Sábado, 20 de Dezembro de 2008

O Natal e a Caixinha de Música

 
 

~~~~~~~

 

 

Em Dezembro de 2006 escrevi um post sobre Caixinhas de Música

e sobre o meu desejo de ter uma.

 

Neste Natal de 2008

 

Em que o frio, a chuva e a neve

se fazem sentir com intensidade

Em que a crise está instalada

e veio para durar

Em que a esperança de dias melhores

parece congelada

Em que a poesia e a escrita

estão adiadas (em mim)

 

Neste Natal

 

 Com um sorriso de satisfação

e um brilho especial nos olhos

" ofereci-me "

esta caixinha de música

 

 

 

 

 
Deixo-vos a música do "Quebra Nozes"

de Tchaikovsky

e os meus votos de

 

BOAS FESTAS

 
 

 
 

 

 

neste momento estou:
ao som de: Quebra Nozes de Tchaikovsky

escrevinhado por MT-Teresa às 14:53
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
partilhar
Terça-feira, 7 de Outubro de 2008

Vegetal e Só

Maggie Taylor

 

É outono, desprende-te de mim.

 
Solta-me os cabelos, potros indomáveis

sem nenhuma melancolia,

sem encontros marcados,

sem cartas a responder.

 
Deixa-me o braço direito,

o mais ardente dos meus braços,

o mais azul,

o mais feito para voar.

 
Devolve-me o rosto de um verão

Sem a febre de tantos lábios,

Sem nenhum rumor de lágrimas

Nas pálpebras acesas

 
Deixa-me só, vegetal e só,

correndo como rio de folhas

para a noite onde a mais bela aventura

se escreve exactamente sem nenhuma letra.

 
Eugénio de Andrade

 
 


escrevinhado por MT-Teresa às 20:36
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
partilhar
Quinta-feira, 18 de Setembro de 2008

A Minha Lua

Foto de MTeresaVivências

 
 

Pela janela entreaberta sobre o campo,
saúdam-me as árvores, os pássaros e os gatos.
 
A quinta está envolta numa luz difusa que anuncia a chegada de uma noite cálida e serena. Tudo parece adormecido e os ramos verdes e frondosos rodeiam a casa, sólida e branca, como se o tempo tivesse parado naquele lugar aprazível e bucólico.
 
Ao longe, os ruídos da cidade fazem-se ouvir como um eco distante e disforme. Nada perturba aquela paz. Sentada à janela deixo-me invadir por um bem estar indefinível e fico grata por  poder desfrutar desta vista que por milagre ainda não foi destruída pelo homem.
 
De repente, a lua surge no horizonte e dança timidamente sobre o arvoredo, inundando toda a paisagem com a sua luz avermelhada. É lua cheia e vislumbro na sua face, os olhos; o nariz  e o sorriso largo a dar-me as boas noites.
 
Lembro-me, então, da minha infância e imagino novamente que a lua tem uma cara como nós.

 

...............

 
O Vivências fez dois anos de existência no passado dia 14.

Nas suas páginas escreveram-se; o amor; a paixão; a dor; a solidão; a amizade; a alegria; a música; a pintura; a fotografia e, essencialmente, a poesia.

 
Dois anos é já algum tempo e apercebo-me que a minha vontade de escrever já não é igual ao que era quando iniciei o Vivências. Confesso públicamente que, como um amigo me disse recentemente, a escrita é fácil para mim quando estou triste. Por um lado, ainda bem que aquela tristeza toda me abandonou e que agora o meu percurso se faz por caminhos menos cinzentos e mais leves de percorrer. Se isso poderá significar um maior afastamento da escrita não quer dizer que o meu gosto pela poesia tenha acabado.

 

O que pretendo dizer é que o Vivências continuará a ser um canto dedicado à Poesia, mesmo que seja fundamentalmente feita por outros. 

 
Por fim, o meu agradecimento vai para todos aqueles que me visitaram e acompanharam ao longo destes dois anos. As minhas desculpas vão para quem me comentou e eu não tive oportunidade de responder ou de visitar.

 

Como um amigo escrevia, sempre que me visitava, também eu afirmo:

 

 - Estou sempre aqui...!

 

[ hoje deixo-vos a minha Lua com cara de gente como nós ] 
 

 

neste momento estou: de bem com a vida

escrevinhado por MT-Teresa às 22:07
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
partilhar
Terça-feira, 5 de Agosto de 2008

Porque...

 
...ainda estou de férias e, regra geral,  ficamos mais leves, mais descontraídos e de bem com o mundo, deixo-vos a minha espiral de amizade e bem estar que espero seja contagiante.

 
Até para a semana.

 
 
 

 

 

neste momento estou: muito bem de férias

escrevinhado por MT-Teresa às 16:51
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
partilhar
Sexta-feira, 16 de Maio de 2008

Criatividade e Beleza

 

 

 
 

 

 

 

Fotografias "mágicas" de Alastair Magnaldo  [ Almagnus ]

 
........................
 
A criatividade do homem não tem limites, mesmo que se utilizem alguns truques, como é o caso.

 

Vale a pena "entrar" neste universo de fantasia criado pela imaginação e olhos de um fotógrafo.

 

Boa "viagem" e bom fim de semana.

 
 
 

 

 

neste momento estou: maravilhada
ao som de: Sergei Prokofiev - Romeo and Juliet

escrevinhado por MT-Teresa às 22:51
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
partilhar

E porque hoje...

 
acordei com o Sol a entrar pelas janelas

deixo-vos esta flor e votos de um bom dia de Primavera

 

 

Foto MTeresaVivências

 
 


escrevinhado por MT-Teresa às 07:34
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
partilhar
Terça-feira, 25 de Março de 2008

Resistir

 

Monge Tibetano

 

 

Quem se torna senhor de uma cidade habituada a viver em liberdade e não a destrói, espere para ser destruído por ela.

