Sexta-feira, 27 de Abril de 2007

As Palavras na Madrugada

 Foto de MT
.
.
São 5,30h da madrugada.
Mais uma, em que os "sons são mais íntimos", "as solidões mais fundas", "as paixões são mais ardentes" e até  "as dores mais insuportáveis".
. 
 
Mas nesta madrugada, em que o meu sono foi profundo e seguido, acordei simplesmente porque ele se recolheu mais cedo, e mesmo que eu tentasse dizer-lhe, não vás,  ainda é cedo, seria uma súplica vã, porque ele já não me ouve.
. 
Assim, abandonada pelo sono, vim tentar encontrar as palavras, essas que quase nunca me deixam,  e que rodopiam perante os meus olhos. Sou  uma "boneca de trapos" nas mãos delas. Vão ter comigo, mesmo quando não quero, desafiam-me, piscam-me o olho, riem-se de mim, acordam-me, e até me oferecem folhas brancas, para que eu as conserve em lugar seguro, onde o esquecimento não possa entrar.
.
Eis-me de novo,  nua perante elas.
.
Com o passar dos minutos vejo-me vestida de branco reluzente ( como as estrelas que ainda brilham nesta madrugada) e lentamente vejo compor-se um ramo de flores que vão salpicando de azul o meu vestido e encher de letras as páginas da minha vida por escrever.
.
Agora que despertei e que o dia já me sorriu, escolho algumas e levo-as nos olhos.
.
neste momento estou: em paz
tags:

escrevinhado por MT-Teresa às 07:13
link do post | comentar | favorito
partilhar
9 comentários:
De a 27 de Abril de 2007 às 07:52
Teresa
Amanhecer com a leitura da tua prosa ou da tua poesia, faz parte do meu Madrugar!... Os contrastes da fotografia estão lindos, Parabéns por tudo!
Bom dia de trabalho e um excelente fim de semana.
beijo


De MT-Teresa a 27 de Abril de 2007 às 19:48
Olá Zé
Apesar dos tons cinzas que sempre achas que pinto por aqui...penso que finalmente consegues "ler" o meu outro lado...o das alvoradas vermelhas...de que também sou feita

Sei que estranhas...eu afinal..não ser tão triste como pareço...talvez seja a esperança...e a fé nos outros..que ainda me faz dar sorrisos abertos e sonoras gargalhadas..com coisas tão simples...como estar entre amigos...

Gosto sempre do teu "Madrugar" aqui comigo...

afinal..somos ambos madrugadores

Um beijo e BFS para ti

Teresa


De Anónimo a 27 de Abril de 2007 às 13:07

não sei porquê... hoje quando a li, doeu-me...

talvez por isso e inspirado no som das suas palavras, permita-me que lhe ofereça estas, com sabor a beijo e cheiro a morangos selvagens...

ALVORADA de SILÊNCIOS


no evangelho dos silêncios
não existem referências ao teu nome
porque o som dos teus sonhos
são como palavras únicas
quase mágicas
que servem apenas para construir
consciências livres e esclarecidas
auroras boreais
como companhias indefectíveis da solidão
paixões telúricas
como derradeira solução
para as dores insuportáveis da alma...

no evangelho do silêncios
ninguém conhece as rotas de luz
que são teus olhos... de madrugada
na primavera!

no evangelho dos silêncios
há de facto... uma sombra
que em tempos poderá ter sido... um grito!

mas... ninguém sabe.


07.04.27
sombra


BFS


De MT-Teresa a 27 de Abril de 2007 às 19:59
Amigo "Sombra"

Hoje apetece-me brincar consigo ( sou um pouco atrevida..não sei se já tinha notado) talvez para lhe aliviar a "dor" que sentiu ao ler estas coisas que escrevo...quando acordo cedo demais.

O sombra "mata-me" com a sua poesia e por isso eu pergunto-lhe: Quer que eu morra???

Espero "ver" um sorriso seu...quanto mais não seja...pele breve ilusão de me ver morrer...com a sua "Alvorada de Silêncios" ( maravilhosa como tudo o que escreve)


Continuo a insistir consigo...a sua poesia não é para estar escondida nos comentários, independente do prazer que me dá em os ler aqui .

Tem que ganhar coragem...

Arrisca-se a ter de novo 1ª Página...já sabe que não escondo aquilo que gosto..dos olhares alheios..e há olhares atentos, aqui, à sua Poesia

Beijo e obrigada pelos morangos...eram realmente saborosos

Teresa



De Visitante a 27 de Abril de 2007 às 16:24
Madrugada de breu
Casa
de luzes, sons em desfilada
De repente um céu
Em brasa
Tornado fogo fátuo em debandada

Palavras brancas
Em branco
Por escrever em folhas mortas
Que tu arrancas
Em azul solavanco
Ressuscitadas em velozes hordas


Já não te posso dar os bons dias, dado o adiantado da hora, mas mando-te um beijinho e os votos de bom fim de semana, minha ALF... azema Linda


Visitante


De MT-Teresa a 27 de Abril de 2007 às 20:06
Meu "lindo" amigo Vi

Será que agora...eu também te "inspiro" para escreveres poemas lindos como este? Ou será que já o tinhas escondido algures?

Seja como for...isso não interessa nada e estava a meter-me contigo..rsss

Beijinhos e obrigada por seres também uma presença diáriia aqui.

