Sábado, 11 de Agosto de 2007

O Virar da Página

 Foto de MT

 

.

 

Se alguém perguntar por mim, procurem no mar...

 

...talvez eu volte quando me encontrar!

.

neste momento estou: a virar uma página

escrevinhado por MT-Teresa às 08:49
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
partilhar
Sexta-feira, 10 de Agosto de 2007

Apelo

 Foto de MT

.

Porque não vens agora, que te quero
E adias esta urgencia?
Prometes-me o futuro e eu desespero
O futuro é o disfarce da impotência....

Hoje, aqui, já, neste momento,
Ou nunca mais.
A sombra do alento é o desalento
O desejo o limite dos mortais.

 

Miguel Torga


escrevinhado por MT-Teresa às 07:35
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
partilhar
Quinta-feira, 9 de Agosto de 2007

Depois de Ti...

Óleo de S. Dali
.
De branco
vestida
a pele já morena
a ressaltar
descarada
de uma blusa
atrevida
e decotada
como que a chamar
os beijos
de uma boca em brasa
 
Os olhos
vivos e brilhantes
convidativos
incendeiam os
que neles se fixam
em êxtase
na contemplação
da íris
quase perfeita
onde um reflexo
de desejo
predomina
como num  espelho
 
O corpo
macio da espuma
do banho
alonga-se
e chama-te
lãnguido
na memória
viva
do que era
antes do deserto que ficou
depois de ti
.
Teresa (MT)
Julho 07
.

escrevinhado por MT-Teresa às 20:15
link do post | comentar | favorito
partilhar
Quarta-feira, 8 de Agosto de 2007

Os Altos e Baixos

.

Temos fases na vida em que tudo nos corre bem e encaramos as coisas que nos vão acontecendo com optimismo e determinação. Nessas alturas, os desafios são enfrentados com coragem e tudo à nossa volta parece sintonizar-se de forma positiva e amigável, como que a abrir  caminho para o sucesso e a auto-realização e não só estamos de bem connosco mas também com o resto das pessoas que nos cercam.

São períodos de bem estar, momentos de "tréguas" na vida agitada que levamos, tantas vezes insatisfatória e até frustrante. O trabalho corre-nos bem, as relações familiares decorrem sem sobressaltos, os amigos não nos desiludem e dizem presente mesmo sem precisarmos deles e até o amor nos sorri ou pelo menos não nos vira as costas.

Normalmente, costumamos até desconfiar de tanta coisa boa e perguntamos para nós próprios, o que será que está para vir, porque períodos de "fartura" nunca duram muito.

Por experiência própria sei (bem demais) que as "tréguas" são mesmo tréguas, e sei ainda que o drama é nunca sabermos quando acabam. Sabemos apenas que acabam.

Os estados de euforia seguidos de grande desanimo e até de tristeza são a constatação de que, mesmo sabendo essa verdade, nunca acreditamos muito nela. Ou seja, pensamos ser possível que as tréguas possam ser permanentes e por isso, como eu costumo dizer, esbanjamos sorrisos e olhares felizes, como se tivéssemos um escudo protector a evitar que sejamos atingidos por acontecimentos adversos.

Saber dosear os altos e baixos é encontrar o caminho para a estabilidade e o equilíbrio. Muitas pessoas conseguem, mas a maioria não sabe como o fazer.

No meu caso, continuo a aprender as lições que a vida me tem dado. Tem sido um curso longo, atribulado e com alguns "chumbos" pelo meio em que a "matéria" raramente é conhecida e os exames surgem sem dia marcado, no entanto nunca desisti de "estudar" e procuro sempre fazê-lo com honestidade e sem "cabular".

.

 

Talvez seja por isso que os "Deuses"  continuam a conceder-me tréguas!

.

neste momento estou: de cabeça erguida

escrevinhado por MT-Teresa às 07:55
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
partilhar
Terça-feira, 7 de Agosto de 2007

Bom Dia

 

 Foto MT

 

.

Vive de modo que nunca te envergonhes se for divulgado ao mundo o que fazes ou dizes… ainda que o que for divulgado não seja certo

 

Richard Bach

.


escrevinhado por MT-Teresa às 07:44
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
partilhar
Segunda-feira, 6 de Agosto de 2007

Vivências de todos vós: 20.000

.

As minhas Vivências e as vossas.

Os meus sentires, desabafos, dores,

alegrias, amores, amizades,´paixões, desilusões, tristezas

e tudo ou quase tudo o que me vai na alma

 e que partilho anónimamente com todos os que por aqui já passaram.