 

Maquiavel, in "O Príncipe" 

 
 

 


escrevinhado por MT-Teresa às 07:58
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
partilhar
Sábado, 22 de Março de 2008

A Páscoa e a Arte

Pieta, Escultura de Michelangelo (1475-1564)

 

Pieta, Pintura de William Blake, 1795

 

Pieta, Pintura de Bellini (1430-1516)

 

Pieta, Pintura de Paula Rego, 2002

Pieta, Pintura de El Greco (1541-1614)

  

Pieta, Escultura em bronze de Françoise Naudet, 1928

Pieta, Pintura de Rubens, 1612

 
...............

 
 

Desejo a todos uma Boa Páscoa!

 

 

 

 


escrevinhado por MT-Teresa às 22:07
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
partilhar
Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008

O meu "Campeão"

 

O meu agradecimento a todos os amigos e visitantes que me "acompanharam" de uma forma ou de outra, neste momento difícil.

 

O meu  "campeão"  venceu mais esta  "partida" que não estava no calendário de jogos. Está mais pesado (provisóriamente) porque agora transporta com ele uma placa e alguns parafusos, no entanto o seu sorriso e a sua determinação não foram afectados.

 

 A recuperação vai exigir alguns meses de sacrifício, tenacidade e paciência, mas ele tem um objectivo: 

   
 - Voltar a entrar em campo com a camisola do seu Benfica.

 

Repito o que escrevi há uns tempos atrás:

- Gosto de ter um blogue...e, gosto de todos vós, que me visitam, acompanham  e incentivam quase diáriamente.

 

Obrigada!

(deixo-vos o meu amor perfeito, que sem dúvida alguma tem o nome do meu filho)

 

 

 

 

neste momento estou: mais descansada

escrevinhado por MT-Teresa às 10:05
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
partilhar
Domingo, 30 de Dezembro de 2007

BOM ANO

(imagem retirada do google)

 
"Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo..."

 

Fernando Pessoa

......

 
BOM ANO DE 2008

 

 

 

neste momento estou: bem

escrevinhado por MT-Teresa às 22:32
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
partilhar
Sábado, 29 de Dezembro de 2007

Tempo

Fotografia de Jonas Valtersson

 
Pássaro azul nas mãos do tempo

Musa florida na Primavera dos sentidos

Olhos d'água a escorrer desejos         Amores

Passados        E logo outros          a sorrir palavras

em jardins encantados e secretos

Penas feitas de silêncios            A gritar destinos

E a tecer o tempo

 

Tempo     Um ano    Uma vida

Um caminho

 

 

 


escrevinhado por MT-Teresa às 22:04
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
partilhar
Domingo, 2 de Dezembro de 2007

Descobrir Coisas

 

 

 

         

 

 

 

 

 

Por vezes gosto de descobrir coisas e maravilho-me com algumas.

 


Espreitem as esculturas em papel de  Su Blackwell. Vale a pena!

 

....

 
 

Eu não procuro, descubro.

(Pablo Picasso)

 

neste momento estou: retemperada do FDS

escrevinhado por MT-Teresa às 18:00
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
partilhar
Quinta-feira, 29 de Novembro de 2007

"Olhares meus e d' Outros" - O destaque

   

 

 

Hoje, fiquei surpreendida pelo destaque que a equipa do sapo blogs,  deu ao meu blogue de fotografia:

 "Olhares meus e d' Outros" 

(na home page do sapo e aqui)

 

Estou feliz, não posso negar, até porque quem me conhece pessoalmente ou através da escrita, sabe que pequenas coisas me fazem feliz. Sou assim e parece que não vou mudar.

 

Quero agradecer aqui, no Vivências, as visitas dos meus amigos, lá no "Olhares..." e que me conhecem mais pelo que escrevo e menos pelo que capto na minha Olympus. 
 

O meu obrigado, também à minha amiga-irmã, Clara-Margarida, que me ajuda todos os fins de semana no pequeno jardim da nossa Casa das Flores, e com quem dou longos passeios pelo campo, pois sem ela teria sido impossível, fotografar o que quer que fosse.

(Aproveito para cometer uma pequena inconfidência:  Ela está à espera de um presente igual ao meu, para se iniciar nestas lides da fotografia).

 

Agradeço também ao meu amigo JF, uma vez que as fotografias dos Açores, são de sua autoria.

 

Por último, agradeço ao meu filho, que me deu de presente (no último Natal)  a pequena máquina digital com que eu "brinco"  todos os fins de semana.

 

 

Ah!...Já me esquecia:

  
 - Continuo a gostar...de vós!

 

 

 

 

 

neste momento estou: bem

escrevinhado por MT-Teresa às 21:09
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
partilhar
Terça-feira, 27 de Novembro de 2007

Gosto!

(desconheço o autor da imagem)

 
Gosto de sonhar acordada

Gosto de gostar e que gostem de mim
Gosto de pessoas que estimulam o meu humor
Gosto de silêncios consentidos e cúmplices
Mas não gosto de silêncios a mascarar despedidas
Gosto de dar gargalhadas
De sorrisos e olhares atrevidos
Não gosto de mentiras
Gosto do mar e do sol
E de me estender na areia
Encanto-me com a Lua cheia
E com o céu azul
Gosto do campo e das flores
Estou a aprender a gostar de caminhar
Gosto de jardins
Gosto de tirar fotografias

e já gostei de pintar, mas agora já não sei 
Gosto de Lisboa e do rio Tejo

Gosto de música

E adoro Fado 
Gosto de cães mas ainda gosto mais de gatos
Gosto do jardim zoológico
Gosto muito de viajar
Gosto de ler deitada

Gosto de poesia

Gosto muito de escrever
Gosto de cinema com a sala pouco cheia e sem barulho de pipocas
Gosto de musicais
Gosto de dançar colada
Não gosto muito de cozinhar a não ser que seja por amor
Gosto de bifes com ovo a cavalo
E de frango assado
Gosto muito de sardinhas assadas com salada de pimentos
Gosto muito mas muito de pão
E ainda gosto mais com ovo mexido e com chouriço
Não gosto muito de vinho
Mas gosto de água e muito de leite
Gosto do café sem açúcar
Gosto de dormir e ainda mais de passar pelas brasas depois de almoço
Não gosto nada de acordar de repente
Gosto de me apaixonar perdidamente
E de acreditar que é para sempre
Gosto de chegar
Não gosto de partir
Gosto de passear de mão dada
Gosto de fazer amor com os olhos
De me aninhar e de festas
Gosto que me aconcheguem a roupa
Não gosto de gritos
Muito menos de zangas e agressões
E de intrigas
Gosto de olhar nos olhos dos outros
Gosto quando me amam
E quando eu amo
Gosto de dar e receber livros
Gosto de fazer anos
Não gosto do Natal
Gosto de humildade
Não gosto de pessoas perfeitas

Gosto da minha familía

Adoro o meu filho 

Gosto dos amigos

Gosto de ter um blogue



E gosto de todos os que me visitam, aqui no meu canto.

