Terça-feira, 13 de Fevereiro de 2007

Que faço agora?

.
Fiz...
Do teu amor
o meu vestido
de cores garridas
avermelhadas
Da tua boca
o meu perfume
de sabor
almiscarado
Das tuas mãos
o meu corpo
àvido
reencontrado
 
O que faço agora
com a saudade
dos beijos
que já não tenho
e da dor
que me deixaste?
.
neste momento estou: como sempre
tags: ,

escrevinhado por MT-Teresa às 18:34
link do post | comentar | favorito
partilhar
13 comentários:
De Gaivota a 13 de Fevereiro de 2007 às 18:53
Engoles as lágrimas...respiras fundo.........ergues a cabeça e vais em frente.....Faço isso todos os dias!
beijinho
Clara


De MT-Teresa a 13 de Fevereiro de 2007 às 18:59
Olá Clara

...é o que eu faço há muito (demasiado) tempo! E tu sabes isso muito bem..talvez por isso esteja um pouco cansada

de tudo

Bj








De Gaivota a 13 de Fevereiro de 2007 às 21:10
Curiosamente no teu espaço, tambem não vejo as fotos......
ai.ai ai.que será que fizeste MT?


De Pedro a 13 de Fevereiro de 2007 às 23:59
A verdadeira essência do Amor está no nosso viver. Vivendo, se ama. Amando, se vive. E, se ambos derem as mãos, o Amor e a Vida, serão felizes para sempre.

Desculpa invadir assim o teu espaço, mas não pude deixar de o fazer a conselho de um amigo comum.

Escreves muito bem.
CARPE DIEM


De MT-Teresa a 14 de Fevereiro de 2007 às 21:56
Olá Pedro
Obrigada pela visita e por teres gostado.
Volta sempre

Um abraço
Teresa


PS: Já fui espreitar o teu espaço, mas voltarei com mais tempo


De a 14 de Fevereiro de 2007 às 07:10
Teresa
Tem um bom dia, um dia alegre e feliz, um dia que possa marcar o principio do fim da dor e da tristeza.
beijo amigo


De MT-Teresa a 14 de Fevereiro de 2007 às 21:57
Olá Zé

Sempre presente pela manhã. Obrigada!

Que o teu dia seja especial

Beijinho


De Visitante a 14 de Fevereiro de 2007 às 09:36
Minha querida Alf...azema
Permite-me uma sugestão
Para tão triste tema
Que é a saudade no coração

Pega na tua saudade
Embrulha-a na tua dor
Cola ambas numa tela
E pinta um quadro sem cor

Emoldura-o com a memória
Pendura-o com cuidado
Naquela parede da História
Que fica ali... de lado

Agora pousa a tua paleta
Limpa os teus pincéis
Procura novos modelos
A esboçar em milhentos papéis



Beijinho
Visitante




De MT-Teresa a 14 de Fevereiro de 2007 às 21:58
Visitante

Estavas mesmo inspirado..gostei mesmo
além disso quando me chamas Al..fazema, fico toda derretida...rss


De Visitante a 15 de Fevereiro de 2007 às 10:24
Não é Al...fazema...

É ALF...azema....






De J a 14 de Fevereiro de 2007 às 12:55
Apaguei a luz... ainda não contente com a escuridão, fechei os olhos e pensei em ti,
no teu olhar profundo, no teu sorriso doce que tomava conta da minha alma...
Ouvi tuas palavras ditas de maneira tão suave que aos meus ouvidos suou como musica.
Meu corpo, como que movido por uma estranha força, paira no ar como uma pena...
Pensei em ti!.. Pensei em tudo fazer para nunca te perder.
Me deliciei com teus beijos, senti o odor do teu perfume suave e fresco, senti as tuas carícias.
E em cada uma delas sentia uma chama ardente que me queimava a alma.
E foi no silêncio da escuridão que o vazio que habitava em mim se foi...
Eu não estava sozinho deitado num quarto escuro, eu estava pensando em ti.
Eu estava sonhando acordado, juntando todos os segredos e planos que haveriamos feito,como que projectando nossas vidas para o futuro.
O sol raiou, eu despertei , e por breves instantes, exitei!..
Quisera voltar a dormir para não mais acordar
e assim suavemente em silêncio, contigo continuar a sonhar.
(poeta solitário)


De MT-Teresa a 14 de Fevereiro de 2007 às 22:11
J...Poeta solitário

Prometi a mim própria que hoje não estaria triste e consegui. Embrenhei-me no trabalho e brincando com a vida, dei-lhe a volta e aqui me vês a sorrir.

Ao ler-te, só me interrogo sobre qual o motivo que leva pessoas que se amam , a perder o romantismo, a alegria de estar, e uma certa poesia que muitas vezes é o que nos compensa das rotinas e das contrariedadeos que vão surgindo na vida.

Gosto sempre que aqui venhas...já sabes

Beijo e saudades








De agregando a 14 de Fevereiro de 2007 às 23:53
MT
A vida são dois dias e o carnaval,que est+a a chegar,são três.
Dois são para nascer e morrer.Os restantes três, aproveita-os o melhor que puderes e te deixarem.
Afivela o teu melhor sorriso e, com o maior dos desprezos, vai dando pontapés no que não interessa.