OBRIGADA

.

neste momento estou: bem

escrevinhado por MT-Teresa às 19:18
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
partilhar
Domingo, 5 de Agosto de 2007

Eu

 

Foto de Yuri Bonder

 

.

 

Só me conhece quem olhou fundo nos meus olhos

.

tags: , , ,

escrevinhado por MT-Teresa às 20:58
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
partilhar
Sábado, 4 de Agosto de 2007

Ao Perder-te...

extase.jpg

 

Al perderte Yo a ti
Tú y Yo hemos perdido
Yo porque tú fuiste lo que Yo más amaba
Y tú porque Yo era el que te amaba más.
Pero de nosotros dos
Tú pierdes más que Yo:
Porque Yo podré amar a otras
Como te amaba a ti
Y a ti no te amarán
Como te amaba Yo.

Ernesto Cardenal

.


escrevinhado por MT-Teresa às 09:24
link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
partilhar
Sexta-feira, 3 de Agosto de 2007

Ode ao Mar

  Pintura de Turner

 

Água, sal e vontade - a vida!

Azul - a cor do céu e da inocência.

Um lenço a colorir a despedida

Da galera da ausência...

.

Mar tenebroso!

Mar fechado e rugoso

Sobre um casto jardim adormecido!

Mar de medusas que ninguém semeia,

Criadas com mistério e com areia,

Perfeitas de beleza e de sentido!

.

Vem a sede da terra e não se acalma!

Vem a força do mundo e não te doma!

Impenitente e funda, a tua alma

Guarda-se no cristal duma redoma.

.

Guarda-se purificada em leve espuma,

Renda da sua túnica de linho.

Guarda-se aberta em sol, sagrada em bruma,

Sem amor, sem ternura e sem caminho.

.

O navio do sonho foi ao fundo,

E o capitão, despido, jaz ao leme,

Branco nos ossos descarnados;

Uma alga no peito, a flor do mundo,

Uma fibra de amor que vive e treme

De ouvir segredos vãos, petrificados.

.

Uma ilusão enfuna e enxuga a vela,

Uma desilusão a rasga e molha;

Morta a magia que pintava a tela,

O mesmo olhar de há pouco já não olha.

.

Na órbita vazia um cego ouriço

Pica o silêncio leve que perpassa...

Pica o novo feitiço

Que nasce do final de uma desgraça.

.

Mas nem corais, nem polvos, nem quimeras

Sobem à tona das marés...

O navio encalhado e as suas eras

Lá permanecem a milhentos pés.

.

Soterrados em verde, negro e vago,

Nenhum sol os aquece.

Habitantes do lago

Do esquecimento, só a sombra os tece...

.

Ela és tu, anónimo oceano,

Coração ciumento e namorado!

Ela que és tu, arfar viril e plano,

Largo como um abraço descuidado!

.

Tu, mar fechado, aberto e descoberto

Com bússolas e gritos de gajeiro!

Tu, mar salgado, lírico, coberto

De lágrimas, iodo e nevoeiro!

Miguel Torga

.

 

neste momento estou:

escrevinhado por MT-Teresa às 20:06
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
partilhar
Quinta-feira, 2 de Agosto de 2007

As Dúvidas

 

"Enquanto era a razão que me guiava, andava às apalpadelas: agora é o inconsciente e cessaram todas as dúvidas." 

Raul Brandão, Húmus

neste momento estou: em paz

escrevinhado por MT-Teresa às 23:07
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
partilhar
Quarta-feira, 1 de Agosto de 2007

As nossas almas

 

.

Esta noite fui abrir o perfume inebriante onde a minha alma se perdeu, fechei os olhos à saudade imensa que aprisiona os meus desejos e mergulhei a memória nas tardes e noites em que, enamorados, os nossos corpos cantaram hinos de alegria, êxtases e suspiros, em perfeita harmonia de sentires.

.

Agora, apesar de passear solitáriamente pelos jardins encantados do nosso amor, lanço o meu olhar azul, um pouco esbatido pela cor da tua ausência, aos horizontes prometidos de pássaros azuis e águias douradas que sei nos serão devolvidos quando chegar o tempo do reencontro.

.

Sei que ouves a minha voz onde quer que te tenham aprisionado e quero que saibas que ressoam na minha casa os teus passos e os teus risos feitos das flores que descobriste no meu corpo.

.

A minha alma nasceu a partir da tua

 e o mar que me inunda tem origem nas águas do teu rio.

Hoje, o que eu escrevo com cor de sangue,

 sou eu a desfazer-me em lágrimas.