Obrigada pelas 30.000 visitas

 

 

 

 

 

neste momento estou: bem

escrevinhado por MT-Teresa às 19:46
link do post | comentar | ver comentários (21) | favorito
partilhar
Sábado, 17 de Novembro de 2007

O sonho da "Quimera"

 

 

 

A minha amiga "Doce Quimera"  daqui, que também é Maria Teresa como eu,  vai hoje concretizar um dos seus sonhos.

 

A apresentação do seu primeiro livro "Cardos e Quimeras"

 é hoje, às 17,00h, no

 Auditório da Assembleia Municipal de Vila Nova de Gaia (Rua General Torres, por detrás do edifício da Câmara Municipal),

 e a sua poesia é assim:

 

Rosa viçosa
Vaidosa…
Altiva naquele jardim
Olhava as outras de lado
E nem ligava ao jasmim.
Que branquinho suspirava
Pelo amor daquela rosa
Chegava-lhe o seu perfume
E ela sempre vaidosa.
Mesmo com altivez!
Não ligava ao companheiro
Que bem pertinho dela
Suspirava o dia inteiro.
Com a chuva da manhã
Mais bela ainda ficou
Mas o sol aqueceu
E a rosa desfolhou.
Ficou, então o jasmim
Ainda na sua alvura...
Com saudades daquela flor
Que nem lhe dera ternura!
 
M. Teresa (Doce Quimera),
In Cardos e Quimeras, Ed.100
 

 

 

Envio-te daqui, amiga das terras do Norte, os meus sinceros parabéns pela concretização do teu sonho, uma vez que não poderei estar presente.

 
Que este dia seja um marco inesquecível na tua vida.

 
 

 


escrevinhado por MT-Teresa às 10:36
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
partilhar
Terça-feira, 13 de Novembro de 2007

Às vezes

 
...escapa dos meus olhos
uma lágrima furtiva 
tímida.
 
Às vezes
ainda brilha neles
o luar  
e outras
ainda se reconhecem
estrelas
 
do mar
 
 
MT-Teresa
 
neste momento estou: esbatida

escrevinhado por MT-Teresa às 21:35
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
partilhar
Domingo, 4 de Novembro de 2007

o Mar

  

Fotos: MT

 

 

Mar sonoro, mar sem fundo, mar sem fim.
A tua beleza aumenta quando estamos sós
E tão fundo intimamente a tua voz
Segue o mais secreto bailar do meu sonho.
Que momentos há em que eu suponho
Seres um milagre criado só para mim

 

Sophia de Mello Breyner

 

 

neste momento estou:

escrevinhado por MT-Teresa às 10:06
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
partilhar
Quinta-feira, 1 de Novembro de 2007

O trabalho, o prazer e os feriados

òleo de MT

 

O mundo não será feliz a não ser quando todos os homens tiverem alma de artista, isto é, quando todos tirarem prazer do seu trabalho

Auguste Rodin

 
.....

 

É dificil encontrar pessoas que tenham verdadeiro prazer no seu trabalho.

Basta observar os seus rostos pela manhã e no fim do dia quando regressam a casa. Eu costumo dizer que nos atingiu uma doença incurável

 

Talvez por isso, os feriados são uma festa.

 

BOM FERIADO!

 

 


escrevinhado por MT-Teresa às 08:47
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
partilhar
Sábado, 15 de Setembro de 2007

1º Aniversário

Banner generated at Pimp-My-Profile.com

 

Foi a 14 de Setembro de 2006 que este blogue nasceu. Primeiro como "MarAmar " e dias mais tarde com o nome de "Vivências"  que permanece até agora. Hoje, não quero deixar de agradecer a todos os meus amigos que por aqui foram passando, deixando ou não comentários, o apoio e incentivo que me deram para que eu continuasse a escrevinhar as minhas coisas, desabafando o que me ia na alma
 
O 1ª post que publiquei (escrito em 2005) foi precisamente "MarAmar" e continua actual, porque MarAmar sou eu e eu...continuo quase assim:
 
Quando me perco
de mim, de ti
ouço  o mar
sussurrar p'ra mim
.
MarAmar
mistura doce
amarga e fria
feita de sal
no areal estendida
adormecida
 
MarAmar
vem desnudar-te
toda para mim
inquietas ondas
vêm esperar-te
sou o teu fim
sereno e puro
sono profundo
.
MarAmar
perdida por ti
mergulho cega
porque é assim
corrente forte
renasço enfim!
.
 
A todos os que me "procuraram no mar" durante a minha ausência, quero que saibam que estive sempre aqui,
 apesar de silenciosa
 e que o meu regresso tem o sabor do mar,
 de onde "renasci"
e os azuis eternos do meu sentir. 
.
 
Mais uma vez, o meu agradecimento a todos.
.
Teresa(MT)
.
neste momento estou: renascida

escrevinhado por MT-Teresa às 11:18
link do post | comentar | ver comentários (22) | favorito
partilhar
Sábado, 11 de Agosto de 2007

O Virar da Página

 Foto de MT

 

.

 

Se alguém perguntar por mim, procurem no mar...

 

...talvez eu volte quando me encontrar!

.

neste momento estou: a virar uma página

escrevinhado por MT-Teresa às 08:49
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
partilhar
Quinta-feira, 9 de Agosto de 2007

Depois de Ti...

Óleo de S. Dali
.
