Quarta-feira, 11 de Junho de 2008

Os ciclos

   Shadow Word generated at Pimp-My-Profile.com

 
 
Dei-me conta deste número redondo, hoje, ao olhar para o contador aqui ao lado.

 

É certo que o Vivências começou por ser um espaço solitário que eu decidira criar para preencher alguns vazios e desencantos e que com o correr do tempo acabou por se tornar o meu "canto" diário de lazer e desabafo.

Coloquei nele as coisas que mais gosto: música; pintura; poesia; fotografia; dança; cinema; livros; e, acreditem, deu-me um prazer imenso.

 

Muito do que eu sou está aqui.

E muitos destes visitantes, a maioria anónimos, penso que o entenderam, mesmo sem conhecerem o meu rosto e apenas sabendo que me chamo Teresa ( MT, como o meu filho carinhosamente me chama).

Foram importantes para mim, as "palavras" que me foram deixando os amigos e muitos desconhecidos; e o incentivo e apreço de outros, que pela sua presença amiga, passaram a ser "conhecidos"  (na alma e no sentir)

 

Tenho saudades de algumas presenças que deixaram de "ser". Lembrar-me-ei sempre desses.

 

Há ciclos que não se repetem. Eu própria estou diferente e tenho sentido nos últimos tempos que já não faz tanto sentido continuar neste registo.

 

Confesso, ando a adiar a decisão. Afinal este é um "filho" muito querido que eu criei e custa-me deixá-lo entregue a si próprio.

 

Mas um dia destes terei que ganhar coragem e fechar este ciclo que começou em Setembro de 2006.

 

Este post não é ainda o fim.

É um agradecimento e ao mesmo tempo uma explicação a todos quantos eu me habituei a sentir aqui e que eu estimo.

 

Com amizade

 

Teresa (MT)

 
 

 

neste momento estou: a desabafar

escrevinhado por MT-Teresa às 22:11
link do post | comentar | favorito
| | partilhar
17 comentários:
De carmemzita a 12 de Junho de 2008 às 00:44
PARABENS!!!!!!!!!!!!!!!Como vês ainda por aqui ando...
Um pouco mais silenciosa, como afinal, todos nós.
Já agora, vai-me aplaudir na Marcha da tua rua...rsrs faz um pouco de barulho.
Quanto ao meu Blog, ando tb com vontade de fazer o mesmo...qualquer dia apago-o.
Muita coisa vai perdendo o sentido.
Um beijinho, e faz o que achares melhor, embora, tenha pena...
CarmenZita


De MT-Teresa a 12 de Junho de 2008 às 20:31
Olá Cigana linda

Obrigada pela tua presença constante e pela tua amizade real.

Desconfiei que ias marchar e escolheste bem, não só porque é o meu "bairro" por adopção, mas também porque é do Glorioso...rsss. Marcha bem que p´ra dança tens tu aptidão.

Infelizmente, hoje, vejo as marchas sentada no sofá que tb é bom e vou estar atenta para ver se te descubro no meio daquela gente toda.

Quanto ao apagar o Vivências, nunca tal me passou pela cabeça. Talvez lhe ponha um fim, mas fica tal e qual, mas isso ainda não decidi ( às vezes sou mto indecisa...rsss)

Se resolveres parar, não apagues a Bola de Cristal ( pedido meu).

Beijokas e viva o Sto. António.





De mariola a 12 de Junho de 2008 às 19:06

MT



Já foste mar e ao vento, te insinuaste!
Já foste estrela e… a mesma provocação fizeste à lua.
Mas já foste mais. Já foste lago, praça e rua…
E também do rio, do largo e da avenida te enamoraste.
Foste horizonte, infinito, sol poente e universo!
E ainda, arco-íris, rosa vermelha e constelação.
E de tanto crer, foste palavra, animação e verso…
E em tudo te recriaste autêntica, por paixão.
Quase todas as vezes foste mais em seu teor,
Do que o bem que existe em tudo, desmedidamente.
Foste também a serena dúvida singularmente,
Foste quase todos os momentos, todos os dias em seu melhor.


