Quarta-feira, 27 de Junho de 2007

O Destino

  Pintura de Paula Rego

 .

Nas minhas mãos

existem raros odores

sulcos multicolores

gotas d'água

fugidias

linhas cortadas

cruzadas

a que chamam destino

.

Destemida

dou a cara ao desconhecido

e nunca me esquivo

mas

ainda me espanto

com as teias

artimanhas

máscaras e trejeitos

que me lançam no caminho

aqueles que me seguem

e se convencem

.

que me sabem

que me prendem

que me calam

.

Lutadora

sei os pontos, as virgulas

os parágrafos

e as reticências

desta "estória"

que sou eu

.

porque

.

só eu 

detenho a chave

e a senha certa

e troco as voltas

quando é preciso

desfazer equívocos

e bato a porta

quando tudo se esgota

e grito

não vale a pena

.

Teresa (MT) - 24/06/07

.

neste momento estou: destemida

escrevinhado por MT-Teresa às 23:32
link do post | comentar | favorito
partilhar
18 comentários:
De vicallacer a 28 de Junho de 2007 às 00:05

Tal como Antero de Quental dedicou este poema a um poeta, tb eu ou dedico a si:

A um poeta

Tu, que dormes, espírito sereno,
Posto à sombra dos cedros seculares,
Como um levita à sombra dos altares,
Longe da luta e do fragor terreno,

Acorda! é tempo! O sol, já alto e pleno,
Afuguentou as larvas tumulares...
Para surgir do seio desses mares,
Um mundo novo espera só um aceno...

Escuta! é a grande voz das multidões!
São teus irmãos, que se erguem! são canções...
Mas de guerra... e são vozes de rebate!

Ergue-te pois, soldado do Futuro,
E dos raios de luz do sonho puro,
Sonhador, faze espada de combate!

Antero de Quental


Vitor


De MT-Teresa a 29 de Junho de 2007 às 20:47
Obrigada Vitor por ter trazido Antero de Quental.

Sou pacífica, não gosto de guerras nem confrontos, mas como toda a gente que é "gente", também empunho "espadas", quando o momento assim o exige.

Mas...quase sempre está embainhada

Bj


De FELINO a 28 de Junho de 2007 às 09:49
Olá
Fico espantado como existe tanta beleza não só nas fotos deste blog como nos textos, para não falar na musica que por vezes o abro só para ouvir um bucado.PARABÉNS
Fico mesmo anastesiado, adoro arte e é só aqui que me posso contentar.
Um grande beijo e obrigado pela maravilha destes posts.

ESPECTACULAR, ESPECTACULAR, ESPECTACULAR, ESPECTACULAR, ESPECTACULAR, ESPECTACULAR,


De MT-Teresa a 29 de Junho de 2007 às 20:50
Amigo Felino

Vem à vontade ouvir as musicas..estão aí para todos, e ainda bem que gostas dos meus gostos musicais...rsss

Quanto à arte...são telas que gosto e vasculho..por aí...e que dão significado às palavras.

Ás vezes...bastam-se

Obrigada pelo teu carinho

Beijinho
Teresa


De Visitante a 28 de Junho de 2007 às 10:58
Baterás a porta
E nada mais importa
Escolherás que estrada trilhar
E o caminho a não tomar
Pois tu és mulher liberta
E deténs a senha certa


Beijinho
Visitante


De MT-Teresa a 29 de Junho de 2007 às 20:50
Ás vezes tenho que procurar bem no saco...mas acabo por encontrar a senha certa, sim!

Beijokas
Teresa


De Gaivota a 28 de Junho de 2007 às 15:40
Ao bateres com a porta, tranca-a de seguida e certifica-te que deitaste a chave fora.
Digo isto porque por exemplo a porta de minha casa batendo, ela não fecha......só rodando a chave...é claro que neste caso não posso nem quero deitar a chave fora....como é que depois voltava a entrar?
beijinho
Gaivota


De MT-Teresa a 29 de Junho de 2007 às 20:52
Gaivota
Eu conheço bem a tua faceta das "chaves", e já aconteceu precisares delas e vires a correr pedir as minhas, para abrires a casa....rsss

Mas isso são outras chaves!