De branco
vestida
a pele já morena
a ressaltar
descarada
de uma blusa
atrevida
e decotada
como que a chamar
os beijos
de uma boca em brasa
 
Os olhos
vivos e brilhantes
convidativos
incendeiam os
que neles se fixam
em êxtase
na contemplação
da íris
quase perfeita
onde um reflexo
de desejo
predomina
como num  espelho
 
O corpo
macio da espuma
do banho
alonga-se
e chama-te
lãnguido
na memória
viva
do que era
antes do deserto que ficou
depois de ti
.
Teresa (MT)
Julho 07
.

escrevinhado por MT-Teresa às 20:15
link do post | comentar | favorito
partilhar
Quarta-feira, 8 de Agosto de 2007

Os Altos e Baixos

.

Temos fases na vida em que tudo nos corre bem e encaramos as coisas que nos vão acontecendo com optimismo e determinação. Nessas alturas, os desafios são enfrentados com coragem e tudo à nossa volta parece sintonizar-se de forma positiva e amigável, como que a abrir  caminho para o sucesso e a auto-realização e não só estamos de bem connosco mas também com o resto das pessoas que nos cercam.

São períodos de bem estar, momentos de "tréguas" na vida agitada que levamos, tantas vezes insatisfatória e até frustrante. O trabalho corre-nos bem, as relações familiares decorrem sem sobressaltos, os amigos não nos desiludem e dizem presente mesmo sem precisarmos deles e até o amor nos sorri ou pelo menos não nos vira as costas.

Normalmente, costumamos até desconfiar de tanta coisa boa e perguntamos para nós próprios, o que será que está para vir, porque períodos de "fartura" nunca duram muito.

Por experiência própria sei (bem demais) que as "tréguas" são mesmo tréguas, e sei ainda que o drama é nunca sabermos quando acabam. Sabemos apenas que acabam.

Os estados de euforia seguidos de grande desanimo e até de tristeza são a constatação de que, mesmo sabendo essa verdade, nunca acreditamos muito nela. Ou seja, pensamos ser possível que as tréguas possam ser permanentes e por isso, como eu costumo dizer, esbanjamos sorrisos e olhares felizes, como se tivéssemos um escudo protector a evitar que sejamos atingidos por acontecimentos adversos.

Saber dosear os altos e baixos é encontrar o caminho para a estabilidade e o equilíbrio. Muitas pessoas conseguem, mas a maioria não sabe como o fazer.

No meu caso, continuo a aprender as lições que a vida me tem dado. Tem sido um curso longo, atribulado e com alguns "chumbos" pelo meio em que a "matéria" raramente é conhecida e os exames surgem sem dia marcado, no entanto nunca desisti de "estudar" e procuro sempre fazê-lo com honestidade e sem "cabular".

.

 

Talvez seja por isso que os "Deuses"  continuam a conceder-me tréguas!

.

neste momento estou: de cabeça erguida

escrevinhado por MT-Teresa às 07:55
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
partilhar
Terça-feira, 7 de Agosto de 2007

Bom Dia

 

 Foto MT

 

.

Vive de modo que nunca te envergonhes se for divulgado ao mundo o que fazes ou dizes… ainda que o que for divulgado não seja certo

 

Richard Bach

.


escrevinhado por MT-Teresa às 07:44
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
partilhar
Segunda-feira, 6 de Agosto de 2007

Vivências de todos vós: 20.000

.

As minhas Vivências e as vossas.

Os meus sentires, desabafos, dores,

alegrias, amores, amizades,´paixões, desilusões, tristezas

e tudo ou quase tudo o que me vai na alma

 e que partilho anónimamente com todos os que por aqui já passaram.

OBRIGADA

.

neste momento estou: bem

escrevinhado por MT-Teresa às 19:18
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
partilhar
Segunda-feira, 30 de Julho de 2007

Miragem

 "Aqui e Ali" Óleo de Nela Vicente

.

Timidamente invado o pensamento
teu poema, feito de frémitos nocturnos
e deixo-me desfolhar pelos olhares
das estrelas, que em teu nome
me alimentam e extasiam
 
Vinda da espuma das águas, chamo-te
para me libertares a memória, cativa ainda
de outros mares longínquos e perdidos
 
Rendida agora a outra claridade
abraço a insónia que me faz caminhar
como musa, em direcção a ti
 
mas
 
não te encontrando
onde louca te pensava
ainda em mim
regresso morta aos confins
desse lugar sem nome
e sem luz
que me reclama inteira
porque um dia me esqueci
que do amor só a miragem
me é permitido ter
.
Teresa (MT)
.
Maio e Julho 2007
.

escrevinhado por MT-Teresa às 22:05
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
partilhar
Quinta-feira, 12 de Julho de 2007

O Essencial

 

.

Vejo para lá do que é visível e encarnando a raposa que se deixou cativar, digo ao pequeno principe de cabelos cor do trigo para nunca se esquecer que "o essencial é invisivel aos olhos" .

.

Às vezes vejo coisas que o meu coração não quer ver. Mas vejo-as tão nitidamente escritas na minha alma a letras gordas e legíveis (demasiado) que acabo por tropeçar nelas. Claro que posso parecer tropêga, posso até quase cair. Mas não! Desvio simplesmente o sentido das coisas que não quero ou que aparentemente parece que não vejo. E retomo o caminho, inventando outras veredas, outras flores, outros cheiros, outros mares mas sempre, sempre, sendo eu própria.

.

As pausas, os cortes, os descansos e até mesmo as despedidas, são necessárias para que não nos deixemos afundar em rios subterrâneos e obscuros, onde a loucura, a mentira, o disfarce e até a calúnia navegam impunemente.

.

Entre a claridade e a escuridão, escolho a primeira e os espaços abertos.

.

Estou quase a ir de férias, mas a minha pausa no Vivências começa neste momento. Não sei ainda se será definitiva.

.

Deixo um abraço a todos os meus amigos e visitantes.

.

Teresa

.

neste momento estou: em paz

escrevinhado por MT-Teresa às 14:01
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
partilhar
Domingo, 1 de Julho de 2007

7 Maravilhas da Blogosfera

.

Agradeço a nomeação aos amigos

Espanto, Visitante, Augusto Gil e Carmenzita

.

