Quinta-feira, 20 de Setembro de 2007

Porque os beijos...

 

Quadro de Yurgen Gorg

 

.

  

Às vezes, as palavras só existem porque os beijos se ausentam.

.

 

 

 

neste momento estou: silenciosa

escrevinhado por MT-Teresa às 21:08
link do post | comentar | favorito
partilhar
14 comentários:
De carmemzita a 20 de Setembro de 2007 às 23:55
Eu gosto das palavras que sabem a beijos
e se as palavras se ausentam
os beijos aumentam... Ou ficamos perdidos apenas nos desejos? Bjs
CarmenZita


De MT-Teresa a 21 de Setembro de 2007 às 18:54
Às vezes ficamos perdidos só nos desejos...


De a 21 de Setembro de 2007 às 06:42
Olá Teresa

Bom dia!...

Um beijo

Foste o beijo melhor da minha vida,
ou talvez o pior...Glória e tormento,
contigo à luz subi do firmamento,
contigo fui pela infernal descida!

Morreste, e o meu desejo não te olvida:
queimas-me o sangue, enches-me o pensamento,
e do teu gosto amargo me alimento,
e rolo-te na boca malferida.

Beijo extremo, meu prêmio e meu castigo,
batismo e extrema-unção, naquele instante
por que, feliz, eu não morri contigo?

Sinto-me o ardor, e o crepitar te escuto,
beijo divino! e anseio delirante,
na perpétua saudade de um minuto....

Olavo Bilac

Bom fim de semana
bjo


De MT-Teresa a 21 de Setembro de 2007 às 18:55
Este beijo que me deixaste do Olav Bilac é uma maravilha. Obrigada por o teres trazido.

BFS tb para ti.
Bj


De FELINO a 21 de Setembro de 2007 às 09:15
Olá Linda
Por vezes quando são palavras doces e com ternura valem mais do que mil beijos.
Estou a gostar muito deste blog, cada vez melhor.
Beijinhos


De MT-Teresa a 21 de Setembro de 2007 às 18:57
Talvez discorde um pouco contigo...há coisa melhor do que um beijo?



mas...na verdade "há palavras que nos beijam"

Dificil...por vezes a escolha...rss


De FELINO a 21 de Setembro de 2007 às 20:32
Ouvi a música já não sei o que diga!
Estás-me sempre a surpreender, espectacular, não sei dizer mais nada.
Apenas que gosto...


De MT-Teresa a 22 de Setembro de 2007 às 09:19
Não digas nada...sente apenas a música.

BFS


De mariola a 21 de Setembro de 2007 às 17:41
Ás vezes... sonho com beijos, que mais não são, do que palavras!

A maior parte... invento-as, para me adormecer!

Parabéns



Vasconcelos


De MT-Teresa a 21 de Setembro de 2007 às 19:00
É natural que as invente, com a capacidade que tem demonstrado em "jogar" com as palavras...

E nos sonhos...tudo é possivel...! Até confundir beijos com palavras.



De Augusto P.Gil a 21 de Setembro de 2007 às 22:55
Como vês, vim cá ter com a nossa amiga, mas tu não estavas...
Adoro esta musica e não são necessárias muitas mais palavras....
Um bom fim de semana.
P.S. Pode ser que te veja, lá para o lado daquelas praias cheias de Mar...

Gil


De MT-Teresa a 22 de Setembro de 2007 às 09:23
"Agarraste" o convite e ainda bem que tb gostas deste amigo que não parte vidros...rss

Quanto ao mar...parece-me que este FDS só me vou dedicar às flores...os frios do Outuno estão a chegar
e com eles chegam infalivelmente os"blues"

BFS para ti
Bj


De Margarida a 22 de Setembro de 2007 às 01:01
Olá
Cheguei agora a casa e nada melhor, para finalizar a noite de um dia feliz, do que este post, sobre palavras e beijos.
Apesar dos beijos poderem ser apaixonantes, estimulantes, sensuais.......darem-nos aquelas cócegas na barriga.......Conversar é preciso.
Os beijos são o complemento duma conversa que acaba bem.
beijinho para ti....
Acorda-me cedo!!!!
rssssssssss
beijo de boa noite


De MT-Teresa a 22 de Setembro de 2007 às 09:26
Concordo contigo Margarida, se bem que às vezes só acredito nas palavras que não existem...

Já percebi que estás "florida"....rssss

Até já!

