Segunda-feira, 19 de Novembro de 2007

Pintar os cinzas

 

 
Ouço a chuva bater nas vidraças.

E os cinzentos do dia entram triunfantes no meu quotidiano.

 
Vou tentar encontrar a paleta cheia de cores,

que guardo sempre de uma estação para a outra.

E pintar o Sol.

Depois,

retiro um pouco de azul aos meus olhos, e dou umas pinceladas ao céu.

Talvez resulte e consiga desnudar-me. Do cinza.
 

 

 

neste momento estou: a fugir dos cinzas

escrevinhado por MT-Teresa às 07:26
link do post | comentar | favorito
partilhar
13 comentários:
De Visitante a 19 de Novembro de 2007 às 08:49
Olá Minha Alf....azema Linda

Deixa que a chuva lave os teus cinzas e te refresque o espírito.

Beijinho
Visitante


De MT-Teresa a 20 de Novembro de 2007 às 21:36
Pelo menos lavou-me o carro...rss

Beijokas


De Visitante a 21 de Novembro de 2007 às 12:09
Hmmm...

Ainda bem que estás atenta ao sentido prático das coisas...

Beijinho, Alf...azema Linda
Visitante


De lord_of_darkness a 19 de Novembro de 2007 às 11:13
Através de pesquisa, deparei-me com este maravilhoso Blog , palavras sentidas, momentos vividos, luz, cor, maravilha das maravilhas, muitos parabéns.
Perdoe-me a ousadia de comentar as suas lindas palavras com um poema.

Batem leve, levemente,
como quem chama por mim.
Será chuva? Será gente?
Gente não é, certamente
e a chuva não bate assim.
É talvez a ventania:
mas há pouco, há poucochinho,
nem uma agulha bulia
na quieta melancolia
dos pinheiros do caminho…
Quem bate, assim, levemente,
com tão estranha leveza,
que mal se ouve, mal se sente?
Não é chuva, nem é gente,
nem é vento com certeza.
Fui ver. A neve caía
do azul cinzento do céu,
branca e leve, branca e fria…
– Há quanto tempo a não via!
E que saudades, Deus meu!
Olho-a através da vidraça.
Pôs tudo da cor do linho.
Passa gente e, quando passa,
os passos imprime e traça
na brancura do caminho…
Fico olhando esses sinais
da pobre gente que avança,
e noto, por entre os mais,
os traços miniaturais
duns pezitos de criança…
E descalcinhos, doridos…
a neve deixa inda vê-los,
primeiro, bem definidos,
depois, em sulcos compridos,
porque não podia erguê-los!…
Que quem já é pecador
sofra tormentos, enfim!
Mas as crianças, Senhor,
porque lhes dais tanta dor?!…
Porque padecem assim?!…
E uma infinita tristeza,
uma funda turbação
entra em mim, fica em mim presa.
Cai neve na Natureza
– e cai no meu coração.
[Augusto Gil]


De MT-Teresa a 20 de Novembro de 2007 às 21:37
Caro Lord of Darkness

Obrigada por ter trazido Augusto Gil e pelas amáveis palavras.

Volte sempre


De carmemzita a 19 de Novembro de 2007 às 20:48
Dos pálidos cinzas , de soturnas melodias
e de tristezas instaladas

Explodem cogumelos radioactivos
Vermelho de fogos vivos,
e gritam róseas madrugadas...

Um beijinho
CarmenZita


De Visitante a 20 de Novembro de 2007 às 09:17
Xiiiiii!

Cigana Linda, tu estavas ... "atómica"!

Beijinho
Visitante


De MT-Teresa a 20 de Novembro de 2007 às 21:41
Amigo, "bomba" já sabíamos todos que ela era



De carmemzita a 20 de Novembro de 2007 às 22:14
Eheheh!
Sou eu e a formiga!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1


De MT-Teresa a 20 de Novembro de 2007 às 21:39
Essa dos "cogumelos radioactivos" dispenso...rss

É o tempo deles ( os cinzas) não é?

Se eu pudesse nesta altura do ano, emigrava para um país quente


De carmemzita a 20 de Novembro de 2007 às 22:18
Teresa...eu tb iria de boa vontade à procura do Sol.
Vamos com o Grupo do Oz!...


De Visitante a 21 de Novembro de 2007 às 12:15
Na falta de melhor conjuntura,
ofereço o meu instrumento,
que, tangido com ternura,
provoca deleite e alento.