As minhas nomeações vão para:

.

- Caminhando na Terra

 http://caminhandonaterra.blogspot.com/

- Doce Tere

 http://docetere.blogspot.com/

- Mar Interior

 http://marinterno.blogspot.com/

- Poesia de Augusto Gil

   http://augustopgil.blogs.sapo.PT/

- Poesia Portuguesa

 http://portuguesapoesia.blogspot.com/

- Poliedro 

 http://as-poliedro.blogspot.com/

- Vicallacer

 http://vicallacer.blogs.sapo.pt/

.

Regulamento

 

 

1. Podem participar na votação todos os bloggers que mantenham blogues activos há mais de um mês. 

 

 

2. Cada blogger deverá referenciar sete nomes de blogs. A cada menção corresponde um 1 voto.

 

3. Cada blogger só poderá votar uma vez, e deverá publicar as suas menções no seu blog [da forma que melhor lhe aprouver], enviando-as posteriormente para o seguinte e-mail: 7.maravilhas.blogoesfera@gmail.com. No e-mail, para além da escolha, deverão indicar o link para o post onde efectuaram as nomeações. A data limite para a publicação e envio das votações é dia: 01/07/2007.

 

4. De forma a reduzir alguns constrangimentos [e desplantes], e evitar algumas cortesias desnecessárias, também são considerados votos nulos:

 

- Os votos dos blogger(s) em si próprio(s) ou no(s) blogue(s) em que participa(m);

 

No dia 7.7.2007 serão anunciados os vencedores e disponibilizadas todas as votações.

 

Apelo à divulgação desta iniciativa junto a todos os bloggers interessados em reconhecer publicamente o esforço, a dedicação e o talento para a arte de blogar de alguns dos seus congéneres.

.

neste momento estou: bem comigo

escrevinhado por MT-Teresa às 22:12
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
partilhar
Terça-feira, 12 de Junho de 2007

Desafio de Stº António

 

.

 

Na noite de Sto. António
Vou para a rua dançar
Não me apareça o demónio
Na fogueira que eu saltar
 
Estou aqui ao desafio
Para quem quiser brincar
Tenho este espaço vazio
Venham todos versejar
.
Querem deixar aqui um "cheirinho" a festas populares?
.
.
neste momento estou: a cheirar a Lisboa
ao som de: Carlos Ramos - Fado de Lisboa

escrevinhado por MT-Teresa às 07:10
link do post | comentar | ver comentários (15) | favorito
partilhar
Quinta-feira, 24 de Maio de 2007

Perguntei por ti ao Vento

 

Foto de Gregória Correia

.

.

"Conversas com o vento"

Perguntei por ti, ao vento...

I

perguntei por ti, ao vento
confiante no seu saber
certo de que saberia ler
a magia do momento

agitou-se a rama do pinheiro
como linguagem gestual
o som forte no pinhal
disse franco, que primeiro

diria eu, porque razão
lhe fazia esta interrogação
tão vaga e desconcertante

ao que respondi, prontamente:
é esta paixão certamente
que reclama o amor distante...


e o vento reflectindo...foi dizendo:

II

o que te digo é complexo
é total e absorvente
de dia é luz, é reflexo
força motriz, roda persistente

é sorriso afável, é ternura
prazer ilimitado, é visão
é fraternidade e candura,
é lírio, amor-perfeito, paixão

à noite, é lua cheia
constelação piramidal
orion ou cassiopeia,
verso, poema fundamental

perguntaste-me por ela... e eu digo:

é no tempo, o minuto
no horizonte, linha mestra
na árvore, o prório fruto
na palavra, a palestra

é água de um rio secreto
fogueira de uma ilusão
tesouro em cofre aberto
sonho do sonho, é paixão

mística mistura de amor
infinito exponencial
obra-prima, átomo gerador
da verdade existencial

perguntei por ti, ao vento...
e o vento disse:


III

É a heroína de muitas lutas que ganha aos maus, na última página do livro da vida.

Escreve por norma, palavras brancas, cujo significado são nomes de flores inventados, sob a forma de coração, que umas vezes se confundem com guitarras, outras, com beijos rubros e incandescentes.

Respira perfumes desconhecidos, oriundos das ondas do mar, que em noites de lua cheia a transmutam, ora em caravela, ora em gaivota branca e que assim lhe permitem obter visões celestiais, das sete partes do mundo, que depois, em mansas marés ou à janela da casa das flores, resume em poemas afrodisíacos.

Alimenta a alma com as cores virgens da natureza, o que faz dela o "fantasma bom", das consciências obscuras e sempre, mas sempre, juiz supremo do inconformismo.

Chora e ri como os humanos, mas é mais do que isso, perpetua-se na memória dos humildes e inocentes, apenas pelo som do seu sorriso e pelo calor que emana do seu olhar.

Tem no gesto a íntima e fina condição de mulher, por isso Virgem nos sonhos, com que diáriamente se reconstrói, sempre mais bela, no modo e na permanência.

É o verdadeiro "amor-perfeito".


Tu... sombra...
só aprendeste a amar, o amor que os homens sabem fazer...

o imperfeito!

.

Autor: Victor

          José L Santos (pseudónimo)

          (sombra)

........

 

 

Tenho um amigo desconhecido, que tem deixado ao longo de muitos meses, verdadeiras pérolas, escondidas em conchas/comentários e que eu de tempos a tempos, dou a conhecer a quem me visita. Todos os que aqui o têm lido, já manifestaram a profunda admiração por tudo aquilo que escreve, quer em forma de poesia, quer em prosa.

É conhecido aqui, como Sombra, mas já utilizou vários outros nomes, nomeadamente no ínicio do Vivências.

O pseudónimo Jose L Santos, foi escolhido por ele, quando o desafiei a escolher um nome, para assinar a sua Poesia.

.

Victor, será o seu nome verdadeiro.

.

Na blogosfera, tudo é possivel, até criaram-se pontes/laços entre pessoas que não se conhecem. 

.

Quero prestar mais uma vez, um tributo, à pessoa que está por detrás dos vários nomes e divulgar de novo a sua Poesia.

