Quarta-feira, 18 de Abril de 2007

O Mar

 Pintura de Salvador Dali

 

.

 

Sabem o que o Mar faz aos nossos gritos?

.


escrevinhado por MT-Teresa às 07:34
link do post | comentar | favorito
partilhar
14 comentários:
De Gaivota a 18 de Abril de 2007 às 07:54
Tira-lhes o desespero, envolve-os em vida, retira-lhes a dor e as mágoas neles contidos e devolve-os, em forma de suspiros de prazer.
Beijinhos e tem um bom dia!
Começo hoje na minha nova função, estou apreensiva beijinhos......
Clara


De MT-Teresa a 18 de Abril de 2007 às 21:52
Gaivota madrugadora

Quem te conheçe..só poderia esperar esta resposta..não fosses tu "escorpiona" ( naquele sentido que tu sabes..rsss)

Espero que o teu 1º dia..tenha corrido bem... e caso as novas funções te sejam pesadas em demasia..vai junto ao Mar...e GRITA!

Bjs

Teresa


De FELINO a 18 de Abril de 2007 às 09:02
Olá
Sei o Mar disolve o grito como a alma limpida que vagueia.
Podes agora comentar, mas descansa que li o que me mandas-te, tinha tudo privado por causa de uma guerra que ouve.
Mas já está desbloquiado .
Beijinhos
Ass: Felino


De MT-Teresa a 18 de Abril de 2007 às 21:57
Olá Felino

Dizes tu que o "Mar dissolve o grito como a alma limpida que vagueia"...

..as almas, as inquietas, encontram sempre o caminho do mar..e aí..muitas vezes morrem, petrificadas de dor...

Gostei do teu passar ...gritando baixinho

Bj
Teresa


De Anónimo a 18 de Abril de 2007 às 15:18
Teresa, a minha versão é esta:

A "casa das máquinas" do MAR, que é o departamento que regula e comanda o Mar, é a LUA, como é sabido.
Por sua vez a Lua, tem contrato de exclusividade com a "estrela polar", que também é uma delegação de coordenação do regime dos "ventos", pelo que estou em crer que os nossos "Gritos" são transformados pelo "Mar" em... "MARÉS VIVAS" !

Contudo, dentro das Marés Vivas, existem várias espécies, das quais destaco apenas duas, por serem as mais representativas: As Salgadas e as Doces.

1 As Salgadas: São sem dúvida as mais genuínas e exibem-se quase exclusivamente para fotógrafos e cinéfilos. Têm grandes dimensões, são brancas quase incolores e falam quase todas as línguas e idiomas.
São de facto belas mas... por vezes exageram na representação, o que as torna ainda mais raras e famosas.

2 As outras... as doces: São genuinamente portuguesas, são mesmo nossas, só aparecem em noites de lua cheia e em ocasiões especiais, fazem-se acompanhar de musas da antiguidade, poetas, músicos, guitarristas e fadistas e outros de vários talentos. Exalam um forte odor a flores, como orquídeas, rosas, cravos, alecrim e alfazema. São a melhor companhia para quem goste do silêncio da solidão. Emitem sons divinos que na longura da distância, parecem beijos. Trajam de forma simples, mas sensual, por vezes, são vistas quase seminuas e de perfil, têm parecenças com o rosto da liberdade. Não se sabe ao certo o parentesco com o "Vento Suão", uns dizem que são só amigos, mas cá para mim...são amantes!

É o que eu acho.
Concorda?


Bj
sombra


De MT-Teresa a 18 de Abril de 2007 às 22:03
Sombra

Poéticamente descreveu o mar, as marés..o doce e o salgado, como eu nunca imaginaria que alguém o pudesse fazer

também descreveu a mulher..a doce e salgada...

Os gritos?...sei que muitos deles lhe chegam...pelo Vento...já mo disse

atrevo-me a perguntar-lhe ainda...e quando o doce e o salgado se misturam...?



De Anónimo a 19 de Abril de 2007 às 01:33
Pois... os "Gritos" !