Bj
Teresa



De parafraseando a 28 de Junho de 2007 às 16:55
Muitos parabéns MT pelo lindo poema cheio de significado. Após apreciar este poema veio-me à ideia um escrito de alguém bastante importante na lide poética .

Tomo assim a liberdade de a colocar neste lindo blog.

“A cada dia que vivo, mais me convenço de que
o desperdício da vida està no amor que não damos,
nas forças que não usamos,
na prudência egoísta que nada arrisca
e que, esquivando-nos do sofrimento,
perdemos também a felicidade.
A dor é inevitável.
O sofrimento é opcional.”

(Carlos Drummond de Andrade)


De MT-Teresa a 29 de Junho de 2007 às 20:54
Olá Parafraseando

Obrigada pelo comentário e bem vindo ao meu canto.

Parabéns pelo teu blogue ( novíssimo)

Bj
teresa


De Visitante a 28 de Junho de 2007 às 23:06
Olá , Alf...azema Linda

Tens uma nomeação no meu Blog

Beijinho
Visitante


De MT-Teresa a 29 de Junho de 2007 às 20:55
Vi

Já lá fui..e agradeço, mas só me dás trabalheiras...rsss

Vou tratar disso, mas hoje não... está bem?



De carmemzita a 29 de Junho de 2007 às 01:33
"A formiga no carreiro ia em sentido diferente,
mudem de rumo! Mudem de rumo, dizia pra toda a gente"

Teresa, Tomas Edison experimentou centenas de filamentos de materiais, para chegar à conclusão, que apenas os filamentos de cobre transportavam a electricidade...e fez-se luz!
Nunca achou que foi uma perca de tempo...pois ficou com a certeza que apenas aquele lhe servia...
Um beijinho
CarmenZita


De MT-Teresa a 29 de Junho de 2007 às 21:00
Concordo, Carmemzita

Tambem eu acho que "apesar dos pesares" (como diz o nosso amigo comum do lado de lá do Atlantico)
vale a pena experimentar todos os "filamentos" que nos parecem os certos...mesmo que não sejam e depois...depois seguir em frente e nunca desistir.

Bj


De ComSensualidade a 29 de Junho de 2007 às 13:33
Até breve
ConSensualidade


De MT-Teresa a 29 de Junho de 2007 às 21:01
Boas férias Ousadia

Vamos sentir a falta dos teus comentários e opiniões profissionais, já para não falar dos teus escritos ousadamente provocantes lá no teu canto.

Diverte-te

Bj


De JPatricio a 29 de Junho de 2007 às 19:04


"MENSAGEM NA GARRAFA"

Teresa:

A tua poesia...apresenta-se como uma "mensagem na garrafa"...lançada ao grande mar uniforme "bloguiano"....que alguém desprevenido recolherá ou não.

Teresa, um só poema plasmado num "post" teu, tem muito mais impacto mediático do que um conjunto de poemas agrupados num livro...

Trazes a poesia para um espaço público...para criar um espaço de ligação racional e afectiva com o leitor....

É pela palavra poética que pretendes que a tua voz seja ouvida...
mesmo sabendo de antemão , que a esfera "BLOGUIANA" actual está , por vezes, ausente de racionalidade crítica....

Teresa, o leitor que tu procuras é aquele que ainda seja capaz de se surprender com as palavras...

O encontro entre o leitor e as tuas palavras poéticas , é de um "afago"...tu não precisas de vencer todos os "obstáculos" para chegar a alguém...entras...nem precisas de pedir licença , despertando sensibilidades adormecidas...

PC


De MT-Teresa a 29 de Junho de 2007 às 21:09
João P

Atrevo-me a imaginar que a "minha mensagem na garrafa", lançada num dia de grandes vagas, tenha ido parar, inteirinha, às tuas mãos.

Se foi...está bem entregue!

Habituado como estás, a contar histórias e a dar corpo ao imaginário de outros, contarás certamente , melhor que ninguém, esta "estória que sou" e que tu dizes...não precisar de bater...para entrar (mansamente, digo eu) nas sensibilidades e sentires...

És generoso na tua apreciação da minha "alma"

mas

De ti...espero mais...espero os teus versos!

Beijo
Teresa


comentar


Esta sou eu

segue-me

. 51 seguidores

Vivências Recentes

Despedida

Se eu pudesse...Mãe!

