Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2008

Pássaros a Romper os Prantos

 Pintura de Isabel Nadal
 
 
Hoje tenho flores a nascer dos olhos
Pássaros a romper os prantos
Beijos a bordar o rosto
 
Ah! Maravilhosas claridades
A despontar da escuridão dos silêncios
Que me impuseram os deuses mascarados de homens
 
 
neste momento estou: a acordar

escrevinhado por MT-Teresa às 07:45
link do post | comentar | favorito
| | partilhar
12 comentários:
De João Cordeiro a 10 de Janeiro de 2008 às 11:29
Ao ler este teu poema, fiquei nostálgico e pensativo.
Aliás tens o dom de nos fazer pensar e isso é muito bom.
Um poema simples, onde o sonho do amor está presente
O final, surpreendente.
Eu querida colega esta noite não sonhei, porque a alma sangra ao perceber que este não é o meu mundo.



Beijo sonhador


De MT-Teresa a 10 de Janeiro de 2008 às 21:38
Caro colega
Gosto muito de sol e da luz do dia e procuro sempre as "claridades", no entanto dizem que a minha escrita é triste e acinzentada, ao contrário de mim, ao vivo, que sou na maioria das vezes alegre e bem disposta.

Ficar nostálgico é próprio dos sonhadores e por isso os cinzentos devem ser pintados com a paleta dos nossos sonhos.

Só assim se consegue continuar a lutar neste mundo que não é para muitos do que nele "andam".

Espero que o meu próximo "escrito" lhe transmita alegria, vou tentar...ok?

Um beijo para si


De mariola a 10 de Janeiro de 2008 às 12:23

Depois de a ler, percebi que há um sol de alegria e emoção, a nascer nos seus sentidos...

Desejo-lhe que seja uma autêntica aurora boreal!

Lindo poema... Excelente! Parabéns.

Beijo



Vasconcelos


De MT-Teresa a 10 de Janeiro de 2008 às 21:29
Boa noite amigo Vasconcelos, já tinha sentido a sua falta e fico mais descansada por o saber bem e com vontade de deixar o seu "sinal".

Quanto aos "pássaros a romper os prantos" sabe que sou (quase) como a Fenix...

Renasço sempre das cinzas.

Hoje envio-lhe não um, mas dois beijos, por ter regressado


De lord_of_darkness a 11 de Janeiro de 2008 às 10:25
Fénix, sou
E a cada passo renasço
Da cinza apodrecida
Empalidecida
Que me ofusca o olhar
E me algema os braços
E a vida
Fénix eu sou
E em cada gesto amanheço
O sol de um novo dia
E um recomeço
Porque transporto em mim
A luz charneira
A lança da guerreira
Levantada em riste
Fénix eu sou
Sobre meus muros caídos
E os meus escombros
Deles hoje e sempre renasço
Em mil sonhos verdes
No peitoril da janela
E assim me refaço
Princesa ...
Rainha de mim ...
Cinderela.




De MT-Teresa a 11 de Janeiro de 2008 às 21:20
Que maravilha, Lord Darkness, este poema que me deixou.

Somos coma a Fenix, sim...
Só dessa maneira se sobrevive à dor, ao desamor, ao adeus e ao fim dos sonhos

E renascemos na grande maioria das vezes

Um beijo


De skiweb a 11 de Janeiro de 2008 às 10:25
Belo acordar...
bjs:))


De MT-Teresa a 11 de Janeiro de 2008 às 21:22
Acordar com o o cantar dos passáros é sempre bom.

Ainda bem que os "meus" te acordaram


De Margarida a 11 de Janeiro de 2008 às 19:10
Hoje tenho flores a murcharem nos olhos
Pássaros mortos de dor
corpo rasgado em saudade

Ah! tristes escuridões
A despontar da claridade dos dias felizes
"Que me impuseram os Deuses mascarados de homens"





De MT-Teresa a 11 de Janeiro de 2008 às 21:28
O deuses andam à nossa volta e brincam impunemente, mostram-nos flores silvestres, mares acolhedores e luas cheias de promessas...

Pisca o olho aos Deuses, Margarida e brinca também. Só assim eles se desconcertam e tiram as máscaras com que se vestiram de homens encantadores e perfeitos.

Nós? Damos as mãos e dançamos com a sombra deles e haverá sempre, mas sempre, "outras claridades para descobrir.

Acredita em mim. Sei do que falo. Basta que olhes para mim: Reconheces de certeza isto que escrevo.

Beijinho


PS: Vamos ver o nosso jardim amanhã?