.

Envio-lhe amigo Victor, um abraço carinhoso, desejos de rápida recuperação e acredite:    - Todos sentimos a sua falta.

 

 

.

Quanto a mim...continuo a perguntar por si...ao vento!

.

Bj

Teresa

.

 


neste momento estou: saudosa

escrevinhado por MT-Teresa às 22:04
link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
partilhar
Domingo, 1 de Abril de 2007

Este Mês de Abril...

.
Como escrevi no post anterior, este mês vai ser dedicado ao 25 de Abril ( antes e depois) e ao meu filho que faz no dia 17 mais um aniversário. Ele nasceu uns anos mais tarde, mas sempre lhe falei do "antes" para que pudesse ter uma compreensão melhor do "depois".
 
A música que irei colocar durante este mês, será apenas Portuguesa e os textos e poesia que divulgarei serão sobre a liberdade e  também sobre a opressão que se viveu em Portugal, durante quase 50 anos.
 
Que me desculpem os que não partilham este meu sentir e possam eventualmente passar por aqui.
.
tags: ,

escrevinhado por MT-Teresa às 17:47
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
partilhar

Abril Sempre

 

.

 

e de cravos as minhas mãos
se perfumaram
nessa longínqua madrugada
.
.
e em plena liberdade
.
poetas escreveram
.

"Mesmo na noite mais triste

em tempo de servidão
há sempre alguém que resiste

há sempre alguém que diz não"
(Manuel Alegre)

.
e trovadores cantaram
.
Os vampiros - Zeca Afonso
.
clicar para ouvir (desligar a musica de fundo à direita em cima) 

 

 

 

Neste Abril de águas mil vou celebrar a liberdade.
Neste Abril cheio de memórias vou festejar
 mais um aniversário do meu filho.
.
A liberdade e o amor de mãos dadas.
.
neste momento estou: de cravo invísivel na mão
ao som de: Portuguesa

escrevinhado por MT-Teresa às 16:59
link do post | comentar | favorito
partilhar
Quarta-feira, 7 de Março de 2007

A cor do meu blogue

.

Ontem um amigo disse-me que achava este meu espaço, deprimente e desesperadamente solitário. Também já me chegaram "vozes" de que a minha escrita transmite essencialmente dor e tristeza. Podem não acreditar mas "isto" ficou a martelar-me cá dentro e de tal maneira, que quando voltei a ler o post colocado esta manhã, esforcei-me por me distanciar para analisar o que escrevi, como se não tivesse sido eu a "autora".

Na verdade...tenho que dar a mão à palmatória (num determinado sentido).

Sou impulsiva na forma como vivo, e não sei escrever a fingir, tal como não sei viver fingindo que sou outra pessoa, apesar de ter aprendido a colocar algumas (poucas) máscaras para me proteger, nomeadamente a nível profissional. Por isso, o que aqui escrevi hoje de manhã foi na realidade aquilo que estava a sentir. É bem verdade, no entanto, que o dia até me correu bem, apesar de andar um pouco cansada e cheia de trabalho e no momento em que escrevo não me sinto nada "pesada de cansaços".

As questões que me coloco são as seguintes:

- Deveria ter evitado escrever o que sentia?
- Deveria ter fingido uma alegria que não sentia?
- Deveria, simplesmente não ter escrito?

E se o tivesse feito; em nome de que causa ? para agradar a quem? para dar uma ideia diferente de mim, porquê?

Sou uma mulher que como milhões de outras mulheres sabe rir, amar, sonhar, chorar e sofrer e acima de tudo lutar. Quando escrevo, faço-o de uma maneira talvez um pouco triste, mas é a minha maneira. Se criei este espaço foi essencialmente para mim, para minha satisfação pessoal, porque mesmo escrevendo quase sempre "com uma tinta dolorida e preta" isso dá-me prazer e ajuda-me no meu dia a dia.

Concluindo: O que aqui está escrito é uma parte do que sou. Possivelmente quando o faço não consigo transmitir o "todo".

Incapacidade minha?

Talvez...mas não sei fazer de outra forma.

.

neste momento estou: bem e tranquila
tags:

escrevinhado por MT-Teresa às 20:43
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
partilhar
Terça-feira, 23 de Janeiro de 2007

Apanhada de surpresa ( pelo destaque no Sapo fotos)

Abri o e-mail e encontrei esta mensagem:

Olá maramar,

 

Encontrámos a sua foto no Fotos SAPO, e gostámos tanto que decidimos destacá-la na página principal do serviço (http://fotos.sapo.pt).

 

Caso não chegue a tempo de ver a sua foto online, junto enviamos um screenshot da página inicial, no momento em que a sua foto foi destacada.

 

Para ver outros destaques realizados e ficar a par de todas as novidades deste serviço, visite o Blog oficial do Fotos SAPO (http://fotos.blogs.sapo.pt).

 

Parabéns e obrigado por usar o Fotos SAPO.

 

Susana Teodoro

SAPO Fotos

PT.Com

. 

Agradeço ao Sapo Fotos o destaque.

Confesso que fiquei surpreendida. Gosto de fotografia e nunca tive uma máquina capaz. O meu filho ofereceu-me uma Olympus (digital) neste Natal e eu de "máquina em punho" comecei a experimentar.

Esta flor (será malmequer?) estava assim, radiosa, há duas semanas, num vaso na minha Casa das Flores - Um dia de sol em pleno Inverno.

.

Foi comprada e "mudada" pela minha amiga Clara cujas mãos devem ser mágicas. Nada morre quando é ela a plantar, mudar, podar e até semear.

Este destaque é também para ela. Sem a flor não podia ter havido fotografia.

.

E...quando chegar a Primavera, vamos encher o meu (Vivências) e o dela (Clareando) de flores, para repartir com quem nos visita.

.

Teresa E( maramar no sapo fotos)

.

neste momento estou: muito florida

escrevinhado por MT-Teresa às 19:19
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
partilhar
Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2007

Espectacular


jerome murat
Colocado por segalier

escrevinhado por MT-Teresa às 19:38
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
partilhar
Sábado, 30 de Dezembro de 2006

90% "Blogues-Lixo"

.