Foste os verbos que nos enchem os sentimentos!
Foste a síntese das coisas terrenas e reais,
Foste sonho, profeta de aventuras demais,
Foste o rácio divisor de todos os encantamentos.
Do tanto, tanto… tanto que foste nesta vertiginosa magia,
Deixaste-nos a memória prenha de admiração!
O amor, como virtude recíproca no coração…
E a esperança, como motor de busca da alegria.
Por último, do muito que ficou por dizer…
Direi que foste exemplo, do bom gosto inexcedível.
A Rainha da criatividade, a Deusa do desejo impossível…
Uma indomável força da natureza. A própria Fénix a renascer!


Maria Teresa, pessoas assim são raras de encontrar…
São seres invulgares que habitam o nosso imaginário,
Com contornos esporádicos e carácter extraordinário.
“MT”, Pessoas assim… são um poema por escrever e recitar!



08.06.12
Vasconcelos



De MT-Teresa a 12 de Junho de 2008 às 20:49
Amigo Vasconcelos

Não é por acaso que eu já escrevi tantas vezes, que este blogue é em parte seu. Sem nunca nos termos visto, nem falado, em suma sem nos conhecermos na vida real, o Vasconcelos é daqueles desconhecidos que se tornou amigo, no sentir e na alma, neste palco virtual onde a Poesia foi personagem principal.

Muito já "dissemos" um ao outro, escrevendo. A sua Poesia valorizou o que eu escrevia. Disso não tenho dúvidas.

Inspirou-me. Muito...!

Fico contente que tenha "renascido" para me dedicar mais um maravilhoso poema.

Apenas me interrogo, se fui realmente isso que "escreve". Se fui, algo adormeceu em mim, que me impede de voltar a ser, daí a minha intenção de parar (nem que seja para reflectir se valerá a pena continuar, mas de forma diferente)

Deixo-lhe a minha amizade e reconhecimento pela sua contribuição para o "despertar" do meu eu poético, mesmo que tenha sido efémero.

Um beijo e volte sempre, porque, como deve saber, gosto de o sentir aqui.






De Visitante a 12 de Junho de 2008 às 20:16
Parabéns pelas 50.000 visitas, minha Alf...azema Linda

Não páres.

As tuas palavras fazem falta, ok?

Beijinho
Visitante


De MT-Teresa a 12 de Junho de 2008 às 20:52
Querido amigo Vivi

Também andas ausente, aliás como muitos dos amigos. Estes "ciclos" fazem estragos, não achas?

Obrigada por tudo.

Um grande beijinho e bom Sto António.



De agregando a 13 de Junho de 2008 às 23:45
Primeiro que tudo, parabéns!
Os filhos têm uma hora em que cortam as amarras e passam a percorrer o mundo pelo seu próprio pé. Quando chegar a hora, deixá-lo-ás partir, mas com a certeza que o terás sempre à mão, para o poderes rever, e quiçá matar as saudades a terciros.
Beijocas.
João


De MT-Teresa a 19 de Junho de 2008 às 23:17
Obrigada João.

Quando chegar a hora, certamente o farei, mas até lá, ainda me vais vendo por aqui de vez em quando.

Beijnho tb para ti


De artesaoocioso a 14 de Junho de 2008 às 15:51
Cinquenta mil e obra e significa o reconhecimento do mérito.
Curiosamente a minha oficina também é um refugio , mas com menos animação.
As mudanças de ciclo são necessários e fazem-nos bem, mas para quem chegou até aqui, seria uma perda parar.
Parabéns e continue.


De MT-Teresa a 19 de Junho de 2008 às 23:19
Obrigada amigo João Gonçalves.

Ainda por aqui ando às voltas com os "ciclos"...rsss

Um abraço e boas férias


De Margarida a 15 de Junho de 2008 às 14:29
Entendo os ciclos, eu tenho tido ciclos bem mais curtos que o teu...e já me apaguei pelo menos uma vez.....Tudo tem o seu tempo...entendo que necessites de parar , ou mudar o registo, mas com outro registo será o mesmo Vivências a que nos habituaste?
Fico descansada sei que não a apagarás...e isso é reconfortante para quem te lê.
Beijinho
Margarida


De MT-Teresa a 19 de Junho de 2008 às 23:24
Bem aparecida Margarida.