Maio

Dia Mundial da Dança

A Realização de um sonho

Os Livros e o 25 de Abril

Dia da Terra

Ilusão

Inevitável

Meu Filho

A Eterna Juventude

Flores rubras em Abril

Flores de Páscoa

Deixa-me Voar ...

De novo as flores

Mãe

As Fadas

Poesia Eterna

Primavera

Quanto, quanto me queres?

Sem Título

Ilustração de um dia

Pequenas coisas

Diz-me espelho meu...

O Amor

Os chapéus de chuva de Cl...

Saber viver

Nenúfares

A minha Mãe

Feliz Ano Novo

É Um Sol de Inverno

O Natal e a Caixinha de M...

Ó Poesia sonhei que fosse...

E por vezes ...

Lisboa: Janela aberta par...

Tempos difíceis

Vinicius

Coisas Simples

Vegetal e Só

Amália Eterna

Vivências Passadas

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Quem visito e me visita

mais comentados

33 comentários
27 comentários
24 comentários
23 comentários
22 comentários
21 comentários
21 comentários
19 comentários
18 comentários
18 comentários
17 comentários
17 comentários
17 comentários

últ. comentários

Eu quase choro com esse texto, é muito emocional. ...
http://relatodeumaborto.webnode.com/ Minha Histori...
Oi GENTE MEU NOME E ROSE TENHO 13 EU SO...
Chocante
oi meu nome é joice e eu to grávida ...
eu sou totalmente contra o aborto... eu tenho 15 a...
Acho o seguinte: todos cometemos erros! Com certez...
tb naum axo certo o aborto...matarem seu proprio f...
Isso e uma falta de ética. Pq... Q na hr q ...
Olá, Tenho 18 anos , minha namorada é mais nova do...
As nuvens passam, as amaçadores também. Desejo que...
JoãoDesistir nunca! Apenas deixei de escrever, mas...
Todos temos dores, sofremos. [Error: Irreparable i...
Aborto uma das piores coisas da vida,um ser apagan...
ESte blog é muito simpatico, Gostei,Miguel

tags

25 de abril(5)

abril(9)

adeus(9)

alegria(5)

amigos(30)

amizade(14)

amor(137)

aniversário(9)

ano novo(3)

arte(7)

ausência(17)

azuis(9)

beleza(7)

blog(41)

blogue(5)

café(3)

casa das flores(3)

cecilia meireles(6)

cinema(4)

cinza(3)

citação(29)

coisas simples(4)

consciência(3)

cores(3)

dança(16)

david mourão ferreira(7)

descoberta(3)

desejos(7)

desencontro(4)

dia do livro(3)

dor(4)

encontro(4)

enganos(5)

escolhas(4)

escrita(3)

espectaculo(3)

eu(12)

eugénio de andrade(5)

fado(4)

férias(5)

fernando pessoa(3)

filho(15)

fim(4)

florbela espanca(5)

flores(17)

fotografia(13)

fotos(11)

fotos minhas(4)

ilusão(3)

inquietação(3)

joaquim sustelo(4)

josé l. santos(3)

lágrimas(3)

liberdade(13)

lisboa(10)

livros(8)

lua(6)

luz(4)

mãe(7)

manhãs(4)

mar(19)

margarida(4)

maria teresa horta(4)

máscaras(5)

memória(18)

miguel torga(7)

morte(6)

mulher(9)

música(19)

natal(8)

noite(19)

olhos(4)

pai(4)

paixão(16)

páscoa(4)

paz(9)

pintura(13)

poema(117)

poemas de amor(8)

poesia(85)

portugal(5)

primavera(6)

rugby(6)

saudade(24)

silêncio(15)

sol(5)

solidão(19)

sonho(9)

sonhos(4)

sophia m breyner(18)

tango(5)

tempo(14)

trabalho(5)

triste(4)

tristeza(15)

tu(4)

veneza(4)

vida(225)

video(17)

zeca afonso(4)

todas as tags

Pesquisa

 

Favoritos

Vivências

1º Aniversário

As nossas almas

Encontro Mágico

Estrela do Mar II

A Carícia do Sol

Parabéns Filho

A Teia

Dia do Livro

O Crepúsculo

subscrever feeds