Li ontem no Blogue "Memória Virtual" o artigo de Pacheco Pereira ("dono" do Abrupto) sobre o fenómeno "assustadoramente" crescente da Blogosfera, e de Miguel Sousa Tavares que foi acusado de Plágio num Blogue anónimo.

Não comento, e quem não os conhece (os artigos), pode ler aqui: http://memoriavirtual.wordpress.com


No entanto, os ditos artigos fizeram-me pensar (apesar de eu pertencer aos 90% dos que fazem blogues-lixo, ainda consigo pensar) que tenho de:

- marcar uma consulta no psiquiatra (na caixa de previdência pois não tenho dinheiro para um privado), porque estou a sentir-me alienada, desde que juntei uns euros para comprar um PC e instalei a Internet (com fios..porque à outra, não lhe chego)

- inscrever-me num curso intensivo, nocturno, porque durante o dia trabalho para (sobre)viver, e assim posso aprender (rapidamente) a escrever coisas que vão ser lidas por "milhões" sem erros ortográficos e com interesse cultural, politico ou social.

- pedir a todos os intelectuais, escritores e poetas (com obra publicada), professores, políticos cá da praça, jornalistas, artistas, apresentadores etc. (que também andam nesta vida dos blogues),  que me deixem  "desabafar" anonimamente e por escrito o que me vai na alma

- escrever uma carta ao Sócrates (só depois de frequentar o tal curso) a perguntar-lhe se vai ser criado algum novo imposto sobre a propriedade (gosto sempre de cumprir com as minhas obrigações fiscais e tenho que fazer contas) uma vez que sou dona de um blogue e tudo indica que não tenho direito a possuí-lo, por não cumprir os requisitos mínimos exigidos


Depois de "pensar" muito nisto tudo, das "resoluções" acima descritas (que não são resultado do "balanço de fim de ano") e após ter lido no Clareando da minha amiga Clara (outra que faz parte dos tais 90%) que o seu Blogue (segundo ela própria escreveu) é um blog com letra minúscula, decidi tornar públicos os meus pensamentos, porque felizmente e por enquanto ainda sou livre de o fazer.

Desculpem os leitores da Maria e afins, por este meu texto ser tão "intelectualizado" , mas para o poder publicar necessitei de ir ao dicionário
 
BOM ANO 2007
.
Teresa E (anónima)
neste momento estou: aliviada
tags:

escrevinhado por MT-Teresa às 21:17
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
partilhar
Segunda-feira, 4 de Dezembro de 2006

Porque sim...

 

Tenho-me questionado sobre a "razão de ser" deste blog, sem ter encontrado qualquer resposta aceitavel.

Porque sim...é daquelas frases que os pais dão aos filhos, quando não encontram justificação "decente" para lhes dar, quando decidem impor a sua autoridade. Sei do assunto, porque sou filha e sou mãe.

Não quero dizer com isto, que considero este blog um filho mas, na realidade, fui eu que o "dei à luz" .

Posso dizer que foi um parto simples, sem grandes alardes, até discreto.

Assim nasceu o meu "Vivências" que antes do baptismo teve outro nome "MarAmar" que é o nome com que um amigo me "vestiu" por saber do meu amor pelo mar e pelos azuis.

Podem perguntar-me porque mudei o nome...e eu respondo...porque sim!

Com algum trabalho, fui-o "retocando" aqui e ali, dei-lhe a mão no ensaio dos primeiros "passos", ensinei-o a gostar de música, a ler e a escrever.

No ínicio todo o trabalho de o "fazer" foi solitário, sem ajudas. Mas, mesmo assim era um prazer para mim, ver a sua evolução e também crescer e aprender com ele.

Agora... passados 3 meses, vejo entrar pela porta, muita gente que o ajuda a manter-se vivo.

Muitos deixam testemunho e a esses o meu obrigada, pela "cor" que lhe emprestam.

Finalmente...um Blog...porquê?

Porque sim...

Teresa

neste momento estou: Quase a sair da "caixa"
tags:

escrevinhado por MT-Teresa às 17:37
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
partilhar
Sexta-feira, 1 de Dezembro de 2006

O Refúgio

 

Chamei-lhe "Casa das Flores" e ficou esse o seu nome

É o meu refúgio de fim de semana, o meu regresso às origens,  a minha arma para "recarregar baterias".

Fora da cidade, mas perto o suficiente.

É uma aldeia mas até tem mar...

e flores...

e calor humano como só se encontram nos pequenos sítios

Vou a caminho....aproveitando este feriado à 6ª feira

Fiquem bem

 

 

 

 

neste momento estou: cheia de sol
tags: ,

escrevinhado por MT-Teresa às 12:32
link do post | comentar | favorito
partilhar
Quarta-feira, 29 de Novembro de 2006

As Origens

Sou muito "misturada" como muitas vezes digo, meio a brincar, meio a sério.
 Mas...é verdade,  sou mesmo!
 
- uma mistura viva de cantares alentejanos,  viras beirãos,  gaitas galegas e acima de tudo saudosos fados de Lisboa.
 
Com ingredientes assim, foi confeccionado um"prato", de sabor estranho, nem doce nem Salgado, de difícil classificação porque umas vezes se serve frio mas outras pode ser saboreado quente. Também se gosta dele como entrada e, como sobremesa, é também muito apreciado por quem não é fã de coisas muito doces.
 
Há quem goste dele como prato principal, mas só de vez em quando, porque se servido em excesso, pode provocar indigestão.
 
Normalmente pode ler-se um aviso para quem pretenda escolher esta "iguaria":
 
 Por favor leia as instruções.
 Não nos responsabilizamos por eventuais danos, causados por uso indevido
neste momento estou:
tags:

escrevinhado por MT-Teresa às 19:21
link do post | comentar | favorito
partilhar
Terça-feira, 28 de Novembro de 2006

Nua..revelada...

E de repente tive um "baque"..senti mesmo que me descobri...e como já referi antes, quando isto me acontece...lembro-me sempre da Natália e do seu " O Sol nas noites e o luar nos dias"
 
"...quanto mais tu me despes mais me cubro
e quanto mais me escondo mais me avisto"
 
que fazer?