Os gritos, são a matéria, a lenta e renovada energia que alumia os "fálicos" e imponentes "Faróis", sempre tão solícitos, disponíveis e ao mesmo tempo, tão ausentes, tão obstinadamente sós, tão soturnos e concentrados, não vá o mareante perder o rumo e a sua sorte.

A luz que o Farol alumia... não é para ser seguida, serve apenas para mostrar o perigo que corre... quem se aventura no mar, por amor...

Salgadas e Doces... são marés muito raras, são longas, mansas e quase silenciosas.
Acho que lhes chamam, Meias-Marés !

Há noite na praia, ronronam como os gatos e trazem sempre manhãs orvalhadas. Resplandecem o ar com cheiro a coral e maresia fresca. Dá vontade de chorar de forma compulsiva e permanente, traz à memória pessoas ausentes, põe-nos a pele aos picos, porque os namorados só com o olhar acendem as madrugadas antes da hora, ao som de magistrais violinos e harpas místicas, como que tocados pelos próprios anjos de outro universo...

São raras... muito belas e geralmente só acontecem a poetas consagrados, que têm muita prática de sonhar...

São momentos balsâmicos para os quais a própria poesia ainda não está preparada...

Ao longe, ao clarear... ouvem-se ainda, distintamente as explosões de paixões incógnitas, severamente desencontradas!

É o que eu acho!


Bj
sombra


De Anónimo a 19 de Abril de 2007 às 11:08
Com as minhas desculpas pelo lapso, rogo o especial favor de considerar o seguinte:

2ª linha: ...energia que alumia... para "energia que alimenta".

4º Parágrafo: ...Há noite... para "à noite".

Obrigado
sombra


De carmemzita a 18 de Abril de 2007 às 20:42
Sei. Após ter consultado a Bola de Cristal, que me diz:
Que os Gritos são consolidados pelo mar, e depois liquefeitos...aumentando assim a sua vastidão e transformados em ondas e marés.
Há no entanto alguma diferença, pois estes serão apenas os gritos de amor, de prazer e de paz....
Os Gritos de dor, angústia e sofrimento...
Transformam-se em vagas alterosas, em tempestades e sunamis, fazendo transbordar o mar...
Estes GRITOS DA HUMANIDADE, alteram todo o ritmo do Planeta...e as catástrofes acontecem (são então os gritos do mar).
Aqui deixo um grito de amor

CarmenZita


De MT-Teresa a 18 de Abril de 2007 às 22:30
Carmenzita..o teu GRITO de Amor...ouve-se na tua Poesia e espalha-se nas marés da vida... loucas dos Poetas

A dor?..Sei que a sentes...como eu

Obrigada

Beijinho
Teresa


De Visitante a 19 de Abril de 2007 às 00:17
O mar pode levar o som da minha voz um pouco mais longe...

Mas isso pouco adiantará se ninguém estiver à escuta...

O mar pode abafar de vez o som da minha voz se eu nele entrar e por lá me ficar...


Visitante


De MT-Teresa a 19 de Abril de 2007 às 22:16
Visitante...não fiques com o mar...os teus gritos são abafados pela tua alegria de viver...

e quando não forem..chora...

( o meu grito...hoje...agora...nem chega a entrar no mar...é devolvido de imediato e mais ruidoso...)


De JP a 19 de Abril de 2007 às 18:36
Fica com eles...
Abafa-os na rebentaçao...
Dá-nos as lágrimas,
O mar do coraçao.



De MT-Teresa a 19 de Abril de 2007 às 22:17
JP

conheço as lágrimas...as salgadas e as doces


comentar

Bem Vindos



" As ondas quebravam uma a uma. Eu estava só com a areia e com a espuma. Do mar que cantava só para mim

Sophia de Mello Breyner



Esta sou eu

segue-me

. 51 seguidores

Vivências Recentes

Despedida

Se eu pudesse...Mãe!

Maio

Dia Mundial da Dança

A Realização de um sonho

Os Livros e o 25 de Abril

Dia da Terra

Ilusão

Inevitável

Meu Filho

A Eterna Juventude

Flores rubras em Abril

Flores de Páscoa

Deixa-me Voar ...