Lá há sol com fartura
Notas a todo o momento
Iniciadas na clave de sol
E tocadas com coração partido
Em tristeza
de bemol
Ou incerteza
de sustenido

Beijinhos musicais às duas meninas
Visitante




De Méon a 21 de Novembro de 2007 às 07:29
Lindo!
Palavras, imagens, o som que nos acompanha...realmente este seu espaço é um cantinho onde apetece vir, sentar e respirar uma atmosfera de luz.
Bom dia!


comentar


Esta sou eu

segue-me

. 51 seguidores

Vivências Recentes

Despedida

Se eu pudesse...Mãe!

Maio

Dia Mundial da Dança

A Realização de um sonho

Os Livros e o 25 de Abril

Dia da Terra

Ilusão

Inevitável

Meu Filho

A Eterna Juventude

Flores rubras em Abril

Flores de Páscoa

Deixa-me Voar ...

De novo as flores

Mãe

As Fadas

Poesia Eterna

Primavera

Quanto, quanto me queres?

Sem Título

Ilustração de um dia

Pequenas coisas

Diz-me espelho meu...

O Amor

Os chapéus de chuva de Cl...

Saber viver

Nenúfares

A minha Mãe

Feliz Ano Novo

É Um Sol de Inverno

O Natal e a Caixinha de M...

Ó Poesia sonhei que fosse...

E por vezes ...

Lisboa: Janela aberta par...

Tempos difíceis

Vinicius

Coisas Simples

Vegetal e Só

Amália Eterna

Vivências Passadas

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Quem visito e me visita

mais comentados

33 comentários
27 comentários
24 comentários
23 comentários
22 comentários
21 comentários
21 comentários
19 comentários
18 comentários
18 comentários
17 comentários
17 comentários
17 comentários

últ. comentários

Eu quase choro com esse texto, é muito emocional. ...
http://relatodeumaborto.webnode.com/ Minha Histori...
Oi GENTE MEU NOME E ROSE TENHO 13 EU SO...
Chocante
oi meu nome é joice e eu to grávida ...
eu sou totalmente contra o aborto... eu tenho 15 a...
Acho o seguinte: todos cometemos erros! Com certez...
tb naum axo certo o aborto...matarem seu proprio f...
Isso e uma falta de ética. Pq... Q na hr q ...
Olá, Tenho 18 anos , minha namorada é mais nova do...
As nuvens passam, as amaçadores também. Desejo que...
JoãoDesistir nunca! Apenas deixei de escrever, mas...
Todos temos dores, sofremos. [Error: Irreparable i...
Aborto uma das piores coisas da vida,um ser apagan...
ESte blog é muito simpatico, Gostei,Miguel

tags

25 de abril(5)

abril(9)

adeus(9)

alegria(5)

amigos(30)

amizade(14)

amor(137)

aniversário(9)

ano novo(3)

arte(7)

ausência(17)

azuis(9)

beleza(7)

blog(41)

blogue(5)

café(3)

casa das flores(3)

cecilia meireles(6)

cinema(4)

cinza(3)

citação(29)

coisas simples(4)

consciência(3)

cores(3)

dança(16)

david mourão ferreira(7)

descoberta(3)

desejos(7)

desencontro(4)

dia do livro(3)

dor(4)

encontro(4)

enganos(5)

escolhas(4)

escrita(3)

espectaculo(3)

eu(12)

eugénio de andrade(5)

fado(4)

férias(5)

fernando pessoa(3)

filho(15)

fim(4)

florbela espanca(5)

flores(17)

fotografia(13)

fotos(11)

fotos minhas(4)

ilusão(3)

inquietação(3)

joaquim sustelo(4)

josé l. santos(3)

lágrimas(3)

liberdade(13)

lisboa(10)

livros(8)

lua(6)

luz(4)

mãe(7)

manhãs(4)

mar(19)

margarida(4)

maria teresa horta(4)

máscaras(5)

memória(18)

miguel torga(7)

morte(6)

mulher(9)

música(19)

natal(8)

noite(19)

olhos(4)

pai(4)

paixão(16)

páscoa(4)

paz(9)

pintura(13)

poema(117)

poemas de amor(8)

poesia(85)

portugal(5)

primavera(6)

rugby(6)

saudade(24)

silêncio(15)

sol(5)

solidão(19)

sonho(9)

sonhos(4)

sophia m breyner(18)

tango(5)

tempo(14)

trabalho(5)

triste(4)

tristeza(15)

tu(4)

veneza(4)

vida(225)

video(17)

zeca afonso(4)

todas as tags

Pesquisa

 

Favoritos

Vivências

1º Aniversário

As nossas almas

Encontro Mágico

Estrela do Mar II

A Carícia do Sol

Parabéns Filho

A Teia

Dia do Livro

O Crepúsculo

subscrever feeds