Bj


comentar


Esta sou eu

segue-me

. 51 seguidores

Vivências Recentes

Despedida

Se eu pudesse...Mãe!

Maio

Dia Mundial da Dança

A Realização de um sonho

Os Livros e o 25 de Abril

Dia da Terra

Ilusão

Inevitável

Meu Filho

A Eterna Juventude

Flores rubras em Abril

Flores de Páscoa

Deixa-me Voar ...

De novo as flores

Mãe

As Fadas

Poesia Eterna

Primavera

Quanto, quanto me queres?

Sem Título

Ilustração de um dia

Pequenas coisas

Diz-me espelho meu...

O Amor

Os chapéus de chuva de Cl...

Saber viver

Nenúfares

A minha Mãe

Feliz Ano Novo

É Um Sol de Inverno

O Natal e a Caixinha de M...

Ó Poesia sonhei que fosse...

E por vezes ...

Lisboa: Janela aberta par...

Tempos difíceis

Vinicius

Coisas Simples

Vegetal e Só

Amália Eterna

Vivências Passadas

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Quem visito e me visita

mais comentados

33 comentários
27 comentários
24 comentários
23 comentários
22 comentários
21 comentários
21 comentários
19 comentários
18 comentários
18 comentários
17 comentários
17 comentários
17 comentários

últ. comentários

Eu quase choro com esse texto, é muito emocional. ...
http://relatodeumaborto.webnode.com/ Minha Histori...
Oi GENTE MEU NOME E ROSE TENHO 13 EU SO...
Chocante
oi meu nome é joice e eu to grávida ...
eu sou totalmente contra o aborto... eu tenho 15 a...
Acho o seguinte: todos cometemos erros! Com certez...
tb naum axo certo o aborto...matarem seu proprio f...
Isso e uma falta de ética. Pq... Q na hr q ...
Olá, Tenho 18 anos , minha namorada é mais nova do...
As nuvens passam, as amaçadores também. Desejo que...
JoãoDesistir nunca! Apenas deixei de escrever, mas...
Todos temos dores, sofremos. [Error: Irreparable i...
Aborto uma das piores coisas da vida,um ser apagan...
ESte blog é muito simpatico, Gostei,Miguel

tags

25 de abril(5)

abril(9)

adeus(9)

alegria(5)

amigos(30)

amizade(14)

amor(137)

aniversário(9)

ano novo(3)

arte(7)

ausência(17)

azuis(9)

beleza(7)

blog(41)

blogue(5)

café(3)

casa das flores(3)

cecilia meireles(6)

cinema(4)

cinza(3)

citação(29)

coisas simples(4)

consciência(3)

cores(3)

dança(16)

david mourão ferreira(7)

descoberta(3)

desejos(7)

desencontro(4)

dia do livro(3)

dor(4)

encontro(4)

enganos(5)

escolhas(4)

escrita(3)

espectaculo(3)

eu(12)

eugénio de andrade(5)

fado(4)

férias(5)

fernando pessoa(3)

filho(15)

fim(4)

florbela espanca(5)

flores(17)

fotografia(13)

fotos(11)

fotos minhas(4)

ilusão(3)

inquietação(3)

joaquim sustelo(4)

josé l. santos(3)

lágrimas(3)

liberdade(13)

lisboa(10)

livros(8)

lua(6)

luz(4)

mãe(7)

manhãs(4)

mar(19)

margarida(4)

maria teresa horta(4)

máscaras(5)

memória(18)

miguel torga(7)

morte(6)

mulher(9)

música(19)

natal(8)

noite(19)

olhos(4)

pai(4)

paixão(16)

páscoa(4)

paz(9)

pintura(13)

poema(117)

poemas de amor(8)

poesia(85)

portugal(5)

primavera(6)

rugby(6)

saudade(24)

silêncio(15)

sol(5)

solidão(19)

sonho(9)

sonhos(4)

sophia m breyner(18)

tango(5)

tempo(14)

trabalho(5)

triste(4)

tristeza(15)

tu(4)

veneza(4)

vida(225)

video(17)

zeca afonso(4)

todas as tags

Pesquisa

 

Favoritos

Vivências

1º Aniversário

As nossas almas

Encontro Mágico

Estrela do Mar II

A Carícia do Sol

Parabéns Filho

A Teia

Dia do Livro

O Crepúsculo

subscrever feeds