Teresa

PS: Obrigada ainda, pela Ventania


De Visitante a 29 de Abril de 2007 às 22:07
Minha Alf... azema Linda:

Tu fizeste algo que me inspirou...
E a minha resposta aí ficou...


Beijinho
Visitante



De JP a 27 de Abril de 2007 às 18:35
Sem comentários...


De MT-Teresa a 27 de Abril de 2007 às 20:08
Olá JP

As tuas poucas palavras..fazem-se entender..Obrigada

Não me squeci da pergunta que me fizeste..no teu sítio, sobre o meu filho...irei lá responder e ler as tuas novas histórias, que sabes bem...gosto bastante

Beijinho

Teresa


comentar

Bem Vindos



" As ondas quebravam uma a uma. Eu estava só com a areia e com a espuma. Do mar que cantava só para mim

Sophia de Mello Breyner



Esta sou eu

segue-me

. 51 seguidores




Created by Crazyprofile.com


myspace layouts, myspace codes, glitter graphics



RESPEITE OS DIREITOS DE AUTOR

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape





Click for Lisbon, Portugal Forecast

Vivências Recentes

Despedida

Se eu pudesse...Mãe!

Maio

Dia Mundial da Dança

A Realização de um sonho

Os Livros e o 25 de Abril

Dia da Terra

Ilusão

Inevitável

Meu Filho

A Eterna Juventude

Flores rubras em Abril

Flores de Páscoa

Deixa-me Voar ...

De novo as flores

Mãe

As Fadas

Poesia Eterna

Primavera

Quanto, quanto me queres?

Sem Título

Ilustração de um dia

Pequenas coisas

Diz-me espelho meu...

O Amor

Os chapéus de chuva de Cl...

Saber viver

Nenúfares

A minha Mãe

Feliz Ano Novo

É Um Sol de Inverno

O Natal e a Caixinha de M...

Ó Poesia sonhei que fosse...

E por vezes ...

Lisboa: Janela aberta par...

Tempos difíceis

Vinicius

Coisas Simples

Vegetal e Só

Amália Eterna

Vivências Passadas

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

CURRENT MOON

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


online
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Quem visito e me visita


Created by Crazyprofile.com

mais comentados

33 comentários
27 comentários
24 comentários
23 comentários
22 comentários
21 comentários
21 comentários
19 comentários
18 comentários
18 comentários
17 comentários
17 comentários
17 comentários

últ. comentários

Eu quase choro com esse texto, é muito emocional. ...
http://relatodeumaborto.webnode.com/ Minha Histori...
Oi GENTE MEU NOME E ROSE TENHO 13 EU SO...
Chocante
oi meu nome é joice e eu to grávida ...
eu sou totalmente contra o aborto... eu tenho 15 a...
Acho o seguinte: todos cometemos erros! Com certez...
tb naum axo certo o aborto...matarem seu proprio f...
Isso e uma falta de ética. Pq... Q na hr q ...
Olá, Tenho 18 anos , minha namorada é mais nova do...
As nuvens passam, as amaçadores também. Desejo que...
JoãoDesistir nunca! Apenas deixei de escrever, mas...
Todos temos dores, sofremos. [Error: Irreparable i...
Aborto uma das piores coisas da vida,um ser apagan...
ESte blog é muito simpatico, Gostei,Miguel

tags

25 de abril(5)

abril(9)

adeus(9)

alegria(5)

amigos(30)

amizade(14)

amor(137)

aniversário(9)

ano novo(3)

arte(7)

ausência(17)

azuis(9)

beleza(7)

blog(41)

blogue(5)

café(3)

casa das flores(3)

cecilia meireles(6)

cinema(4)

cinza(3)

citação(29)

coisas simples(4)

consciência(3)

cores(3)

dança(16)

david mourão ferreira(7)

descoberta(3)

desejos(7)

desencontro(4)

dia do livro(3)

dor(4)

encontro(4)

enganos(5)

escolhas(4)

escrita(3)

espectaculo(3)

eu(12)

eugénio de andrade(5)

fado(4)

férias(5)

fernando pessoa(3)

filho(15)

fim(4)

florbela espanca(5)

flores(17)

fotografia(13)

fotos(11)

fotos minhas(4)

ilusão(3)

inquietação(3)

joaquim sustelo(4)

josé l. santos(3)

lágrimas(3)

liberdade(13)

lisboa(10)

livros(8)

lua(6)

luz(4)

mãe(7)

manhãs(4)

mar(19)

margarida(4)

maria teresa horta(4)

máscaras(5)

memória(18)

miguel torga(7)

morte(6)

mulher(9)

música(19)

natal(8)

noite(19)

olhos(4)

pai(4)

paixão(16)

páscoa(4)

paz(9)

pintura(13)

poema(117)

poemas de amor(8)

poesia(85)

portugal(5)

primavera(6)

rugby(6)

saudade(24)

silêncio(15)

sol(5)

solidão(19)

sonho(9)

sonhos(4)

sophia m breyner(18)

tango(5)

tempo(14)

trabalho(5)

triste(4)

tristeza(15)

tu(4)

veneza(4)

vida(225)

video(17)

zeca afonso(4)

todas as tags

Pesquisa

 

Favoritos

Vivências

1º Aniversário

As nossas almas

Encontro Mágico

Estrela do Mar II

A Carícia do Sol

Parabéns Filho

A Teia

Dia do Livro

O Crepúsculo

subscrever feeds