Domingo, 15 de Abril de 2007

A Carícia do Sol

 

.

Com o Sol a acariciar-me languidamente
deixo-me arrastar de mão dada com o vento
para universos desconhecidos
e mares nunca alcançados
onde corais azulados alimentam  o meu corpo
 
Em êxtase sou levada por peixes prateados
que me iniciam na dança sensual das marés
cingindo-me num circulo de fogo
que me percorre o sangue
e me faz rodopiar  loucamente
ao som de flautas marinhas
que eu ouço encantada
e desfalecida de prazer
.
Teresa E
.
neste momento estou: bronzeada pelo sol
ao som de: Rodrigo Leão

escrevinhado por MT-Teresa às 22:43
link do post | comentar | favorito
partilhar
10 comentários:
De agregando a 15 de Abril de 2007 às 22:54
Prazer é poder por aqui passar e ficar encantado com as palavras.
Boa semana
Beijo
João


De MT-Teresa a 16 de Abril de 2007 às 18:51
Obrigada João por gostares
Boa semana tb para ti

Bjinho


De a 16 de Abril de 2007 às 07:02
Teresa
Na beleza das tuas palavras, que a "Caricia do sol" te traga um bom dia e uma boa semana de trabalho...
beijo


De MT-Teresa a 16 de Abril de 2007 às 18:53
Olá Zé

O sol..ficou por lá...a minha semana começou cheia de nuvens..talvez sejam passageiras...rsss (vamos ver)

Bj


De Diácono Remédios a 16 de Abril de 2007 às 10:34
Valha-me Deus eze eze!!!

Para além de pôr uma foto de uma mulher de c... c.... c... de hmmm costas e o resto à mostra hmmm... a irmã Teresa hmm não se contenta com sardinhadas eze eze !

Precisa também de tomar hmmm banho com os peixinhos eze eze!!

Em lugar de um hmmm belo orgão de tubos eze da Igreja hmmm, prefere ouvir a música das flautas eze eze

Que promiscuidade hmm!!!

Não havia necessidade!!!


Diácono Remédios


De MT-Teresa a 16 de Abril de 2007 às 18:54
Sr Diácono

Posso dar-lhe um conselho?

- Feche os olhos!

Respeitosamente...
Teresa


De Anónimo a 16 de Abril de 2007 às 11:06

não sei

o que me faz manter o rosto indiferente
tão clandestino de minha alma
perpétuo recluso de renovados sentimentos
dos quais utilizo apenas a luz
que incansavelmente me alumia o caminho
rota única de um destino incerto
mas repleto de solidão

não sei

porque me arrasto neste degredo
onde secretamente
construo a tua imagem
bastando-me o som do teu nome
para redescobrir
a razão poética dos meus sentidos

não sei, porque sou cativo
das palavras com que rimam os teus sonhos

não sei...
francamente , não sei!

07.04.16
sombra


Para a Teresa com todo o meu carinho.
Bj
sombra




De MT-Teresa a 16 de Abril de 2007 às 18:44
Carinhoso Sombra
Se é possivel alguém falar de uma sombra ..eu consegui..ontem falei de si...

estranhando a sua ausência...pensei chamá-lo hoje...poéticamente

para o fazer sair...desse degredo a que se obriga....

será que me ouviu o pensamento...ou simplesmente leu os versos que não escrevi...de profunda tristeza que de repente me invadiu?

Se não sabe...eu muito menos...

Hoje já disse a alguém..que há por aí ladrões de sorrisos e eu escandalosamente tenho esbanjado os meus...e talvez não deva...

A sua poesia faz-me levitar (brevemente terá 1ª página..como prometi..)

Um beijo

Teresa


De Anónimo a 16 de Abril de 2007 às 19:35

só ontem cheguei a Portugal, após mini férias.

por isso a ausência...
a minha ausência, só por força maior ou ponderáveis de elevada justificação, que foi o caso.

tenho saudades suas.
sombra


De MT-Teresa a 16 de Abril de 2007 às 19:38
eu também...



comentar


Esta sou eu

segue-me

. 51 seguidores

Vivências Recentes

Despedida

Se eu pudesse...Mãe!