.

Teresa (MT)

01/08/07

.

neste momento estou: saudosa e triste

escrevinhado por MT-Teresa às 19:24
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
partilhar

Esta sou eu

segue-me

. 51 seguidores

Vivências Recentes

Despedida

Se eu pudesse...Mãe!

Maio

Dia Mundial da Dança

A Realização de um sonho

Os Livros e o 25 de Abril

Dia da Terra

Ilusão

Inevitável

Meu Filho

A Eterna Juventude

Flores rubras em Abril

Flores de Páscoa

Deixa-me Voar ...

De novo as flores

Mãe

As Fadas

Poesia Eterna

Primavera

Quanto, quanto me queres?

Sem Título

Ilustração de um dia

Pequenas coisas

Diz-me espelho meu...

O Amor

Os chapéus de chuva de Cl...

Saber viver

Nenúfares

A minha Mãe

Feliz Ano Novo

É Um Sol de Inverno

O Natal e a Caixinha de M...

Ó Poesia sonhei que fosse...

E por vezes ...

Lisboa: Janela aberta par...

Tempos difíceis

Vinicius

Coisas Simples

Vegetal e Só

Amália Eterna

Vivências Passadas

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Quem visito e me visita

mais comentados

33 comentários
27 comentários
24 comentários
23 comentários
22 comentários
21 comentários
21 comentários
19 comentários
18 comentários
18 comentários
17 comentários
17 comentários
17 comentários

últ. comentários

Eu quase choro com esse texto, é muito emocional. ...
http://relatodeumaborto.webnode.com/ Minha Histori...
Oi GENTE MEU NOME E ROSE TENHO 13 EU SO...
Chocante
oi meu nome é joice e eu to grávida ...
eu sou totalmente contra o aborto... eu tenho 15 a...
Acho o seguinte: todos cometemos erros! Com certez...
tb naum axo certo o aborto...matarem seu proprio f...
Isso e uma falta de ética. Pq... Q na hr q ...
Olá, Tenho 18 anos , minha namorada é mais nova do...
As nuvens passam, as amaçadores também. Desejo que...
JoãoDesistir nunca! Apenas deixei de escrever, mas...
Todos temos dores, sofremos. [Error: Irreparable i...
Aborto uma das piores coisas da vida,um ser apagan...
ESte blog é muito simpatico, Gostei,Miguel

tags

25 de abril(5)

abril(9)

adeus(9)

alegria(5)

amigos(30)

amizade(14)

amor(137)

aniversário(9)

ano novo(3)

arte(7)

ausência(17)

azuis(9)

beleza(7)

blog(41)

blogue(5)

café(3)

casa das flores(3)

cecilia meireles(6)

cinema(4)

cinza(3)

citação(29)

coisas simples(4)

consciência(3)

cores(3)

dança(16)

david mourão ferreira(7)

descoberta(3)

desejos(7)

desencontro(4)

dia do livro(3)

dor(4)

encontro(4)

enganos(5)

escolhas(4)

escrita(3)

espectaculo(3)

eu(12)

eugénio de andrade(5)

fado(4)

férias(5)

fernando pessoa(3)

filho(15)

fim(4)

florbela espanca(5)

flores(17)

fotografia(13)

fotos(11)

fotos minhas(4)

ilusão(3)

inquietação(3)

joaquim sustelo(4)

josé l. santos(3)

lágrimas(3)

liberdade(13)

lisboa(10)

livros(8)

lua(6)

luz(4)

mãe(7)

manhãs(4)

mar(19)

margarida(4)

maria teresa horta(4)

máscaras(5)

memória(18)

miguel torga(7)

morte(6)

mulher(9)

música(19)

natal(8)

noite(19)

olhos(4)

pai(4)

paixão(16)

páscoa(4)

paz(9)

pintura(13)

poema(117)

poemas de amor(8)

poesia(85)

portugal(5)

primavera(6)

rugby(6)

saudade(24)

silêncio(15)

sol(5)

solidão(19)

sonho(9)

sonhos(4)

sophia m breyner(18)

tango(5)

tempo(14)

trabalho(5)

triste(4)

tristeza(15)

tu(4)

veneza(4)

vida(225)

video(17)

zeca afonso(4)

todas as tags

Pesquisa

 

Favoritos

Vivências

1º Aniversário

As nossas almas

Encontro Mágico

Estrela do Mar II

A Carícia do Sol

Parabéns Filho

A Teia

Dia do Livro

O Crepúsculo

subscrever feeds