Os teus ciclos são mais radicais do que os meus, mas tu também o és...rsss

Depois das férias...logo verei.

Bjs


De M.Luísa Adães a 16 de Junho de 2008 às 10:39
MT-Teresa

Li essa espécie de despedida ... E não gostei!
A sua presença faz falta, ao meu sentir!
Mas o inevitável acontece! Eu sei!
Um dia, tarde ou cedo demais, eu posso fazer o mesmo e voltar-me para outro lado ... E esquecer esta 2ª. página da minha Vida Literária - que eu recebi de Deus, como um "Dom" - os dons podem ser retirados, se os não merecemos!
Entretanto aguardo!
Também tenho uma vida directa com um Filho, casado, uma Nora, como é óbvio e uma Neta de 6 Meses - Paulistana - nascida no coração de São Paulo (numa Clinica da Avª. Paulista - coração e pulmão da cidade).

Tudo isto, pela espécie de despedida que faz...

E a minha aceitação!

Mas escrever, é um canto e encanto e só DEUS
nos pode tirar...

Beijos,

Maria Luísa


De MT-Teresa a 19 de Junho de 2008 às 23:32
Maria Luísa, agradeço o carinho com que sempre me comenta e quando diz que escrever é um dom, e que Deus pode retirá-lo, não me atrevo a discordar, porque nas questões de fé, respeito o sentir das outras pessoas, mesmo que diferentes do meu.

O que eu sei e sinto é que a escrita não flui como dantes e sinceramente não sei a razão objectiva para tal facto.

Talvez seja uma fase.

Um beijo



De M.Luísa Adães a 20 de Junho de 2008 às 08:45
MT-Teresa

Não fique trisre e desiludida com o meus dizer
"Deus pode retirar os Dons"; falo por mim,
apenas por mim, não é um presságio de quem
lê o Futuro.
Sou crente, mas não vivo para essas coisas estranhas; tenho a minha "FÉ", dentro de mim.

Quanto a si: se as palavras não "fluem, cono dantes" é uma fase, pela qual está a passar.

Se elas não fluem hoje, fluem amanhã ou depois... Mas eu sei que escrever é uma terapia mental que faz o cérebro ginasticar
e lhe dá vida...mas por vezes, é necessário descansar e aguardar uns tempos e depois, continuar.

Deus poder tirar o Dom - não tem o sentido que lhe deu! É outro que não interessa falar
e não tem a haver consigo, mas comigo!

Cada pessoa é um "ser independente" e haje segundo a sua vontade - é a Liberdade dada
por Deus - e nós aplicamos essa Liberdade como queremos e Deus não interfere.

Muitas vezes, não sabemos usar a Liberdade
e a culpa é nossa!

Aceite o tempo para descansar e depois, continue!
Todos precisamos de si e da sua Verdade!

Beijos,

Maria Luísa


De JP a 17 de Junho de 2008 às 10:14
O primeiro impulso é pedir que não, não deixes, continua...
Mas estava a ser ogoísta, a pensar só em mim.




De MT-Teresa a 19 de Junho de 2008 às 23:34
Olá JP

Que prazer ver-te aqui. Fico sensibilizada.

Vou ficando...rsss ( como podes ver)

Um beijo para ti e familia


comentar

Bem Vindos



" As ondas quebravam uma a uma. Eu estava só com a areia e com a espuma. Do mar que cantava só para mim

Sophia de Mello Breyner



Esta sou eu

segue-me

. 51 seguidores




Created by Crazyprofile.com


myspace layouts, myspace codes, glitter graphics



RESPEITE OS DIREITOS DE AUTOR

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape





Click for Lisbon, Portugal Forecast

Vivências Recentes

Despedida

Se eu pudesse...Mãe!

Maio

Dia Mundial da Dança

A Realização de um sonho

Os Livros e o 25 de Abril

Dia da Terra

Ilusão

Inevitável

Meu Filho

A Eterna Juventude

Flores rubras em Abril

Flores de Páscoa

Deixa-me Voar ...