De blogando-me1 a 11 de Janeiro de 2008 às 21:39
Com uma pintura assim e um poema lindo, só pdia ser mesmo um bom acordar. Que tenhas u bom fim de semana amiga.
Bjs fofos


De Visitante a 11 de Janeiro de 2008 às 22:23
Aves
voando
em lugar de caves
estagnando

Beijinho, minha Alf...azema Linda
Visitante


comentar

Bem Vindos



" As ondas quebravam uma a uma. Eu estava só com a areia e com a espuma. Do mar que cantava só para mim

Sophia de Mello Breyner



Esta sou eu

segue-me

. 51 seguidores




Created by Crazyprofile.com


myspace layouts, myspace codes, glitter graphics



RESPEITE OS DIREITOS DE AUTOR

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape





Click for Lisbon, Portugal Forecast

Vivências Recentes

Despedida

Se eu pudesse...Mãe!

Maio

Dia Mundial da Dança

A Realização de um sonho

Os Livros e o 25 de Abril

Dia da Terra

Ilusão

Inevitável

Meu Filho

A Eterna Juventude

Flores rubras em Abril

Flores de Páscoa

Deixa-me Voar ...

De novo as flores

Mãe

As Fadas

Poesia Eterna

Primavera

Quanto, quanto me queres?

Sem Título

Ilustração de um dia

Pequenas coisas

Diz-me espelho meu...

O Amor

Os chapéus de chuva de Cl...

Saber viver

Nenúfares

A minha Mãe

Feliz Ano Novo

É Um Sol de Inverno

O Natal e a Caixinha de M...

Ó Poesia sonhei que fosse...

E por vezes ...

Lisboa: Janela aberta par...

Tempos difíceis

Vinicius

Coisas Simples

Vegetal e Só

Amália Eterna

Vivências Passadas

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

CURRENT MOON

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


online
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!

Quem visito e me visita


Created by Crazyprofile.com

mais comentados

33 comentários
27 comentários
24 comentários
23 comentários
22 comentários
21 comentários
21 comentários
19 comentários
18 comentários
18 comentários
17 comentários
17 comentários
17 comentários

últ. comentários

Eu quase choro com esse texto, é muito emocional. ...
http://relatodeumaborto.webnode.com/ Minha Histori...
Oi GENTE MEU NOME E ROSE TENHO 13 EU SO...
Chocante
oi meu nome é joice e eu to grávida ...
eu sou totalmente contra o aborto... eu tenho 15 a...
Acho o seguinte: todos cometemos erros! Com certez...
tb naum axo certo o aborto...matarem seu proprio f...
Isso e uma falta de ética. Pq... Q na hr q ...
Olá, Tenho 18 anos , minha namorada é mais nova do...
As nuvens passam, as amaçadores também. Desejo que...
JoãoDesistir nunca! Apenas deixei de escrever, mas...
Todos temos dores, sofremos. [Error: Irreparable i...
Aborto uma das piores coisas da vida,um ser apagan...
ESte blog é muito simpatico, Gostei,Miguel

tags

25 de abril(5)

abril(9)

adeus(9)

alegria(5)

amigos(30)

amizade(14)

amor(137)

aniversário(9)

ano novo(3)

arte(7)

ausência(17)

azuis(9)

beleza(7)

blog(41)

blogue(5)

café(3)

casa das flores(3)

cecilia meireles(6)

cinema(4)

cinza(3)

citação(29)

coisas simples(4)

consciência(3)

cores(3)

dança(16)

david mourão ferreira(7)

descoberta(3)

desejos(7)

desencontro(4)

dia do livro(3)

dor(4)

encontro(4)

enganos(5)

escolhas(4)

escrita(3)

espectaculo(3)

eu(12)

eugénio de andrade(5)

fado(4)

férias(5)

fernando pessoa(3)

filho(15)

fim(4)

florbela espanca(5)

flores(17)

fotografia(13)

fotos(11)

fotos minhas(4)

ilusão(3)

inquietação(3)

joaquim sustelo(4)

josé l. santos(3)

lágrimas(3)

liberdade(13)

lisboa(10)

livros(8)

lua(6)

luz(4)

mãe(7)

manhãs(4)

mar(19)

margarida(4)

maria teresa horta(4)

máscaras(5)

memória(18)

miguel torga(7)

morte(6)

mulher(9)

música(19)

natal(8)

noite(19)

olhos(4)

pai(4)

paixão(16)

páscoa(4)

paz(9)

pintura(13)

poema(117)

poemas de amor(8)

poesia(85)

portugal(5)

primavera(6)

rugby(6)

saudade(24)

silêncio(15)

sol(5)

solidão(19)

sonho(9)

sonhos(4)

sophia m breyner(18)

tango(5)

tempo(14)

trabalho(5)

triste(4)

tristeza(15)

tu(4)

veneza(4)

vida(225)

video(17)

zeca afonso(4)

todas as tags

Pesquisa

 

Favoritos

Vivências

1º Aniversário

As nossas almas

Encontro Mágico

Estrela do Mar II

A Carícia do Sol

Parabéns Filho

A Teia

Dia do Livro

O Crepúsculo

subscrever feeds