Domingo, 28 de Outubro de 2007

O Recomeço

  R. Magritte

Recomeça....
Se puderes
Sem angústia
E sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.

Miguel Torga

 Especialmente para o Vasconcelos. Obrigada por tudo.



escrevinhado por MT-Teresa às 18:49
link do post | comentar | favorito
partilhar
8 comentários:
De mariola a 28 de Outubro de 2007 às 19:50

SONHO MÁGICO

Pudesse eu entrelaçar
O sol ardente com a lua
Branca e doce, descarada
Fazer o mesmo com o mar
O vento, a gaivota e a falua
Em sensual madrugada

Pudesse eu,

Acender as estrelas diariamente
Com as rosas de meu jardim
Baralhar os pontos cardeais
Perder o norte e ficar ausente
Longe do mais perto de mim
E não ter dados pessoais

Pudesse eu

Unir os rios com os frescos lagos
E com eles encher os céus
E em vez de nuvens ter balões
Fechar o universo e pedir aos magos
Que retirem ao futuro, os véus
Com que escondem as emoções
Pudesse eu
Eliminar os horizontes
E com suas linhas inventar
Novas palavras de amor
Pudesse eu subir aos montes
E sobre o infinito caminhar
Rumo ao nada do sonhador

Pudesse eu

Eclodir os diques da frustração
Reunir um exército de poetas
E sublevar os desventurados
Pudesse eu, algemar a ilusão
E sem tristeza, alcançar as metas
Mágicas dos sonhos magoados

Pudesse eu comandar as marés
Para nelas diluir meus versos
E depois… desencontrar-me do destino! !


2006.06.21
Vasconcelos


PS: Para uma das mulheres que não conheço, a não ser pela net e que considero em todo o termo... de: EXTRAORDINÁRIA!

OBRIGADO, estou eu,...à Teresa! Felicidades.

Vasconcelos


De MT-Teresa a 28 de Outubro de 2007 às 20:35
Lembro-me de ler este seu maravilhoso "Pudesse eu..." penso que no extinto Trin se a minha memória de elefante não me atraiçoa.

Obrigada por mo dar de "presente" fica aqui registado para memória futura de "si".
Acabei por não guardar a sua poesia como tinha intenções de fazer. Não tive tempo e lamento sinceramente não o ter feito.

Vasconcelos, meu amigo da Net, não me "endeu-se"...rsss.

O meu espaço é seu, sempre que queira e sinta vontade de deixar as suas "pérolas". Eu e os que se habituram a apreciar a sua poesia, agradecem.

Pudesse eu...
Ter asas para voar


De M. Alarcão de abreu a 28 de Outubro de 2007 às 20:15
Boa noite Dona MT-Teresa

Já visitei o vosso blog por algumas vezes, mas só hoje lhe deixou um comentário, e o que lhe poderei dizer?...

Digo-lhe que o vosso blog é magnífico, a qualidade extraordinária da poesia emoldurada por imagem lindas, é extraordinário, magnificente é algo de tão maravilhoso que pela sua beleza, ofusca a nossa óptica!

A Senhora deve ser uma pessoa de uma rara e fina sensibilidade, pois só uma pessoa assim teria e neste caso em concreto tem o talento, a arte e o engenho em idealizar, conceber e construir um Blog assim!

Ah…. Como eu gostava de ter um espaço como o da Senhora (um espaço aqui na Net, claro está!), mas não tenho!!!... Mas vou pedir aos meus netos que me montem um Blog, sabe, os putos são bué da fixe!

Minha estimada Senhora e minha boa amiga (desculpe a intimidade), permita-me que lhe endosse os meus sinceros Parabéns e faço votos para que continue na senda do sucesso que tem tido até esta bendita hora, que seja muito, mas muito feliz e que tem a partir de agora na minha pessoa, um visitante assíduo, um admirador confesso e um comentador residente, aqui no Blog, claro está!

Respeitosos cumprimentos

Bem Haja

Alarcão de Abreu


De MT-Teresa a 28 de Outubro de 2007 às 20:40
Caro Alarcão de Abreu

Bem vindo ao meu Vivências e obrigada pelas apalvras elogiosas que me dedico. Este espaço é de todos os que me visitam e se se der ao trabalho pode procurar verdadeiras maravilhas que vão deixando nos comentários, nomeadamente poemas.

Um dia destes ainda faço um blogue só com a poesia que enho escondida nos comentários, devidamente identificada com o seu autor, claro está.

Vou pensar nisso.

Reparei que tem o mesmo apelido do Sr. M Abreu que visita assiduamente a D. Beata da Aldeia.

Será familiar dele?

Volte sempre será muito bem vindo



De M. Alarcão de Abreu a 28 de Outubro de 2007 às 20:57

olá D. MT-Teresa

Foi exactamente por aí, pela D. Beata da Aldeia que aqui vim dar, em boa hora, diga-se de passagem.

Sou a mesma pessoa, só que assinava por M.Abreu, mas entendi colocar os meu apelido Alarcão, mas creia-me a partir desta hora e para o futuro, um vosso confesso admirador!

Quando os meus netos me criarem o espaço aqui na Net, deixo-lhe o endereço e contamos ( eu e os netos) com a vossa ilustre visita, que para nós será uma honra nuito grande receber tão talentosa visitante.

Fique bem minha Senhora com um grande Bem-haja

Alarcão de Abreu


De MT-Teresa a 28 de Outubro de 2007 às 21:02
Bem me pareceu que era o mesmo..rsss

Renovo os meus agradecimentos e espero em breve poder visitá-lo em local próprio.