De novo as flores

Mãe

As Fadas

Poesia Eterna

Primavera

Quanto, quanto me queres?

Sem Título

Ilustração de um dia

Pequenas coisas

Diz-me espelho meu...

O Amor

Os chapéus de chuva de Cl...

Saber viver

Nenúfares

A minha Mãe

Feliz Ano Novo

É Um Sol de Inverno

O Natal e a Caixinha de M...

Ó Poesia sonhei que fosse...

E por vezes ...

Lisboa: Janela aberta par...

Tempos difíceis

Vinicius

Coisas Simples

Vegetal e Só

Amália Eterna

Vivências Passadas

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

CURRENT MOON

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


online
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Quem visito e me visita


Created by Crazyprofile.com

mais comentados

33 comentários
27 comentários
24 comentários
23 comentários
22 comentários
21 comentários
21 comentários
19 comentários
18 comentários
18 comentários
17 comentários
17 comentários
17 comentários

últ. comentários

Eu quase choro com esse texto, é muito emocional. ...
http://relatodeumaborto.webnode.com/ Minha Histori...
Oi GENTE MEU NOME E ROSE TENHO 13 EU SO...
Chocante
oi meu nome é joice e eu to grávida ...
eu sou totalmente contra o aborto... eu tenho 15 a...
Acho o seguinte: todos cometemos erros! Com certez...
tb naum axo certo o aborto...matarem seu proprio f...
Isso e uma falta de ética. Pq... Q na hr q ...
Olá, Tenho 18 anos , minha namorada é mais nova do...
As nuvens passam, as amaçadores também. Desejo que...
JoãoDesistir nunca! Apenas deixei de escrever, mas...
Todos temos dores, sofremos. [Error: Irreparable i...
Aborto uma das piores coisas da vida,um ser apagan...
ESte blog é muito simpatico, Gostei,Miguel

tags

25 de abril(5)

abril(9)

adeus(9)

alegria(5)

amigos(30)

amizade(14)

amor(137)

aniversário(9)

ano novo(3)

arte(7)

ausência(17)

azuis(9)

beleza(7)

blog(41)

blogue(5)

café(3)

casa das flores(3)

cecilia meireles(6)

cinema(4)

cinza(3)

citação(29)

coisas simples(4)

consciência(3)

cores(3)

dança(16)

david mourão ferreira(7)

descoberta(3)

desejos(7)

desencontro(4)

dia do livro(3)

dor(4)

encontro(4)

enganos(5)

escolhas(4)

escrita(3)

espectaculo(3)

eu(12)

eugénio de andrade(5)

fado(4)

férias(5)

fernando pessoa(3)

filho(15)

fim(4)

florbela espanca(5)

flores(17)

fotografia(13)

fotos(11)

fotos minhas(4)

ilusão(3)

inquietação(3)

joaquim sustelo(4)

josé l. santos(3)

lágrimas(3)

liberdade(13)

lisboa(10)

livros(8)

lua(6)

luz(4)

mãe(7)

manhãs(4)

mar(19)

margarida(4)

maria teresa horta(4)

máscaras(5)

memória(18)

miguel torga(7)

morte(6)

mulher(9)

música(19)

natal(8)

noite(19)

olhos(4)

pai(4)

paixão(16)

páscoa(4)

paz(9)

pintura(13)

poema(117)

poemas de amor(8)

poesia(85)

portugal(5)

primavera(6)

rugby(6)

saudade(24)

silêncio(15)

sol(5)

solidão(19)

sonho(9)

sonhos(4)

sophia m breyner(18)

tango(5)

tempo(14)

trabalho(5)

triste(4)

tristeza(15)

tu(4)

veneza(4)

vida(225)

video(17)

zeca afonso(4)

todas as tags

Pesquisa

 

Favoritos

Vivências

1º Aniversário

As nossas almas

Encontro Mágico

Estrela do Mar II

A Carícia do Sol

Parabéns Filho

A Teia

Dia do Livro

O Crepúsculo

subscrever feeds