me toca tão  profundamente que me sinto morrer por dentro.
É assim o fado desta Lisboa que é minha.
 
Amália...tu és Lisboa!
 

(ler o texto completo aqui)

 
......

 
Não é novidade o meu gosto pelo fado e pela Amália Rodrigues e, hoje, dei-me conta de que faz nove anos que ela nos deixou fisicamente.

A sua voz e a sua imagem permanecem.

Esta noite, no Vivências, ouve-se o fado na voz da Amália; queiram fazer silêncio, por favor. 

 


escrevinhado por MT-Teresa às 19:41
link do post | comentar | favorito
partilhar
Segunda-feira, 21 de Abril de 2008

Sombra

 

Sombra ( Fado Nocturno)

 

Se a noite escura demora
Cativa dentro do meu peito
pressinto quando me deito
a voz de alguém, que hoje não vem
e mora em mim a toda hora

Falando grave e escondido
Por entre as coisas reais
suspende a força da vida
e não é ninguém, ah e não é ninguém
somente sombra e nada mais

Porém a voz que se ouvia
morre com a noite no cais
e o sol agora me alumia

 

(Letra de Rui Machado, Música de António Chainho, Voz de Teresa Salgueiro)

....

 
 

Aqui também se ouve fado!...

Aqui se recordam amigos, mesmo que sejam sombras fugidias...

 

Boa noite

 








neste momento estou: saudosa
ao som de: Sombra( Fado Nocturno) - Teresa Salgueiro

escrevinhado por MT-Teresa às 23:27
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
partilhar
Terça-feira, 20 de Março de 2007

Primavera

.

Todo o amor que nos prendera
Como se fora de cera
Se quebrava e desfazia
Ai funesta Primavera
Quem me dera, quem nos dera
Ter morrido nesse dia
Ai funesta Primavera
Quem me dera, quem nos dera
Ter morrido nesse dia


E condenaram-me a tanto
Viver comigo meu pranto
Viver, viver e sem ti
Vivendo sem no entanto
Eu me esquecer desse encanto
Que nesse dia perdi
Vivendo sem no entanto
Eu me esquecer desse encanto
Que nesse dia perdi

Pão duro da solidão
É somente o que nos dão
O que nos dão a comer
Que importa que o coração
Diga que sim ou que não
Se continua a viver
Que importa que o coração
Diga que sim ou que não
Se continua a viver

Todo o amor que nos prendera
Se quebrara e desfizera
Em pavor se convertia
Ninguém fale em Primavera
Quem me dera, quem nos dera
Ter morrido nesse dia

Ninguém fale em Primavera
Quem me dera, quem nos dera
Ter morrido nesse dia

.

David Mourão Ferreira

ao som de: Primavera

escrevinhado por MT-Teresa às 17:33
link do post | comentar | favorito
partilhar
Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2006

Lisboa

 

Estou a ouvir a Amália...
Fecho os olhos e deixo-me envolver pelo som das guitarras e pela sua voz que me toca tão  profundamente que me sinto morrer por dentro.
É assim o fado desta Lisboa que é minha
São os cheiros perturbadores que desafiam os meus sentidos
O Tejo que me desencaminha 
Esta luz branca que me cega e me apaixona
As sombras que me seduzem, nas esquinas
A inquietação das partidas
Os desejos, feitos colinas de dor
 
Amália...tu és Lisboa
E Lisboa...sou eu!
.
T.E.
.
ao som de: Amália

escrevinhado por MT-Teresa às 21:34
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
partilhar

Esta sou eu

segue-me

. 51 seguidores

Vivências Recentes

Amália Eterna

Sombra

Primavera

Lisboa

Vivências Passadas

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Quem visito e me visita

mais comentados

7 comentários
5 comentários

últ. comentários

Eu quase choro com esse texto, é muito emocional. ...
http://relatodeumaborto.webnode.com/ Minha Histori...
Oi GENTE MEU NOME E ROSE TENHO 13 EU SO...
Chocante
oi meu nome é joice e eu to grávida ...
eu sou totalmente contra o aborto... eu tenho 15 a...
Acho o seguinte: todos cometemos erros! Com certez...
tb naum axo certo o aborto...matarem seu proprio f...
Isso e uma falta de ética. Pq... Q na hr q ...
Olá, Tenho 18 anos , minha namorada é mais nova do...
As nuvens passam, as amaçadores também. Desejo que...
JoãoDesistir nunca! Apenas deixei de escrever, mas...
Todos temos dores, sofremos. [Error: Irreparable i...
Aborto uma das piores coisas da vida,um ser apagan...
ESte blog é muito simpatico, Gostei,Miguel

tags

25 de abril(5)

abril(9)

adeus(9)

alegria(5)

amigos(30)

amizade(14)

amor(137)

aniversário(9)

ano novo(3)

arte(7)

ausência(17)

azuis(9)

beleza(7)

blog(41)

blogue(5)

café(3)

casa das flores(3)

cecilia meireles(6)

cinema(4)

cinza(3)

citação(29)

coisas simples(4)

consciência(3)

cores(3)

dança(16)

david mourão ferreira(7)

descoberta(3)

desejos(7)

desencontro(4)

dia do livro(3)

dor(4)

encontro(4)

enganos(5)

escolhas(4)

escrita(3)

espectaculo(3)

eu(12)

eugénio de andrade(5)

fado(4)

férias(5)

fernando pessoa(3)

filho(15)

fim(4)

florbela espanca(5)

flores(17)

fotografia(13)

fotos(11)

fotos minhas(4)

ilusão(3)

inquietação(3)

joaquim sustelo(4)

josé l. santos(3)

lágrimas(3)

liberdade(13)

lisboa(10)

livros(8)

lua(6)

luz(4)

mãe(7)

manhãs(4)

mar(19)

margarida(4)

maria teresa horta(4)

máscaras(5)

memória(18)

miguel torga(7)

morte(6)

mulher(9)

música(19)

natal(8)

noite(19)

olhos(4)

pai(4)

paixão(16)

páscoa(4)

paz(9)

pintura(13)

poema(117)

poemas de amor(8)

poesia(85)

portugal(5)

primavera(6)

rugby(6)

saudade(24)

silêncio(15)

sol(5)

solidão(19)

sonho(9)

sonhos(4)

sophia m breyner(18)

tango(5)

tempo(14)

trabalho(5)

triste(4)

tristeza(15)

tu(4)

veneza(4)

vida(225)

video(17)

zeca afonso(4)

todas as tags

Pesquisa

 

Favoritos

Vivências

1º Aniversário

As nossas almas

Encontro Mágico

Estrela do Mar II

A Carícia do Sol

Parabéns Filho

A Teia

Dia do Livro

O Crepúsculo

subscrever feeds