Se precisar de ajuda para construir o blogue, tenho aqui ao lado >>>> 2 lnks que o ajudarão.

Volte sempre


De Beata da Aldeia a 28 de Outubro de 2007 às 20:55
Que linda carta que escreveu ao menino Mariola de Vasconcelos.

Isso é que é amizade, minha filha, mas ele deve merecer caso não fosse, a menina não lhe escrevia desta maneira.

Desejo muita sorte ao menino Vasconcelos e ele que não se esqueça que ficou de lá ir à minha aldeia, para ensinar a fazer aqueles versos, que até fazem chorar toda a gente que os lê.

Minha filha, já percebi que a sua tristeza vai e vem, como a menina escreveu. Tirou-me um peso de cima, ai se tirou.

Uma noite cheia de sonhos mágicos


De MT-Teresa a 28 de Outubro de 2007 às 21:04
Olá D. Beata

Ainda bem que me compreendeu finalmente..rss

Quanto ao amigo Vasconcelos, tem razão ele merece e estou certa de que ele não se vai esquecer do prometido.

Beijinho e a sua bênção


comentar


Esta sou eu

segue-me

. 51 seguidores

Vivências Recentes

Despedida

Se eu pudesse...Mãe!

Maio

Dia Mundial da Dança

A Realização de um sonho

Os Livros e o 25 de Abril

Dia da Terra

Ilusão

Inevitável

Meu Filho

A Eterna Juventude

Flores rubras em Abril

Flores de Páscoa

Deixa-me Voar ...

De novo as flores

Mãe

As Fadas

Poesia Eterna

Primavera

Quanto, quanto me queres?

Sem Título

Ilustração de um dia

Pequenas coisas

Diz-me espelho meu...

O Amor

Os chapéus de chuva de Cl...

Saber viver

Nenúfares

A minha Mãe

Feliz Ano Novo

É Um Sol de Inverno

O Natal e a Caixinha de M...

Ó Poesia sonhei que fosse...

E por vezes ...

Lisboa: Janela aberta par...

Tempos difíceis

Vinicius

Coisas Simples

Vegetal e Só

Amália Eterna

Vivências Passadas

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Quem visito e me visita

mais comentados

33 comentários
27 comentários
24 comentários
23 comentários
22 comentários
21 comentários
21 comentários
19 comentários
18 comentários
18 comentários
17 comentários
17 comentários
17 comentários

últ. comentários

Eu quase choro com esse texto, é muito emocional. ...
http://relatodeumaborto.webnode.com/ Minha Histori...
Oi GENTE MEU NOME E ROSE TENHO 13 EU SO...
Chocante
oi meu nome é joice e eu to grávida ...
eu sou totalmente contra o aborto... eu tenho 15 a...
Acho o seguinte: todos cometemos erros! Com certez...
tb naum axo certo o aborto...matarem seu proprio f...
Isso e uma falta de ética. Pq... Q na hr q ...
Olá, Tenho 18 anos , minha namorada é mais nova do...
As nuvens passam, as amaçadores também. Desejo que...
JoãoDesistir nunca! Apenas deixei de escrever, mas...
Todos temos dores, sofremos. [Error: Irreparable i...
Aborto uma das piores coisas da vida,um ser apagan...
ESte blog é muito simpatico, Gostei,Miguel

tags

25 de abril(5)

abril(9)

adeus(9)

alegria(5)

amigos(30)

amizade(14)

amor(137)

aniversário(9)

ano novo(3)

arte(7)

ausência(17)

azuis(9)

beleza(7)

blog(41)

blogue(5)

café(3)

casa das flores(3)

cecilia meireles(6)

cinema(4)

cinza(3)

citação(29)

coisas simples(4)

consciência(3)

cores(3)

dança(16)

david mourão ferreira(7)

descoberta(3)

desejos(7)

desencontro(4)

dia do livro(3)

dor(4)

encontro(4)

enganos(5)

escolhas(4)

escrita(3)

espectaculo(3)

eu(12)

eugénio de andrade(5)

fado(4)

férias(5)

fernando pessoa(3)

filho(15)

fim(4)

florbela espanca(5)

flores(17)

fotografia(13)

fotos(11)

fotos minhas(4)

ilusão(3)

inquietação(3)

joaquim sustelo(4)

josé l. santos(3)

lágrimas(3)

liberdade(13)

lisboa(10)

livros(8)

lua(6)

luz(4)

mãe(7)

manhãs(4)

mar(19)

margarida(4)

maria teresa horta(4)

máscaras(5)

memória(18)

miguel torga(7)

morte(6)

mulher(9)

música(19)

natal(8)

noite(19)

olhos(4)

pai(4)

paixão(16)

páscoa(4)

paz(9)

pintura(13)

poema(117)

poemas de amor(8)

poesia(85)

portugal(5)

primavera(6)

rugby(6)

saudade(24)

silêncio(15)

sol(5)

solidão(19)

sonho(9)

sonhos(4)

sophia m breyner(18)

tango(5)

tempo(14)

trabalho(5)

triste(4)

tristeza(15)

tu(4)

veneza(4)

vida(225)

video(17)

zeca afonso(4)

todas as tags

Pesquisa

 

Favoritos

Vivências

1º Aniversário

As nossas almas

Encontro Mágico

Estrela do Mar II

A Carícia do Sol

Parabéns Filho

A Teia

Dia do Livro

O Crepúsculo

subscrever feeds