Segunda-feira, 20 de Novembro de 2006

Cores

Os desejos voltaram a sair de mim
E os meus olhos ficaram brancos de novo
 
Os azuis repetidamente se pintam da cor do nada
E as cores ... As cores que eu mesma criei
Riem-se de mim nesta madrugada
 
Pinto-me com reflexos de vermelho
Quando me amas
Emendo o teu esboço a preto
Quando me deixas
 
E os meus sonhos
Desenhados em folha branca
Mal se distinguem
Dos traços coloridos
Da tua ausência
 
Teresa E.
07/08/06
tags: , ,

escrevinhado por MT-Teresa às 11:42
link do post | comentar | favorito
partilhar
3 comentários:
De MT-Teresa a 20 de Novembro de 2006 às 11:51
Que coisa! Tanto mexo nisto..que apaguei este Post e os comentários l..mas fui a tempo e copiei...aqui vão...desculpe Sol..

"(Anónimo) disse a Sun, 19 Nov 2006 01:28:29 GMT:

lindooooooooooooooooooooooooooooooooooooo...!

em troca dedico-lhe este fado:não


MAIS UM FADO...no fado

(Faixa 11 do CD do Camané com lestra e música de Júlio de Sousa e Carlos da Maia)


Eu sei que esperas por mim
como sempre como dantes
nos braços da madrugada
Eu sei que em nós não há fim
somos eternos amantes
que não amaram mais nada

Eu sei que me querem bem
Eu sei que há outros amores
Para bordar no meu peito
Mas eu não vejo ninguém
Porque eu não quero mais dores
Nem mais batôn no meu leito

Nem beijos que não são teus
Nem perfumes duvidosos
Nem carícias perturbantes
Nem infernos nem céus
nem SOL em dias chuvosos
Porque ainda somos amantes

Mas Deus...quer mais sofrimento
Quer mais rugas no meu rosto
E o meu corpo, mais cruel
Mais requintado tormento
Mais velhice, mais desgosto
E mais um Fado no Fado.

(fado perseguição)


Já tinha saudades.


(.................................................................... sol )

(Anónimo) disse a Sun, 19 Nov 2006 01:31:10 GMT:


perdoe-me a gafe da palavra "não" que ficou esquecida por não ter verificado antes da publicação.

bjsss

(Anónimo) disse a Sun, 19 Nov 2006 01:59:23 GMT:


o meu texto perdeu a graça dadas as gralhas que apresenta e por isso lhe peço as mais sinceras desculpas pela minha imprudência.

Estou desolado!
Espero que não prejudique o seu trabalho.
Desculpe


sol

Teresa disse a Sun, 19 Nov 2006 02:05:52 GMT:


Sol...Boa Noite
Hoje também sou notívaga...e estando por aqui...acabei por ler "ON LINE" as suas "traquinices"...não estragou nada, não peça desculpas por favor...que importam as gralhas?..Nem sou professora de português..rsss

Adoro fado..obrigada pela letra...pena não ter música

Já agora...deixou de ser aprendiz de.....?

Boa noitada!

T


De Anónimo a 20 de Novembro de 2006 às 12:30
Apesar de anónimo

que dizes tu ás palavras que escreves
para que invariável e infalivelmente
me encontrem no meio da multidão...

que poder é esse?
que mágica usas?

como podem as tuas vogais saber
que eu tenho os lábios roxos
do frio da solidão, onde não há beijos escaldantes
que me adocem e aqueçam os silêncios e as ausências, minha azeda amargura?

como podem saber algumas consoantes
que os meus olhos são baços, cegos de escuridão
como a noite, por onde me escorrem os sonhos que têm nome e os desejos que têm sol poente e
outras vezes madrugadas com orvalho quente...

e... outras ainda
que identificam os próprios farrapos
com que cubro este pobre corpo, sejam eles
pedaços de fotografias rasgadas
para me lembrar de outros sorrisos sejam eles
recortes de de um jornal com notícias de outros dias...

que ordens transmites tu
a essas palavras feitas setas
que me trespassam o corpo até à alma
tornando-se impossível esconder-me delas e
a ponto de desejar imolar-me no fogo da paixão
com que elas me abraçam...

agora sabes sempre quem sou
o mesmo Sem Abrigo...

o pior dos mendigos
porque

agora és TU... o meu refúgio!

(por ser evidente a recaída):
Um Sem Abrigo do Amor.


De MT-Teresa a 20 de Novembro de 2006 às 13:46
Foi Sol de pouca dura... se as suas recaídas o fazem escrever assim..venham elas!

Gosto de ter recaídas...ganho força com elas, mas isso sou eu.

"De aqui a pouco acaba o dia.
Não fiz nada.
Também, que coisa é que faria?
Fosse o que fosse, estava errada.