 
...com as "confidências" tornadas "inconfidências"
desabafos só meus...que se  tornam gritos ao mundo
rostos tapados..que se revelam sem querer 
sombras que ganham forma e se reconhecem
mistérios desvendados
nomes misteriosos revelados
 
que fazer de mim...nua.. revelada...
 
Apago-me?
neste momento estou: incapaz de me esconder
tags: ,

escrevinhado por MT-Teresa às 21:43
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
partilhar
Quinta-feira, 23 de Novembro de 2006

A nova "caixa"

Hoje vou mudar de "caixa". Continua a ser de cimento e vidro mas com mais cimento.
Vou para a rua de baixo, onde há mais carros, mais poluição e mais barulho.
Depois de ter passado o dia de ontem a meter em caixas de papelão, todas as "provas" do meu enfadonho quotidiano, a que chamam trabalho, hoje, vou desfazer os "embrulhos" e ocupar os espaços vazios dos armários que esperam ansiosos que se cumpra o destino para que foram feitos: Guardar coisas ...
 
Se eu conseguisse...até me guardava a mim própria num deles...para ninguém dar por mim.
neste momento estou: embrulhada(sem laço colorido)
tags: ,

escrevinhado por MT-Teresa às 07:50
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
partilhar

Bem Vindos



" As ondas quebravam uma a uma. Eu estava só com a areia e com a espuma. Do mar que cantava só para mim

Sophia de Mello Breyner



Esta sou eu

segue-me

. 51 seguidores




Created by Crazyprofile.com


myspace layouts, myspace codes, glitter graphics



RESPEITE OS DIREITOS DE AUTOR

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape





Click for Lisbon, Portugal Forecast

Vivências Recentes

O Natal e a Caixinha de M...

Vegetal e Só

A Minha Lua

Porque...

Criatividade e Beleza

E porque hoje...

Resistir

A Páscoa e a Arte

O meu "Campeão"

BOM ANO

Tempo

Descobrir Coisas

"Olhares meus e d' Outros...

Gosto!

O sonho da "Quimera"

Às vezes

o Mar

O trabalho, o prazer e os...

1º Aniversário

O Virar da Página

Depois de Ti...

Os Altos e Baixos

Bom Dia

Vivências de todos vós: 2...

Miragem

O Essencial

7 Maravilhas da Blogosfer...

Desafio de Stº António

Perguntei por ti ao Vento

Este Mês de Abril...

Abril Sempre

A cor do meu blogue

Apanhada de surpresa ( pe...

Espectacular

90% "Blogues-Lixo"

Porque sim...

O Refúgio

As Origens

Nua..revelada...

A nova "caixa"

Vivências Passadas

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

CURRENT MOON

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


online
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Quem visito e me visita


Created by Crazyprofile.com

mais comentados

22 comentários
21 comentários
14 comentários
12 comentários
10 comentários
10 comentários
8 comentários
8 comentários
7 comentários
5 comentários

últ. comentários

Eu quase choro com esse texto, é muito emocional. ...
http://relatodeumaborto.webnode.com/ Minha Histori...
Oi GENTE MEU NOME E ROSE TENHO 13 EU SO...
Chocante
oi meu nome é joice e eu to grávida ...
eu sou totalmente contra o aborto... eu tenho 15 a...
Acho o seguinte: todos cometemos erros! Com certez...
tb naum axo certo o aborto...matarem seu proprio f...
Isso e uma falta de ética. Pq... Q na hr q ...
Olá, Tenho 18 anos , minha namorada é mais nova do...
As nuvens passam, as amaçadores também. Desejo que...
JoãoDesistir nunca! Apenas deixei de escrever, mas...
Todos temos dores, sofremos. [Error: Irreparable i...
Aborto uma das piores coisas da vida,um ser apagan...
ESte blog é muito simpatico, Gostei,Miguel

tags

25 de abril(5)

abril(9)

adeus(9)

alegria(5)

amigos(30)

amizade(14)

amor(137)

aniversário(9)

ano novo(3)

arte(7)

ausência(17)

azuis(9)

beleza(7)

blog(41)

blogue(5)

café(3)

casa das flores(3)

cecilia meireles(6)

cinema(4)

cinza(3)

citação(29)

coisas simples(4)

consciência(3)

cores(3)

dança(16)

david mourão ferreira(7)

descoberta(3)

desejos(7)

desencontro(4)

dia do livro(3)

dor(4)

encontro(4)

enganos(5)

escolhas(4)

escrita(3)

espectaculo(3)

eu(12)

eugénio de andrade(5)

fado(4)

férias(5)

fernando pessoa(3)

filho(15)

fim(4)

florbela espanca(5)

flores(17)

fotografia(13)

fotos(11)

fotos minhas(4)

ilusão(3)

inquietação(3)

joaquim sustelo(4)

josé l. santos(3)

lágrimas(3)

liberdade(13)

lisboa(10)

livros(8)

lua(6)

luz(4)

mãe(7)

manhãs(4)

mar(19)

margarida(4)

maria teresa horta(4)

máscaras(5)

memória(18)

miguel torga(7)

morte(6)

mulher(9)

música(19)

natal(8)

noite(19)

olhos(4)

pai(4)

paixão(16)

páscoa(4)

paz(9)

pintura(13)

poema(117)

poemas de amor(8)

poesia(85)

portugal(5)

primavera(6)

rugby(6)

saudade(24)

silêncio(15)

sol(5)

solidão(19)

sonho(9)

sonhos(4)

sophia m breyner(18)

tango(5)

tempo(14)

trabalho(5)

triste(4)

tristeza(15)

tu(4)

veneza(4)

vida(225)

video(17)

zeca afonso(4)

todas as tags

Pesquisa

 

Favoritos

Vivências

1º Aniversário

As nossas almas

Encontro Mágico

Estrela do Mar II

A Carícia do Sol

Parabéns Filho

A Teia

Dia do Livro

O Crepúsculo

subscrever feeds