De novo as flores

Mãe

As Fadas

Poesia Eterna

Primavera

Quanto, quanto me queres?

Sem Título

Ilustração de um dia

Pequenas coisas

Diz-me espelho meu...

O Amor

Os chapéus de chuva de Cl...

Saber viver

Nenúfares

A minha Mãe

Feliz Ano Novo

É Um Sol de Inverno

O Natal e a Caixinha de M...

Ó Poesia sonhei que fosse...

E por vezes ...

Lisboa: Janela aberta par...

Tempos difíceis

Vinicius

Coisas Simples

Vegetal e Só

Amália Eterna

Vivências Passadas

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Quem visito e me visita


Created by Crazyprofile.com

mais comentados

33 comentários
27 comentários
24 comentários
23 comentários
22 comentários
21 comentários
21 comentários
19 comentários
18 comentários
18 comentários
17 comentários
17 comentários
17 comentários

últ. comentários

Eu quase choro com esse texto, é muito emocional. ...
http://relatodeumaborto.webnode.com/ Minha Histori...
Oi GENTE MEU NOME E ROSE TENHO 13 EU SO...
Chocante
oi meu nome é joice e eu to grávida ...
eu sou totalmente contra o aborto... eu tenho 15 a...
Acho o seguinte: todos cometemos erros! Com certez...
tb naum axo certo o aborto...matarem seu proprio f...
Isso e uma falta de ética. Pq... Q na hr q ...
Olá, Tenho 18 anos , minha namorada é mais nova do...
As nuvens passam, as amaçadores também. Desejo que...
JoãoDesistir nunca! Apenas deixei de escrever, mas...
Todos temos dores, sofremos. [Error: Irreparable i...
Aborto uma das piores coisas da vida,um ser apagan...
ESte blog é muito simpatico, Gostei,Miguel

tags

25 de abril(5)

abril(9)

adeus(9)

alegria(5)

amigos(30)

amizade(14)

amor(137)

aniversário(9)

ano novo(3)

arte(7)

ausência(17)

azuis(9)

beleza(7)

blog(41)

blogue(5)

café(3)

casa das flores(3)

cecilia meireles(6)

cinema(4)

cinza(3)

citação(29)

coisas simples(4)

consciência(3)

cores(3)

dança(16)

david mourão ferreira(7)

descoberta(3)

desejos(7)

desencontro(4)

dia do livro(3)

dor(4)

encontro(4)

enganos(5)

escolhas(4)

escrita(3)

espectaculo(3)

eu(12)

eugénio de andrade(5)

fado(4)

férias(5)

fernando pessoa(3)

filho(15)

fim(4)

florbela espanca(5)

flores(17)

fotografia(13)

fotos(11)

fotos minhas(4)

ilusão(3)

inquietação(3)

joaquim sustelo(4)

josé l. santos(3)

lágrimas(3)

liberdade(13)

lisboa(10)

livros(8)

lua(6)

luz(4)

mãe(7)

manhãs(4)

mar(19)

margarida(4)

maria teresa horta(4)

máscaras(5)

memória(18)

miguel torga(7)

morte(6)

mulher(9)

música(19)

natal(8)

noite(19)

olhos(4)

pai(4)

paixão(16)

páscoa(4)

paz(9)

pintura(13)

poema(117)

poemas de amor(8)

poesia(85)

portugal(5)

primavera(6)

rugby(6)

saudade(24)

silêncio(15)

sol(5)

solidão(19)

sonho(9)

sonhos(4)

sophia m breyner(18)

tango(5)

tempo(14)

trabalho(5)

triste(4)

tristeza(15)

tu(4)

veneza(4)

vida(225)

video(17)

zeca afonso(4)

todas as tags

Pesquisa

 

Favoritos

Vivências

1º Aniversário

As nossas almas

Encontro Mágico

Estrela do Mar II

A Carícia do Sol

Parabéns Filho

A Teia

Dia do Livro

O Crepúsculo

subscrever feeds