ISTO
Dizem que finjo ou minto
Tudo que escrevo.Não.
Eu simplesmento sinto
Com a imaginação.
Não uso o coração.

Tudo oque sonho ou passo,
O que me falha ou finda,
É como um terraço
Sobre outra coisa ainda.
Essa coise é que é linda.

Por isso escrevo em meio
Do que não está ao pé,
Livre do meu enleio,
Sério que não é.
Sentir? Sinta quem lê!

* * *

Tudo o que faço ou omedito
Fica sempre na metade.
Querendo,quero o infinito.
Fazendo, nada é verdade.

Que nojo de mim me fica
Ao olhar para o que faço!
Minha alma é lúcida e rica,
E eu sou um mar de sargaço -

Um mar onde boiam lentos
Fragmentos de um mar de além...
Vontades ou pensamentos?
Não o sei e sei-o bem.

Fernando Pessoa

João


comentar


Esta sou eu

segue-me

. 51 seguidores

Vivências Recentes

Despedida

Se eu pudesse...Mãe!

Maio

Dia Mundial da Dança

A Realização de um sonho

Os Livros e o 25 de Abril

Dia da Terra

Ilusão

Inevitável

Meu Filho

A Eterna Juventude

Flores rubras em Abril

Flores de Páscoa

Deixa-me Voar ...

De novo as flores

Mãe

As Fadas

Poesia Eterna

Primavera

Quanto, quanto me queres?

Sem Título

Ilustração de um dia

Pequenas coisas

Diz-me espelho meu...

O Amor

Os chapéus de chuva de Cl...

Saber viver

Nenúfares

A minha Mãe

Feliz Ano Novo

É Um Sol de Inverno

O Natal e a Caixinha de M...

Ó Poesia sonhei que fosse...

E por vezes ...

Lisboa: Janela aberta par...

Tempos difíceis

Vinicius

Coisas Simples

Vegetal e Só

Amália Eterna

Vivências Passadas

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Quem visito e me visita

mais comentados

33 comentários
27 comentários
24 comentários
23 comentários
22 comentários
21 comentários
21 comentários
19 comentários
18 comentários
18 comentários
17 comentários
17 comentários
17 comentários

últ. comentários

Eu quase choro com esse texto, é muito emocional. ...
http://relatodeumaborto.webnode.com/ Minha Histori...
Oi GENTE MEU NOME E ROSE TENHO 13 EU SO...
Chocante
oi meu nome é joice e eu to grávida ...
eu sou totalmente contra o aborto... eu tenho 15 a...
Acho o seguinte: todos cometemos erros! Com certez...
tb naum axo certo o aborto...matarem seu proprio f...
Isso e uma falta de ética. Pq... Q na hr q ...
Olá, Tenho 18 anos , minha namorada é mais nova do...
As nuvens passam, as amaçadores também. Desejo que...
JoãoDesistir nunca! Apenas deixei de escrever, mas...
Todos temos dores, sofremos. [Error: Irreparable i...
Aborto uma das piores coisas da vida,um ser apagan...
ESte blog é muito simpatico, Gostei,Miguel

tags

25 de abril(5)

abril(9)

adeus(9)

alegria(5)

amigos(30)

amizade(14)

amor(137)

aniversário(9)

ano novo(3)

arte(7)

ausência(17)

azuis(9)

beleza(7)

blog(41)

blogue(5)

café(3)

casa das flores(3)

cecilia meireles(6)

cinema(4)

cinza(3)

citação(29)

coisas simples(4)

consciência(3)

cores(3)

dança(16)

david mourão ferreira(7)

descoberta(3)

desejos(7)

desencontro(4)

dia do livro(3)

dor(4)

encontro(4)

enganos(5)

escolhas(4)

escrita(3)

espectaculo(3)

eu(12)

eugénio de andrade(5)

fado(4)

férias(5)

fernando pessoa(3)

filho(15)

fim(4)

florbela espanca(5)

flores(17)

fotografia(13)

fotos(11)

fotos minhas(4)

ilusão(3)

inquietação(3)

joaquim sustelo(4)

josé l. santos(3)

lágrimas(3)

liberdade(13)

lisboa(10)

livros(8)

lua(6)

luz(4)

mãe(7)

manhãs(4)

mar(19)

margarida(4)

maria teresa horta(4)

máscaras(5)

memória(18)

miguel torga(7)

morte(6)

mulher(9)

música(19)

natal(8)

noite(19)

olhos(4)

pai(4)

paixão(16)

páscoa(4)

paz(9)

pintura(13)

poema(117)

poemas de amor(8)

poesia(85)

portugal(5)

primavera(6)

rugby(6)

saudade(24)

silêncio(15)

sol(5)

solidão(19)

sonho(9)

sonhos(4)

sophia m breyner(18)

tango(5)

tempo(14)

trabalho(5)

triste(4)

tristeza(15)

tu(4)

veneza(4)

vida(225)

video(17)

zeca afonso(4)

todas as tags

Pesquisa

 

Favoritos

Vivências

1º Aniversário

As nossas almas

Encontro Mágico

Estrela do Mar II

A Carícia do Sol

Parabéns Filho

A Teia

Dia do Livro

O Crepúsculo

subscrever feeds