Maio

Dia Mundial da Dança

A Realização de um sonho

Os Livros e o 25 de Abril

Dia da Terra

Ilusão

Inevitável

Meu Filho

A Eterna Juventude

Flores rubras em Abril

Flores de Páscoa

Deixa-me Voar ...

De novo as flores

Mãe

As Fadas

Poesia Eterna

Primavera

Quanto, quanto me queres?

Sem Título

Ilustração de um dia

Pequenas coisas

Diz-me espelho meu...

O Amor

Os chapéus de chuva de Cl...

Saber viver

Nenúfares

A minha Mãe

Feliz Ano Novo

É Um Sol de Inverno

O Natal e a Caixinha de M...

Ó Poesia sonhei que fosse...

E por vezes ...

Lisboa: Janela aberta par...

Tempos difíceis

Vinicius

Coisas Simples

Vegetal e Só

Amália Eterna

Vivências Passadas

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Quem visito e me visita

mais comentados

33 comentários
27 comentários
24 comentários
23 comentários
22 comentários
21 comentários
21 comentários
19 comentários
18 comentários
18 comentários
17 comentários
17 comentários
17 comentários

últ. comentários

Eu quase choro com esse texto, é muito emocional. ...
http://relatodeumaborto.webnode.com/ Minha Histori...
Oi GENTE MEU NOME E ROSE TENHO 13 EU SO...
Chocante
oi meu nome é joice e eu to grávida ...
eu sou totalmente contra o aborto... eu tenho 15 a...
Acho o seguinte: todos cometemos erros! Com certez...
tb naum axo certo o aborto...matarem seu proprio f...
Isso e uma falta de ética. Pq... Q na hr q ...
Olá, Tenho 18 anos , minha namorada é mais nova do...
As nuvens passam, as amaçadores também. Desejo que...
JoãoDesistir nunca! Apenas deixei de escrever, mas...
Todos temos dores, sofremos. [Error: Irreparable i...
Aborto uma das piores coisas da vida,um ser apagan...
ESte blog é muito simpatico, Gostei,Miguel

tags

25 de abril(5)

abril(9)

adeus(9)

alegria(5)

amigos(30)

amizade(14)

amor(137)

aniversário(9)

ano novo(3)

arte(7)

ausência(17)

azuis(9)

beleza(7)

blog(41)

blogue(5)

café(3)

casa das flores(3)

cecilia meireles(6)

cinema(4)

cinza(3)

citação(29)

coisas simples(4)

consciência(3)

cores(3)

dança(16)

david mourão ferreira(7)

descoberta(3)

desejos(7)

desencontro(4)

dia do livro(3)

dor(4)

encontro(4)

enganos(5)

escolhas(4)

escrita(3)

espectaculo(3)

eu(12)

eugénio de andrade(5)

fado(4)

férias(5)

fernando pessoa(3)

filho(15)

fim(4)

florbela espanca(5)

flores(17)

fotografia(13)

fotos(11)

fotos minhas(4)

ilusão(3)

inquietação(3)

joaquim sustelo(4)

josé l. santos(3)

lágrimas(3)

liberdade(13)

lisboa(10)

livros(8)

lua(6)

luz(4)

mãe(7)

manhãs(4)

mar(19)

margarida(4)

maria teresa horta(4)

máscaras(5)

memória(18)

miguel torga(7)

morte(6)

mulher(9)

música(19)

natal(8)

noite(19)

olhos(4)

pai(4)

paixão(16)

páscoa(4)

paz(9)

pintura(13)

poema(117)

poemas de amor(8)

poesia(85)

portugal(5)

primavera(6)

rugby(6)

saudade(24)

silêncio(15)

sol(5)

solidão(19)

sonho(9)

sonhos(4)

sophia m breyner(18)

tango(5)

tempo(14)

trabalho(5)

triste(4)

tristeza(15)

tu(4)

veneza(4)

vida(225)

video(17)

zeca afonso(4)

todas as tags

Pesquisa

 

Favoritos

Vivências

1º Aniversário

As nossas almas

Encontro Mágico

Estrela do Mar II

A Carícia do Sol

Parabéns Filho

A Teia

Dia do Livro

O Crepúsculo

subscrever feeds