De aqui a pouco a noite vem.
Chega em vão
Para quem como eu só tem
Para o contar o coração.



E após a noite a irmos dormir
Torna o dia.
Nada farei senão sentir.
Também que coisa é que faria?"

(Fernando Pessoa)

Um bom dia
- Onde tem essas pérolas guardadas?


comentar


Esta sou eu

segue-me

. 51 seguidores

Vivências Recentes

Despedida

Se eu pudesse...Mãe!

Maio

Dia Mundial da Dança

A Realização de um sonho

Os Livros e o 25 de Abril

Dia da Terra

Ilusão

Inevitável

Meu Filho

A Eterna Juventude

Flores rubras em Abril

Flores de Páscoa

Deixa-me Voar ...

De novo as flores

Mãe

As Fadas

Poesia Eterna

Primavera

Quanto, quanto me queres?

Sem Título

Ilustração de um dia

Pequenas coisas

Diz-me espelho meu...

O Amor

Os chapéus de chuva de Cl...

Saber viver

Nenúfares

A minha Mãe

Feliz Ano Novo

É Um Sol de Inverno

O Natal e a Caixinha de M...

Ó Poesia sonhei que fosse...

E por vezes ...

Lisboa: Janela aberta par...

Tempos difíceis

Vinicius

Coisas Simples

Vegetal e Só

Amália Eterna

Vivências Passadas

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Quem visito e me visita

mais comentados

33 comentários
27 comentários
24 comentários
23 comentários
22 comentários
21 comentários
21 comentários
19 comentários
18 comentários
18 comentários
17 comentários
17 comentários
17 comentários

últ. comentários

Eu quase choro com esse texto, é muito emocional. ...
http://relatodeumaborto.webnode.com/ Minha Histori...
Oi GENTE MEU NOME E ROSE TENHO 13 EU SO...
Chocante
oi meu nome é joice e eu to grávida ...
eu sou totalmente contra o aborto... eu tenho 15 a...
Acho o seguinte: todos cometemos erros! Com certez...
tb naum axo certo o aborto...matarem seu proprio f...
Isso e uma falta de ética. Pq... Q na hr q ...
Olá, Tenho 18 anos , minha namorada é mais nova do...
As nuvens passam, as amaçadores também. Desejo que...
JoãoDesistir nunca! Apenas deixei de escrever, mas...
Todos temos dores, sofremos. [Error: Irreparable i...
Aborto uma das piores coisas da vida,um ser apagan...
ESte blog é muito simpatico, Gostei,Miguel

tags

25 de abril(5)

abril(9)

adeus(9)

alegria(5)

amigos(30)

amizade(14)

amor(137)

aniversário(9)

ano novo(3)

arte(7)

ausência(17)

azuis(9)

beleza(7)

blog(41)

blogue(5)

café(3)

casa das flores(3)

cecilia meireles(6)

cinema(4)

cinza(3)

citação(29)

coisas simples(4)

consciência(3)

cores(3)

dança(16)

david mourão ferreira(7)

descoberta(3)

desejos(7)

desencontro(4)

dia do livro(3)

dor(4)

encontro(4)

enganos(5)

escolhas(4)

escrita(3)

espectaculo(3)

eu(12)

eugénio de andrade(5)

fado(4)

férias(5)

fernando pessoa(3)

filho(15)

fim(4)

florbela espanca(5)

flores(17)

fotografia(13)

fotos(11)

fotos minhas(4)

ilusão(3)

inquietação(3)

joaquim sustelo(4)

josé l. santos(3)

lágrimas(3)

liberdade(13)

lisboa(10)

livros(8)

lua(6)

luz(4)

mãe(7)

manhãs(4)

mar(19)

margarida(4)

maria teresa horta(4)

máscaras(5)

memória(18)

miguel torga(7)

morte(6)

mulher(9)

música(19)

natal(8)

noite(19)

olhos(4)

pai(4)

paixão(16)

páscoa(4)

paz(9)

pintura(13)

poema(117)

poemas de amor(8)

poesia(85)

portugal(5)

primavera(6)

rugby(6)

saudade(24)

silêncio(15)

sol(5)

solidão(19)

sonho(9)

sonhos(4)

sophia m breyner(18)

tango(5)

tempo(14)

trabalho(5)

triste(4)

tristeza(15)

tu(4)

veneza(4)

vida(225)

video(17)

zeca afonso(4)

todas as tags

Pesquisa

 

Favoritos

Vivências

1º Aniversário

As nossas almas

Encontro Mágico

Estrela do Mar II

A Carícia do Sol

Parabéns Filho

A Teia

Dia do Livro

O Crepúsculo

subscrever feeds